Salmos 119

1 Como são felizes os que andam em caminhos irrepreensíveis, que vivem conforme a lei do Senhor!

2 Como são felizes os que obedecem aos seus estatutos e de todo o coração o buscam!

3 Não praticam o mal e andam nos caminhos do Senhor.

4 Tu mesmo ordenaste os teus preceitos para que sejam fielmente obedecidos.

5 Quem dera fossem firmados os meus caminhos na obediência aos teus decretos.

6 Então não ficaria decepcionado ao considerar todos os teus mandamentos.

7 Eu te louvarei de coração sincero quando aprender as tuas justas ordenanças.

8 Obedecerei aos teus decretos; nunca me abandones.

9 Como pode o jovem manter pura a sua conduta? Vivendo de acordo com a tua palavra.

10 Eu te busco de todo o coração; não permitas que eu me desvie dos teus mandamentos.

11 Guardei no coração a tua palavra para não pecar contra ti.

12 Bendito sejas, Senhor! Ensina-me os teus decretos.

13 Com os lábios repito todas as leis que promulgaste.

14 Regozijo-me em seguir os teus testemunhos como o que se regozija com grandes riquezas.

15 Meditarei nos teus preceitos e darei atenção às tuas veredas.

16 Tenho prazer nos teus decretos; não me esqueço da tua palavra.

17 Trata com bondade o teu servo para que eu viva e obedeça à tua palavra.

18 Abre os meus olhos para que eu veja as maravilhas da tua lei.

19 Sou peregrino na terra; não escondas de mim os teus mandamentos.

20 A minha alma consome-se de perene desejo das tuas ordenanças.

21 Tu repreendes os arrogantes; malditos os que se desviam dos teus mandamentos!

22 Tira de mim a afronta e o desprezo, pois obedeço aos teus estatutos.

23 Mesmo que os poderosos se reúnam para conspirar contra mim, ainda assim o teu servo meditará nos teus decretos.

24 Sim, os teus testemunhos são o meu prazer; eles são os meus conselheiros.

25 Agora estou prostrado no pó; preserva a minha vida conforme a tua promessa.

26 A ti relatei os meus caminhos e tu me respondeste; ensina-me os teus decretos.

27 Faze-me discernir o propósito dos teus preceitos, então meditarei nas tuas maravilhas.

28 A minha alma se consome de tristeza; fortalece-me conforme a tua promessa.

29 Desvia-me dos caminhos enganosos; por tua graça, ensina-me a tua lei.

30 Escolhi o caminho da fidelidade; decidi seguir as tuas ordenanças.

31 Apego-me aos teus testemunhos, ó Senhor; não permitas que eu fique decepcionado.

32 Corro pelo caminho que os teus mandamentos apontam, pois me deste maior entendimento.

33 Ensina-me, Senhor, o caminho dos teus decretos, e a eles obedecerei até o fim.

34 Dá-me entendimento, para que eu guarde a tua lei e a ela obedeça de todo o coração.

35 Dirige-me pelo caminho dos teus mandamentos, pois nele encontro satisfação.

36 Inclina o meu coração para os teus estatutos, e não para a ganância.

37 Desvia os meus olhos das coisas inúteis; faze-me viver nos caminhos que traçaste.

38 Cumpre a tua promessa para com o teu servo, para que sejas temido.

39 Livra-me da afronta que me apavora, pois as tuas ordenanças são boas.

40 Como anseio pelos teus preceitos! Preserva a minha vida por tua justiça!

41 Que o teu amor alcance-me, Senhor, e a tua salvação, segundo a tua promessa;

42 então responderei aos que me afrontam, pois confio na tua palavra.

