O meu intercessor é meu amigo, quando diante de Deus correm lágrimas dos meus olhos;

A retidão era a minha roupa; a justiça era o meu manto e o meu turbante.

"Meus olhos viram tudo isso, meus ouvidos o ouviram e entenderam.

Vem de longe o meu conhecimento; atribuirei justiça ao meu Criador.

"Se tão-somente fosse atendido o meu pedido, se Deus me concedesse o meu desejo,

Escutem agora o meu argumento; prestem atenção à réplica de meus lábios.

"Ó terra, não cubra o meu sangue! Não haja lugar de repouso para o meu clamor!

Um espírito roçou o meu rosto, e os pêlos do meu corpo se arrepiaram.

se meus passos desviaram-se do caminho, se o meu coração foi conduzido por meus olhos, ou se minhas mãos foram contaminadas,

Depois que o Senhor disse essas palavras a Jó, disse também ao Elifaz, de Temã: "Estou indignado com você e com os seus dois amigos, pois vocês não falaram o que é certo a meu respeito, como fez meu servo Jó.

Meus olhos se turvaram de tristeza; o meu corpo não passa de uma sombra.

Minha mulher acha repugnante o meu hálito; meus próprios irmãos têm nojo de mim.

quando o Todo-poderoso ainda estava comigo e meus filhos estavam ao meu redor,

Eu o verei, com os meus próprios olhos; eu mesmo, e não outro! Como anseia no meu peito o coração!

Disse então o Senhor a Satanás: "Reparou em meu servo Jó? Não há ninguém na terra como ele, irrepreensível, íntegro, homem que teme a Deus e evita o mal".

"Se o meu coração foi seduzido por mulher, ou se fiquei à espreita junto à porta do meu próximo,

Acorrentas os meus pés e vigias todos os meus caminhos, pondo limites aos meus passos.

Foram-se os meus dias, os meus planos fracassaram, como também os desejos do meu coração.

Deus fez desmaiar o meu coração; o Todo-poderoso causou-me pavor.

Pois investigas a minha iniqüidade e vasculhas o meu pecado,

"Meu espírito está quebrantado, os meus dias se encurtam, a sepultura me espera.

Destroem o meu caminho; conseguem destruir-me, sem a ajuda de ninguém.

Os meus parentes me abandonaram e os meus amigos esqueceram-se de mim.

Por certo contarás então os meus passos, mas não tomarás conhecimento do meu pecado.

Ele acorrenta os meus pés; vigia de perto todos os meus caminhos. ’

Ouvi uma repreensão que me desonra, e o meu entendimento faz-me contestar.

se comi meu pão sozinho, sem compartilhá-lo com o órfão,

que o meu braço descaia do ombro, e se quebre nas juntas.

"Diante disso o meu coração bate aceleradamente e salta do seu lugar.

"Ele afastou de mim os meus irmãos; até os meus conhecidos estão longe de mim.

"Sejam os meus inimigos como os ímpios, e os meus adversários como os injustos!

Não vê ele os meus caminhos, e não considera cada um de meus passos?

Meus ouvidos já tinham ouvido a teu respeito, mas agora os meus olhos te viram.

Vão agora até meu servo Jó, levem sete novilhos e sete carneiros, e com eles apresentem holocaustos em favor de vocês mesmos. Meu servo Jó orará por vocês; eu aceitarei a oração dele e não farei com vocês o que vocês merecem pela loucura que cometeram. Vocês não falaram o que é certo a meu respeito, como fez meu servo Jó".

Quantos erros e pecados cometi? Mostra-me a minha falta e o meu pecado.

Quando penso nisso, fico aterrorizado; todo o meu corpo se põe a tremer.

Minhas raízes chegarão até as águas, e o orvalho passará a noite nos meus ramos.

"Os homens me escutavam em ansiosa expectativa, aguardando em silêncio o meu conselho.

se escondi o meu pecado, como outros fazem, acobertando no coração a minha culpa,

"Quem é esse que obscurece o meu conselho com palavras sem conhecimento?

Meu rosto está rubro de tanto eu chorar, e sombras densas circundam os meus olhos,

E depois que o meu corpo estiver destruído e sem carne, verei a Deus.

Quando penso que a minha cama me consolará e que o meu leito aliviará a minha queixa,

Se eu disser: Vou esquecer a minha queixa, vou mudar o meu semblante e sorrir,

Ele bloqueou o meu caminho, e não consigo passar; cobriu de trevas as minhas veredas.

Chamo o meu servo, mas ele não me responde, ainda que eu lhe implore pessoalmente.

Eu sei que o meu Redentor vive, e que no fim se levantará sobre a terra.

Contudo não fui silenciado pelas trevas, pelas densas trevas que cobrem o meu rosto.

porque não sou bom em bajular; se fosse, o meu Criador em breve me levaria.

"Pereça o dia do meu nascimento e a noite em que se disse: ‘Nasceu um menino! ’