Eles não são do mundo, como também eu não sou do mundo.

Considerai com que amor nos amou o Pai, para que sejamos chamados filhos de Deus. E nós o somos de fato. Por isso, o mundo não nos conhece, porque não o conheceu.

Mas amamos, porque Deus nos amou primeiro.

Com efeito, de tal modo Deus amou o mundo, que lhe deu seu Filho único, para que todo o que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna.

Como tu me enviaste ao mundo, também eu os enviei ao mundo.

Antes da festa da Páscoa, sabendo Jesus que chegara a sua hora de passar deste mundo ao Pai, como amasse os seus que estavam no mundo, até o extremo os amou.

Eles são do mundo. É por isto que falam segundo o mundo, e o mundo os ouve.

Pois Deus não enviou o Filho ao mundo para condená-lo, mas para que o mundo seja salvo por ele.

Estava no mundo e o mundo foi feito por ele, e o mundo não o reconheceu.

Por isso, enquanto estou no mundo, sou a luz do mundo.

Caríssimos, se Deus assim nos amou, também nós nos devemos amar uns aos outros.

Certo que não! De outra maneira, como julgaria Deus o mundo?

Serão eles o meu povo, e eu o seu Deus.

Dei-lhes a tua palavra, mas o mundo os odeia, porque eles não são do mundo, como também eu não sou do mundo.

Mas Deus, que é rico em misericórdia, impulsionado pelo grande amor com que nos amou,

Nosso Senhor Jesus Cristo e Deus, nosso Pai, que nos amou e nos deu consolação eterna e boa esperança pela sua graça,

Eu vivo, mas já não sou eu; é Cristo que vive em mim. A minha vida presente, na carne, eu a vivo na fé no Filho de Deus, que me amou e se entregou por mim.

porque todo o que nasceu de Deus vence o mundo. E esta é a vitória que vence o mundo: a nossa fé.

porque o pão de Deus é o pão que desce do céu e dá vida ao mundo.

Adúlteros, não sabeis que o amor do mundo é abominado por Deus? Todo aquele que quer ser amigo do mundo constitui-se inimigo de Deus.

Sabemos que somos de Deus, e que o mundo todo jaz sob o Maligno.

Mas, em todas essas coisas, somos mais que vencedores pela virtude daquele que nos amou.

Maridos, amai as vossas mulheres, como Cristo amou a Igreja e se entregou por ela,

O que é estulto no mundo, Deus o escolheu para confundir os sábios; e o que é fraco no mundo, Deus o escolheu para confundir os fortes;

Quem é o vencedor do mundo senão aquele que crê que Jesus é o Filho de Deus?

Vós, filhinhos, sois de Deus, e os vencestes, porque o que está em vós é maior do que aquele que está no mundo.

O Deus, que fez o mundo e tudo o que nele há, é o Senhor do céu e da terra, e não habita em templos feitos por mãos humanas.

Respondeu ela: Sim, Senhor. Eu creio que tu és o Cristo, o Filho de Deus, aquele que devia vir ao mundo.

O mundo passa com as suas concupiscências, mas quem cumpre a vontade de Deus permanece eternamente.

como acusais de blasfemo aquele a quem o Pai santificou e enviou ao mundo, porque eu disse: Sou o Filho de Deus?

Se fôsseis do mundo, o mundo vos amaria como sendo seus. Como, porém, não sois do mundo, mas do mundo vos escolhi, por isso o mundo vos odeia.

Amou a maldição: que ela caia sobre ele! Recusou a bênção: que ela o abandone!

e o que é vil e desprezível no mundo, Deus o escolheu, como também aquelas coisas que nada são, para destruir as que são.

Agora é o juízo deste mundo; agora será lançado fora o príncipe deste mundo.

que se entregou por nossos pecados, para nos libertar da perversidade do mundo presente, segundo a vontade de Deus, nosso Pai,

que não receba muito mais neste mundo e no mundo vindouro a vida eterna.

Bendito seja o Senhor, teu Deus, a quem aprouve colocar-te sobre o trono de Israel. Porque o Senhor amou Israel para sempre, por isso constituiu-te rei para governares com justiça e eqüidade.

Progredi na caridade, segundo o exemplo de Cristo, que nos amou e por nós se entregou a Deus como oferenda e sacrifício de agradável odor.

No dia seguinte, João viu Jesus que vinha a ele e disse: Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo.

Porque amou teus pais, e elegeu a sua posteridade depois deles, tirou-te do Egito com a força de seu poder,

Não ameis o mundo nem as coisas do mundo. Se alguém ama o mundo, não está nele o amor do Pai.

Por eles é que eu rogo. Não rogo pelo mundo, mas por aqueles que me deste, porque são teus.

Não vos admireis, irmãos, se o mundo vos odeia.

Ele é a expiação pelos nossos pecados, e não somente pelos nossos, mas também pelos de todo o mundo.

Não foi tampouco aos anjos que Deus submeteu o mundo vindouro, de que falamos.

Saí do Pai e vim ao mundo. Agora deixo o mundo e volto para junto do Pai.

Ora, nós não recebemos o espírito do mundo, mas sim o Espírito que vem de Deus, que nos dá a conhecer as graças que Deus nos prodigalizou

reis da terra e todos os seus povos; príncipes e juízes do mundo;

Pai justo, o mundo não te conheceu, mas eu te conheci, e estes sabem que tu me enviaste.

Seu coração prendeu-se a Dina, filha de Jacó: ele amou a jovem, e soube falar-lhe ao coração.