43 Jamais tires da minha boca a palavra da verdade, pois nas tuas ordenanças coloquei a minha esperança.

44 Obedecerei constantemente à tua lei, para todo o sempre.

45 Andarei em verdadeira liberdade, pois tenho buscado os teus preceitos.

46 Falarei dos teus testemunhos diante de reis, sem ser envergonhado.

47 Tenho prazer nos teus mandamentos; eu os amo.

48 A ti levanto minhas mãos e medito nos teus decretos.

49 Lembra-te da tua palavra ao teu servo, pela qual me deste esperança.

50 Este é o meu consolo no meu sofrimento: A tua promessa dá-me vida.

51 Os arrogantes zombam de mim o tempo todo, mas eu não me desvio da tua lei.

52 Lembro-me, Senhor, das tuas ordenanças do passado e nelas acho consolo.

53 Fui tomado de ira tremenda por causa dos ímpios que rejeitaram a tua lei.

54 Os teus decretos são o tema da minha canção em minha peregrinação.

55 De noite lembro-me do teu nome, Senhor! Vou obedecer à tua lei.

56 Esta tem sido a minha prática: Obedecer aos teus preceitos.

57 Tu és a minha herança, Senhor; prometi obedecer às tuas palavras.

58 De todo o coração suplico a tua graça; tem misericórdia de mim, conforme a tua promessa.

59 Refleti em meus caminhos e voltei os meus passos para os teus testemunhos.

60 Eu me apressarei e não hesitarei em obedecer aos teus mandamentos.

61 Embora as cordas dos ímpios queiram prender-me, eu não me esqueço da tua lei.

62 À meia-noite me levanto para dar-te graças pelas tuas justas ordenanças.

