Amós 5

1 Ouvi esta palavra, que levanto como uma lamentação sobre vós, ó casa de Israel.

2 A virgem de Israel caiu, e não mais tornará a levantar-se; desamparada está na sua terra, não há quem a levante.

3 Porque assim diz o Senhor DEUS: A cidade da qual saem mil conservará cem, e aquela da qual saem cem conservará dez, para a casa de Israel.

4 Porque assim diz o Senhor à casa de Israel: Buscai-me, e vivei.

5 Mas não busqueis a Betel, nem venhais a Gilgal, nem passeis a Berseba, porque Gilgal certamente será levada ao cativeiro, e Betel será desfeita em nada.

6 Buscai ao Senhor, e vivei, para que ele não irrompa na casa de José como um fogo, e a consuma, e não haja em Betel quem o apague.

7 Vós que converteis o juízo em alosna, e deitais por terra a justiça,

8 Procurai o que faz o sete-estrêlo e o órion e torna a sombra da noite em manhã, e faz escurecer o dia como a noite, que chama as águas do mar, e as derrama sobre a terra; o Senhor é o seu nome.

9 O que promove súbita destruição contra o forte; de modo que venha a destruição contra a fortaleza.

10 Odeiam na porta ao que os repreende, e abominam ao que fala sinceramente.

11 Portanto, visto que pisais o pobre e dele exigis um tributo de trigo, edificastes casas de pedras lavradas, mas nelas não habitareis; vinhas desejáveis plantastes, mas não bebereis do seu vinho.

12 Porque sei que são muitas as vossas transgressões e graves os vossos pecados; afligis o justo, tomais resgate, e rejeitais os necessitados na porta.

13 Portanto, o que for prudente guardará silêncio naquele tempo, porque o tempo será mau.

14 Buscai o bem, e não o mal, para que vivais; e assim o Senhor, o Deus dos Exércitos, estará convosco, como dizeis.

15 Odiai o mal, e amai o bem, e estabelecei na porta o juízo. Talvez o Senhor Deus dos Exércitos tenha piedade do remanescente de José.

16 Portanto, assim diz o Senhor, o Deus dos Exércitos, o Senhor: Em todas as ruas haverá pranto, e em todas as estradas dirão: Ai! Ai! E ao lavrador chamarão para choro, e para pranto os que souberem prantear.

17 E em todas as vinhas haverá pranto; porque passarei pelo meio de ti, diz o Senhor.

18 Ai daqueles que desejam o dia do Senhor! Para que quereis vós este dia do Senhor? Será de trevas e não de luz.

19 É como se um homem fugisse de diante do leão, e se encontrasse com ele o urso; ou como se entrando numa casa, a sua mão encostasse à parede, e fosse mordido por uma cobra.

20 Não será, pois, o dia do Senhor trevas e não luz, e escuridão, sem que haja resplendor?

21 Odeio, desprezo as vossas festas, e as vossas assembléias solenes não me exalarão bom cheiro.

22 E ainda que me ofereçais holocaustos, ofertas de alimentos, não me agradarei delas; nem atentarei para as ofertas pacíficas de vossos animais gordos.

23 Afasta de mim o estrépito dos teus cânticos; porque não ouvirei as melodias das tuas violas.

24 Corra, porém, o juízo como as águas, e a justiça como o ribeiro impetuoso.

25 Oferecestes-me vós sacrifícios e oblações no deserto por quarenta anos, ó casa de Israel?

26 Antes levastes a tenda de vosso Moloque, e a estátua das vossas imagens, a estrela do vosso deus, que fizestes para vós mesmos.

27 Portanto vos levarei cativos, para além de Damasco, diz o Senhor, cujo nome é o Deus dos Exércitos.

1 Audite verbum istud,quod ego levo super vos,planctum, domus Israel:

2 Cecidit, non adiciet ut resurgatvirgo Israel;proiecta est in terram suam,non est qui suscitet eam.

3 Quia haec dicit Dominus Deus: Urbs, de qua egrediebantur mille,relinquentur in ea centum;et de qua egrediebantur centum,relinquentur in ea decempro domo Israel ".

4 Quia haec dicit Dominus domui Israel: Quaerite me et vivetis;

5 et nolite quaerere Bethelet in Galgalam nolite intrareet in Bersabee nolite transire,quia Galgala captiva ducetur,et Bethel erit iniquitas ".

6 Quaerite Dominum et vivite;ne forte invadat sicut ignisdomum Ioseph,et devoret, et non sitqui exstinguat Bethel.

7 Qui convertunt in absinthium iudiciumet iustitiam in terram deiciunt.

8 Qui facit stellas Pliadis et Orionemet convertit in mane tenebraset diem in noctem obscurat;qui vocat aquas mariset effundit eas super faciem terrae;Dominus nomen eius.

9 Qui micare facit vastitatem super robustumet vastitatem super arcem affert.

10 Odio habuerunt corripientem in portaet loquentem perfecte abominati sunt.

11 Idcirco, pro eo quod conculcastis pauperemet portionem frumenti abstulistis ab eo,domos quadro lapide aedificastiset non habitabitis in eis,vineas plantastis amantissimaset non bibetis vinum earum.

12 Quia cognovi multa scelera vestraet fortia peccata vestra,opprimentes iustum, accipientes munuset pauperes deprimentes in porta.

13 Ideo prudens in tempore illo tacet,quia tempus malum est.

14 Quaerite bonum et non malum,ut vivatis,ita ut sit Dominus, Deus exercituum,vobiscum, sicut dixistis.

15 Odite malum et diligite bonumet constituite in porta iudicium,si forte misereatur Dominus, Deus exercituum,reliquiis Ioseph.

16 Propterea haec dicit Dominus,Deus exercituum, dominator: In omnibus plateis planctus,et in cunctis viis dicetur: "Vae, vae!";et vocabunt agricolam ad luctumet ad planctum eos, qui sciunt lamentationem.

17 Et in omnibus vineis erit luctus,quia pertransibo in medio tui ",dicit Dominus.

18 Vae desiderantibus diem Domini!Ad quid vobis dies Domini?Tenebrae et non lux.

19 Quomodo si fugiat vir a facie leonis,et occurrat ei ursus;et ingrediatur domumet innitatur manu sua super parietem,et mordeat eum coluber.

20 Numquid non tenebrae dies Domini et non lux?Et caligo sine splendore in ea?

21 " Odi, proieci festivitates vestraset non delector coetibus vestris.

22 Quod si obtuleritis mihi holocautomata,oblationes vestras non suscipiamet sacrificia pinguium vestrorum non respiciam.

23 Aufer a me tumultum carminum tuorum,et canticum lyrarum tuarum non audiam.

24 Et affluat quasi aqua iudicium,et iustitia quasi torrens perennis.

25 Numquid hostias et oblationes obtulistis mihi in desertoquadraginta annis, domus Israel?

26 Et portastis Saccut regem vestrum,et Caivan, imagines vestras,sidus deorum vestrorum, quae fecistis vobis.

27 Et migrare vos faciam trans Damascum ",dicit Dominus; Deus exercituum nomen eius.