29

1 E Job prossegue:

2 Oh, quem me dera aqueles anosem que Deus tomava conta de mim,em que me iluminava o caminhoe eu andava com segurança pela escuridão;

4 sim, na minha mocidade, o amor de Deusera coisa sensível no meu lar,

5 o Deus poderoso ainda estava comigo, e eu vivia rodeado dos meus filhos;

6 os meus projectos iam avantecomo se andasse sobre chão tenro; era como se das próprias rochasbrotassem torrentes de azeite sobre mim!

7 Nesses tempos ia até à entrada da cidade e lá me sentava por entre os respeitáveis anciãos.

8 Os jovens, quando me viam, afastavam-se do meu caminho,e até as pessoas mais velhas se levantavame ficavam respeitosamente de pé quando me aproximava.

10 Até os mais altos magistrados da cidadepreferiam calar-se na minha presença.

11 Toda a gente aprovava o que eu dizia. Todo os que me conheciam diziam bem de mim.

12 Porque eu ajudava os pobres nas suas necessidades,e os órfãos que não tinham quem os socorresse.

13 Também auxiliei aqueles que estavam prestes a perecer,e que assim me abençoaram. Fiz com que o coração das viúvas rejubilasse de alegria.

14 Toda a minha conduta foi recta e honesta; revesti-me de justiça.

15 Servi de vista para os cegos e de pés para os coxos.

16 Fui como um pai para os pobres,e inquiri cuidadosamente as causas em tribunal até dos estrangeiros.

17 Quebrei as garras aos ímpios opressores e arranquei-lhesdos dentes as vítimas.

18 Eu pensava assim: 'Com certeza eu hei-de morrer sossegado, no meu lar,no fim duma vida longa e boa.'

19 Porque tudo o que eu fazia resultava bem; o orvalho descia de noite sobre os meus campos, regando-os.

20 Novas honrarias eram-me constantemente dadas; sentia renovarem-se-me as capacidades.

21 Toda a gente me ouvia com atenção e aceitava o meu conselho;ninguém mais abria a boca enquanto eu falava.

22 E mesmo depois de ter falado, ninguém mais tinha nada a dizer,porque a minha opinião convencia toda a gente.

23 Aliás as pessoas esperavam pelas minhas intervençõescomo, na seca, se espera pela chuva; ficavam na espectativa, de ouvido à escuta.

24 Quando alguém se encontrava desencorajado,se eu lhe sorria, retomava alento,e o seu espírito abria-se.

25 Dizia-lhes o que deviam fazer, e corrigia-os,tal como faz um chefe, ou um general, que instruiu as suas tropas. Na minha pessoa, encontravam sempre alguémque consolava os que choram.