63 Sou amigo de todos os que te temem e obedecem aos teus preceitos.

64 A terra está cheia do teu amor, Senhor; ensina-me os teus decretos.

65 Trata com bondade o teu servo, Senhor, conforme a tua promessa.

66 Ensina-me o bom senso e o conhecimento, pois confio em teus mandamentos.

67 Antes de ser castigado, eu andava desviado, mas agora obedeço à tua palavra.

68 Tu és bom, e o que fazes é bom; ensina-me os teus decretos.

69 Os arrogantes mancharam o meu nome com mentiras, mas eu obedeço aos teus preceitos de todo o coração.

70 O coração deles é insensível, eu, porém, tenho prazer na tua lei.

71 Foi bom para mim ter sido castigado, para que aprendesse os teus decretos.

72 Para mim vale mais a lei que decretaste do que milhares de peças de prata e ouro.

73 As tuas mãos me fizeram e me formaram; dá-me entendimento para aprender os teus mandamentos.

74 Quando os que têm temor de ti me virem, se alegrarão, pois na tua palavra coloquei a minha esperança.

75 Sei, Senhor, que as tuas ordenanças são justas, e que por tua fidelidade me castigaste.

76 Seja o teu amor o meu consolo, conforme a tua promessa ao teu servo.

77 Alcance-me a tua misericórdia para que eu tenha vida, porque a tua lei é o meu prazer.

78 Sejam humilhados os arrogantes, pois prejudicaram-me sem motivo; mas eu meditarei nos teus preceitos.

79 Venham apoiar-me aqueles que te temem, aqueles que entendem os teus estatutos.

80 Seja o meu coração íntegro para com os teus decretos, para que eu não seja humilhado.

81 Estou quase desfalecido, aguardando a tua salvação, mas na tua palavra coloquei a esperança.

82 Os meus olhos fraquejam de tanto esperar pela tua promessa, e pergunto: "Quando me consolarás? "

83 Embora eu seja como uma vasilha inútil, não me esqueço dos teus decretos.

84 Até quando o teu servo deverá esperar para que castigues os meus perseguidores?

85 Cavaram uma armadilha contra mim os arrogantes, os que não seguem a tua lei.

86 Todos os teus mandamentos merecem confiança; ajuda-me, pois sou perseguido com mentiras.

87 Quase acabaram com a minha vida na terra, mas não abandonei os teus preceitos.

88 Preserva a minha vida pelo teu amor, e obedecerei aos estatutos que decretaste.

89 A tua palavra, Senhor, para sempre está firmada nos céus.

90 A tua fidelidade é constante por todas as gerações; estabeleceste a terra, que firme subsiste.

91 Conforme as tuas ordens, tudo permanece até hoje, pois não há nada que não esteja a teu serviço.

92 Se a tua lei não fosse o meu prazer, o sofrimento já me teria destruído.

93 Jamais me esquecerei dos teus preceitos, pois é por meio deles que preservas a minha vida.

94 Salva-me, pois a ti pertenço e busco os teus preceitos!

95 Os ímpios estão à espera para destruir-me, mas eu considero os teus testemunhos.

96 Tenho constatado que toda perfeição tem limite; mas não há limite para o teu mandamento.

97 Como eu amo a tua lei! Medito nela o dia inteiro.

98 Os teus mandamentos me tornam mais sábio que os meus inimigos, porquanto estão sempre comigo.

99 Tenho mais discernimento que todos os meus mestres, pois medito nos teus testemunhos.

100 Tenho mais entendimento que os anciãos, pois obedeço aos teus preceitos.

101 Afasto os pés de todo caminho mau para obedecer à tua palavra.

102 Não me afasto das tuas ordenanças, pois tu mesmo me ensinas.

103 Como são doces para o meu paladar as tuas palavras! Mais do que o mel para a minha boca!

104 Ganho entendimento por meio dos teus preceitos; por isso odeio todo caminho de falsidade.

105 A tua palavra é lâmpada que ilumina os meus passos e luz que clareia o meu caminho.

106 Prometi sob juramento e o cumprirei: vou obedecer às tuas justas ordenanças.

107 Passei por muito sofrimento; preserva, Senhor, a minha vida, conforme a tua promessa.

108 Aceita, Senhor, a minha oferta de louvor dos meus lábios, e ensina-me as tuas ordenanças.

109 A minha vida está sempre em perigo, mas não me esqueço da tua lei.

110 Os ímpios prepararam uma armadilha contra mim, mas não me desviei dos teus preceitos.

111 Os teus testemunhos são a minha herança permanente; são a alegria do meu coração.

