Jó 33

1 “Jó, ouça minhas palavras, preste atenção ao que vou dizer.

2 Chegou minha vez de falar; as palavras estão na ponta da língua.

3 Falo com toda a sinceridade, digo a pura verdade.

4 O Espírito de Deus me criou, o sopro do Todo-poderoso me dá vida.

5 Responda-me, se puder; apresente seus argumentos e defina sua posição.

6 Você e eu somos iguais diante de Deus; eu também fui formado do barro.

7 Portanto, não tenha medo de mim; não serei severo demais com você.

8 “Você falou em minha presença, e ouvi bem suas palavras.

9 Você disse: ‘Sou puro e não tenho pecado; sou inocente e não tenho culpa.

10 Deus procura motivos para se opor a mim e me considera seu inimigo.

11 Prende meus pés no tronco e vigia todos os meus movimentos’.

12 “Mas você está enganado, e eu lhe mostrarei o motivo, pois Deus é maior que qualquer ser humano.

13 Sendo assim, por que você o acusa? Por que diz que ele não responde às queixas humanas?

14 Pois Deus fala repetidamente, embora as pessoas não prestem atenção.

15 Fala em sonhos, em visões durante a noite, quando o sono profundo cai sobre todos, enquanto dormem em suas camas.

16 Sussurra em seus ouvidos e aterroriza-os com advertências.

17 Faz que deixem de praticar o mal e livra-os do orgulho.

18 Preserva-os do túmulo e de serem atravessados pela espada.

19 “Deus os disciplina no leito de enfermidade, com dores constantes nos ossos.

20 Eles perdem a vontade de comer; nem mesmo o alimento mais delicioso lhes apetece.

21 Sua carne definha a olhos nus, e seus ossos ficam à vista.

22 Estão cada vez mais perto do túmulo; os mensageiros da morte os esperam.

23 “Mas, se um dos milhares de anjos do céu aparecer, para interceder por alguém e declará-lo justo,

24 Deus terá compaixão e dirá: ‘Livre-o do túmulo, pois encontrei resgate por sua vida’.

25 Então seu corpo se tornará saudável como o de um menino; será forte e jovem outra vez.

26 Quando ele orar a Deus, será aceito. Deus o receberá com alegria e o restituirá à condição de justo.

27 Ele declarará a seus amigos: ‘Pequei e perverti o que é correto, mas não valeu a pena.

28 Deus me livrou do túmulo; agora minha vida contempla a luz’.

29 “Sim, Deus faz essas coisas acontecerem repetidas vezes com as pessoas.

30 Ele as livra da sepultura, para que desfrutem a luz da vida.

31 Preste atenção, Jó; fique quieto e ouça-me, pois tenho mais coisas para falar.

32 Mas, se você tem algo a dizer, responda; fale, pois quero que seja absolvido.

33 Se não tem nada a dizer, fique quieto e ouça-me, e eu lhe ensinarei a sabedoria”.

Copyright© 2017 por Editora Mundo Cristão. Todos os direitos reservados em língua portuguesa. A Nova Versão Transformadora (NVT) e seu logotipo são marcas registradas. Usados com permissão.