112 Dispus o meu coração para cumprir os teus decretos até o fim.

113 Odeio os que são inconstantes, mas amo a tua lei.

114 Tu és o meu abrigo e o meu escudo; e na tua palavra coloquei a minha esperança.

115 Afastem-se de mim os que praticam o mal! Quero obedecer aos mandamentos do meu Deus!

116 Sustenta-me, segundo a tua promessa, e eu viverei; não permitas que se frustrem as minhas esperanças.

117 Ampara-me, e estarei seguro; sempre estarei atento aos teus decretos.

118 Tu rejeitas todos os que se desviam dos teus decretos, pois os seus planos enganosos são inúteis.

119 Tu destróis como refugo todos os ímpios da terra; por isso amo os teus testemunhos.

120 O meu corpo estremece diante de ti; as tuas ordenanças enchem-me de temor.

121 Tenho vivido com justiça e retidão; não me abandones nas mãos dos meus opressores.

122 Garante o bem-estar do teu servo; não permitas que os arrogantes me oprimam.

123 Os meus olhos fraquejam, aguardando a tua salvação e o cumprimento da tua justiça.

124 Trata o teu servo conforme o teu amor leal e ensina-me os teus decretos.

125 Sou teu servo; dá-me discernimento para compreender os teus testemunhos.

126 Já é tempo de agires, Senhor, pois a tua lei está sendo desrespeitada.

127 Eu amo os teus mandamentos mais do que o ouro, mais do que o ouro puro.

128 Por isso considero justos os teus preceitos e odeio todo caminho de falsidade.

129 Os teus testemunhos são maravilhosos; por isso lhes obedeço.

130 A explicação das tuas palavras ilumina e dá discernimento aos inexperientes.

131 Abro a boca e suspiro, ansiando por teus mandamentos.

132 Volta-te para mim e tem misericórdia de mim, como sempre fazes aos que amam o teu nome.

133 Dirige os meus passos, conforme a tua palavra; não permitas que nenhum pecado me domine.

134 Resgata-me da opressão dos homens, para que eu obedeça aos teus preceitos.

135 Faze o teu rosto resplandecer sobre o teu servo, e ensina-me os teus decretos.

136 Rios de lágrimas correm dos meus olhos, porque a tua lei não é obedecida.

137 Justo és, Senhor, e retas são as tuas ordenanças.

138 Ordenaste os teus testemunhos com justiça; dignos são de inteira confiança!

139 O meu zelo me consome, pois os meus adversários se esquecem das tuas palavras.

140 A tua promessa foi plenamente comprovada, e, por isso, o teu servo a ama.

141 Sou pequeno e desprezado, mas não esqueço os teus preceitos.

142 A tua justiça é eterna, e a tua lei é a verdade.

143 Tribulação e angústia me atingiram, mas os teus mandamentos são o meu prazer.

144 Os teus testemunhos são eternamente justos, dá-me discernimento para que eu tenha vida.

145 Eu clamo de todo o coração; responde-me, Senhor, e obedecerei aos teus testemunhos!

146 Clamo a ti; salva-me, e obedecerei aos teus estatutos!

147 Antes do amanhecer me levanto e suplico o teu socorro; na tua palavra coloquei a minha esperança.

148 Fico acordado nas vigílias da noite, para meditar nas tuas promessas.

149 Ouve a minha voz pelo teu amor leal; faze-me viver, Senhor, conforme as tuas ordenanças.

150 Os meus perseguidores aproximam-se com más intenções; mas estão distantes da tua lei.

151 Tu, porém, Senhor, estás perto e todos os teus mandamentos são verdadeiros.

152 Há muito aprendi dos teus testemunhos que os estabeleceste para sempre.

153 Olha para o meu sofrimento e livra-me, pois não me esqueço da tua lei.

154 Defende a minha causa e resgata-me; preserva a minha vida conforme a tua promessa.

155 A salvação está longe dos ímpios, pois eles não buscam os teus decretos.

156 Grande é a tua compaixão, Senhor; preserva a minha vida conforme as tuas leis.

157 Muitos são os meus adversários e os meus perseguidores, mas eu não me desvio dos teus estatutos.

158 Com grande desgosto vejo os infiéis, que não obedecem à tua palavra.

159 Vê como amo os teus preceitos! Dá-me vida, segundo o teu amor leal.

160 A verdade é a essência da tua palavra, e todas as tuas justas ordenanças são eternas.

161 Os poderosos perseguem-me sem motivo, mas é diante da tua palavra que o meu coração treme.

162 Eu me regozijo na tua promessa como alguém que encontra grandes despojos.

163 Odeio e detesto a falsidade, mas amo a tua lei.

164 Sete vezes por dia eu te louvo por causa das tuas justas ordenanças.

165 Os que amam a tua lei desfrutam paz, e nada há que os faça tropeçar.

166 Aguardo a tua salvação, Senhor, e pratico os teus mandamentos.

167 Obedeço aos teus testemunhos; amo-os infinitamente!

168 Obedeço a todos os teus preceitos e testemunhos, pois conheces todos os meus caminhos.

169 Chegue à tua presença o meu clamor, Senhor! Dá-me entendimento conforme a tua palavra.

170 Chegue a ti a minha súplica. Livra-me, conforme a tua promessa.

171 Meus lábios transbordarão de louvor, pois me ensinas os teus decretos.

172 A minha língua cantará a tua palavra, pois todos os teus mandamentos são justos.

173 Com tua mão vem ajudar-me, pois escolhi os teus preceitos.

174 Anseio pela tua salvação, Senhor, e a tua lei é o meu prazer.

175 Permite-me viver para que eu te louve; e que as tuas ordenanças me sustentem.

176 Andei vagando como ovelha perdida; vem em busca do teu servo, pois não me esqueci dos teus mandamentos.

1 Blessed are those whose ways are blameless, who walk according to the law of the LORD.

2 Blessed are those who keep his statutes and seek him with all their heart —

3 they do no wrong but follow his ways.

4 You have laid down precepts that are to be fully obeyed.

5 Oh, that my ways were steadfast in obeying your decrees!

6 Then I would not be put to shame when I consider all your commands.

7 I will praise you with an upright heart as I learn your righteous laws.

8 I will obey your decrees; do not utterly forsake me.

9 How can a young person stay on the path of purity? By living according to your word.

10 I seek you with all my heart; do not let me stray from your commands.

11 I have hidden your word in my heart that I might not sin against you.

12 Praise be to you, LORD; teach me your decrees.

13 With my lips I recount all the laws that come from your mouth.

14 I rejoice in following your statutes as one rejoices in great riches.

15 I meditate on your precepts and consider your ways.

16 I delight in your decrees; I will not neglect your word.

17 Be good to your servant while I live, that I may obey your word.

18 Open my eyes that I may see wonderful things in your law.

19 I am a stranger on earth; do not hide your commands from me.

20 My soul is consumed with longing for your laws at all times.

21 You rebuke the arrogant, who are accursed, those who stray from your commands.

22 Remove from me their scorn and contempt, for I keep your statutes.

23 Though rulers sit together and slander me, your servant will meditate on your decrees.

24 Your statutes are my delight; they are my counselors.

25 I am laid low in the dust; preserve my life according to your word.

26 I gave an account of my ways and you answered me; teach me your decrees.

27 Cause me to understand the way of your precepts, that I may meditate on your wonderful deeds.

28 My soul is weary with sorrow; strengthen me according to your word.

29 Keep me from deceitful ways; be gracious to me and teach me your law.

30 I have chosen the way of faithfulness; I have set my heart on your laws.

31 I hold fast to your statutes, LORD; do not let me be put to shame.

32 I run in the path of your commands, for you have broadened my understanding.

33 Teach me, LORD, the way of your decrees, that I may follow it to the end. [^1]

34 Give me understanding, so that I may keep your law and obey it with all my heart.

35 Direct me in the path of your commands, for there I find delight.

36 Turn my heart toward your statutes and not toward selfish gain.

37 Turn my eyes away from worthless things; preserve my life according to your word. [^2]

38 Fulfill your promise to your servant, so that you may be feared.

39 Take away the disgrace I dread, for your laws are good.

40 How I long for your precepts! In your righteousness preserve my life.

41 May your unfailing love come to me, LORD, your salvation, according to your promise;

42 then I can answer anyone who taunts me, for I trust in your word.

43 Never take your word of truth from my mouth, for I have put my hope in your laws.

44 I will always obey your law, for ever and ever.

45 I will walk about in freedom, for I have sought out your precepts.

46 I will speak of your statutes before kings and will not be put to shame,

47 for I delight in your commands because I love them.

48 I reach out for your commands, which I love, that I may meditate on your decrees.

49 Remember your word to your servant, for you have given me hope.

50 My comfort in my suffering is this: Your promise preserves my life.

51 The arrogant mock me unmercifully, but I do not turn from your law.

52 I remember, LORD, your ancient laws, and I find comfort in them.

53 Indignation grips me because of the wicked, who have forsaken your law.

54 Your decrees are the theme of my song wherever I lodge.

55 In the night, LORD, I remember your name, that I may keep your law.

56 This has been my practice: I obey your precepts.

57 You are my portion, LORD; I have promised to obey your words.

58 I have sought your face with all my heart; be gracious to me according to your promise.

59 I have considered my ways and have turned my steps to your statutes.

60 I will hasten and not delay to obey your commands.

61 Though the wicked bind me with ropes, I will not forget your law.

62 At midnight I rise to give you thanks for your righteous laws.

63 I am a friend to all who fear you, to all who follow your precepts.

64 The earth is filled with your love, LORD; teach me your decrees.

65 Do good to your servant according to your word, LORD.

66 Teach me knowledge and good judgment, for I trust your commands.

67 Before I was afflicted I went astray, but now I obey your word.

68 You are good, and what you do is good; teach me your decrees.

69 Though the arrogant have smeared me with lies, I keep your precepts with all my heart.

70 Their hearts are callous and unfeeling, but I delight in your law.

71 It was good for me to be afflicted so that I might learn your decrees.

72 The law from your mouth is more precious to me than thousands of pieces of silver and gold.

73 Your hands made me and formed me; give me understanding to learn your commands.

74 May those who fear you rejoice when they see me, for I have put my hope in your word.

75 I know, LORD, that your laws are righteous, and that in faithfulness you have afflicted me.

76 May your unfailing love be my comfort, according to your promise to your servant.

77 Let your compassion come to me that I may live, for your law is my delight.

78 May the arrogant be put to shame for wronging me without cause; but I will meditate on your precepts.

79 May those who fear you turn to me, those who understand your statutes.

80 May I wholeheartedly follow your decrees, that I may not be put to shame.

81 My soul faints with longing for your salvation, but I have put my hope in your word.

82 My eyes fail, looking for your promise; I say, "When will you comfort me?"

83 Though I am like a wineskin in the smoke, I do not forget your decrees.

84 How long must your servant wait? When will you punish my persecutors?

85 The arrogant dig pits to trap me, contrary to your law.

86 All your commands are trustworthy; help me, for I am being persecuted without cause.

87 They almost wiped me from the earth, but I have not forsaken your precepts.

88 In your unfailing love preserve my life, that I may obey the statutes of your mouth.

89 Your word, LORD, is eternal; it stands firm in the heavens.

90 Your faithfulness continues through all generations; you established the earth, and it endures.

91 Your laws endure to this day, for all things serve you.

92 If your law had not been my delight, I would have perished in my affliction.

93 I will never forget your precepts, for by them you have preserved my life.

94 Save me, for I am yours; I have sought out your precepts.

95 The wicked are waiting to destroy me, but I will ponder your statutes.

96 To all perfection I see a limit, but your commands are boundless.

97 Oh, how I love your law! I meditate on it all day long.

98 Your commands are always with me and make me wiser than my enemies.

99 I have more insight than all my teachers, for I meditate on your statutes.

100 I have more understanding than the elders, for I obey your precepts.

101 I have kept my feet from every evil path so that I might obey your word.

102 I have not departed from your laws, for you yourself have taught me.

103 How sweet are your words to my taste, sweeter than honey to my mouth!

104 I gain understanding from your precepts; therefore I hate every wrong path.

105 Your word is a lamp for my feet, a light on my path.

106 I have taken an oath and confirmed it, that I will follow your righteous laws.

107 I have suffered much; preserve my life, LORD, according to your word.

108 Accept, LORD, the willing praise of my mouth, and teach me your laws.

109 Though I constantly take my life in my hands, I will not forget your law.

110 The wicked have set a snare for me, but I have not strayed from your precepts.

111 Your statutes are my heritage forever; they are the joy of my heart.

112 My heart is set on keeping your decrees to the very end. [^3]

113 I hate double-minded people, but I love your law.

114 You are my refuge and my shield; I have put my hope in your word.

115 Away from me, you evildoers, that I may keep the commands of my God!

116 Sustain me, my God, according to your promise, and I will live; do not let my hopes be dashed.

117 Uphold me, and I will be delivered; I will always have regard for your decrees.

118 You reject all who stray from your decrees, for their delusions come to nothing.

119 All the wicked of the earth you discard like dross; therefore I love your statutes.

120 My flesh trembles in fear of you; I stand in awe of your laws.

121 I have done what is righteous and just; do not leave me to my oppressors.

122 Ensure your servant's well-being; do not let the arrogant oppress me.

123 My eyes fail, looking for your salvation, looking for your righteous promise.

124 Deal with your servant according to your love and teach me your decrees.

125 I am your servant; give me discernment that I may understand your statutes.

126 It is time for you to act, LORD; your law is being broken.

127 Because I love your commands more than gold, more than pure gold,

128 and because I consider all your precepts right, I hate every wrong path.

129 Your statutes are wonderful; therefore I obey them.

130 The unfolding of your words gives light; it gives understanding to the simple.

131 I open my mouth and pant, longing for your commands.

132 Turn to me and have mercy on me, as you always do to those who love your name.

133 Direct my footsteps according to your word; let no sin rule over me.

134 Redeem me from human oppression, that I may obey your precepts.

135 Make your face shine on your servant and teach me your decrees.

136 Streams of tears flow from my eyes, for your law is not obeyed.

137 You are righteous, LORD, and your laws are right.

138 The statutes you have laid down are righteous; they are fully trustworthy.

139 My zeal wears me out, for my enemies ignore your words.

140 Your promises have been thoroughly tested, and your servant loves them.

141 Though I am lowly and despised, I do not forget your precepts.

142 Your righteousness is everlasting and your law is true.

143 Trouble and distress have come upon me, but your commands give me delight.

144 Your statutes are always righteous; give me understanding that I may live.

145 I call with all my heart; answer me, LORD, and I will obey your decrees.

146 I call out to you; save me and I will keep your statutes.

147 I rise before dawn and cry for help; I have put my hope in your word.

148 My eyes stay open through the watches of the night, that I may meditate on your promises.

149 Hear my voice in accordance with your love; preserve my life, LORD, according to your laws.

150 Those who devise wicked schemes are near, but they are far from your law.

151 Yet you are near, LORD, and all your commands are true.

152 Long ago I learned from your statutes that you established them to last forever.

153 Look on my suffering and deliver me, for I have not forgotten your law.

154 Defend my cause and redeem me; preserve my life according to your promise.

155 Salvation is far from the wicked, for they do not seek out your decrees.

156 Your compassion, LORD, is great; preserve my life according to your laws.

157 Many are the foes who persecute me, but I have not turned from your statutes.

158 I look on the faithless with loathing, for they do not obey your word.

159 See how I love your precepts; preserve my life, LORD, in accordance with your love.

160 All your words are true; all your righteous laws are eternal.

161 Rulers persecute me without cause, but my heart trembles at your word.

162 I rejoice in your promise like one who finds great spoil.

163 I hate and detest falsehood but I love your law.

164 Seven times a day I praise you for your righteous laws.

165 Great peace have those who love your law, and nothing can make them stumble.

166 I wait for your salvation, LORD, and I follow your commands.

167 I obey your statutes, for I love them greatly.

168 I obey your precepts and your statutes, for all my ways are known to you.

169 May my cry come before you, LORD; give me understanding according to your word.

170 May my supplication come before you; deliver me according to your promise.

171 May my lips overflow with praise, for you teach me your decrees.

172 May my tongue sing of your word, for all your commands are righteous.

173 May your hand be ready to help me, for I have chosen your precepts.

174 I long for your salvation, LORD, and your law gives me delight.

175 Let me live that I may praise you, and may your laws sustain me.

176 I have strayed like a lost sheep. Seek your servant, for I have not forgotten your commands.