Deuteronômio 33

1 Esta, porém, é a bênção com que Moisés, homem de Deus, abençoou os filhos de Israel antes da sua morte.

2 Disse pois: O Senhor veio de Sinai, e lhes subiu de Seir; resplandeceu desde o monte Parã, e veio com dez milhares de santos; à sua direita havia para eles o fogo da lei.

3 Na verdade ama os povos; todos os seus santos estão na sua mão; postos serão no meio, entre os teus pés, e cada um receberá das tuas palavras.

4 Moisés nos deu a lei, como herança da congregação de Jacó.

5 E foi rei em Jesurum, quando se congregaram os cabeças do povo com as tribos de Israel.

6 Viva Rúben, e não morra, e que os seus homens não sejam poucos.

7 E isto é o que disse de Judá: Ouve, ó Senhor, a voz de Judá, e introduze-o no seu povo; as suas mãos lhe bastem, e tu lhe sejas em ajuda contra os seus inimigos.

8 E de Levi disse: Teu Tumim e teu Urim são para o teu amado, que tu provaste em Massá, com quem contendeste junto às águas de Meribá.

9 Aquele que disse a seu pai, e à sua mãe: Nunca os vi; e não conheceu a seus irmãos, e não estimou a seus filhos; pois guardaram a tua palavra e observaram a tua aliança.

10 Ensinaram os teus juízos a Jacó, e a tua lei a Israel; puseram incenso no teu nariz, e o holocausto sobre o teu altar.

11 Abençoa o seu poder, ó Senhor, e aceita a obra das suas mãos; fere os lombos dos que se levantam contra ele e o odeiam, para que nunca mais se levantem.

12 E de Benjamim disse: O amado do Senhor habitará seguro com ele; todo o dia o cobrirá, e morará entre os seus ombros.

13 E de José disse: Bendita do Senhor seja a sua terra, com o mais excelente dos céus, com o orvalho e com o abismo que jaz abaixo.

14 E com os mais excelentes frutos do sol, e com as mais excelentes produções das luas,

15 E com o mais excelente dos montes antigos, e com o mais excelente dos outeiros eternos.

16 E com o mais excelente da terra, e da sua plenitude, e com a benevolência daquele que habitava na sarça, venha sobre a cabeça de José, e sobre o alto da cabeça daquele que foi separado de seus irmãos.

17 Ele tem a glória do primogênito do seu touro, e os seus chifres são chifres de boi selvagem; com eles rechaçará todos os povos até às extremidades da terra; estes pois são os dez milhares de Efraim, e estes são os milhares de Manassés.

18 E de Zebulom disse: Zebulom, alegra-te nas tuas saídas; e tu, Issacar, nas tuas tendas.

19 Eles chamarão os povos ao monte; ali apresentarão ofertas de justiça, porque chuparão a abundância dos mares e os tesouros escondidos da areia.

20 E de Gade disse: Bendito aquele que faz dilatar a Gade; habita como a leoa, e despedaça o braço e o alto da cabeça.

21 E se proveu da melhor parte, porquanto ali estava escondida a porção do legislador; por isso veio com os chefes do povo, executou a justiça do Senhor e os seus juízos para com Israel.

22 E de Dã disse: Dã é cria de leão; que salta de Basã.

23 E de Naftali disse: Farta-te, ó Naftali, da benevolência, e enche-te da bênção do Senhor; possui o ocidente e o sul.

24 E de Aser disse: Bendito seja Aser com seus filhos; agrade a seus irmãos, e banhe em azeite o seu pé.

25 Seja de ferro e de metal o teu calçado; e a tua força seja como os teus dias.

26 Não há outro, ó Jesurum, semelhante a Deus, que cavalga sobre os céus para a tua ajuda, e com a sua majestade sobre as mais altas nuvens.

27 O Deus eterno é a tua habitação, e por baixo estão os braços eternos; e ele lançará o inimigo de diante de ti, e dirá: Destrói-o.

28 Israel, pois, habitará só, seguro, na terra da fonte de Jacó, na terra de grão e de mosto; e os seus céus gotejarão orvalho.

29 Bem-aventurado tu, ó Israel! Quem é como tu? Um povo salvo pelo Senhor, o escudo do teu socorro, e a espada da tua majestade; por isso os teus inimigos te serão sujeitos, e tu pisarás sobre as suas alturas.

1 Haec est benedictio, qua be nedixit Moyses homo Dei fi liis Israel ante mortem suam.

2 Et ait: Dominus de Sinai venitet de Seir ortus est eis;apparuit de monte Pharanet venit in Meribathcadesde meridie eius in Asedoth.

3 Vere diligit populos;omnes sancti eius in manu illius sunt;et, qui appropinquant pedibus tuis,accipient de doctrina tua.

4 Legem praecepit nobis Moyses,hereditatem multitudinis Iacob.

5 Et factus est apud dilectum rex,congregatis principibus populicum tribubus Israel ".

6 " Vivat Ruben et non moriaturet sit parvus in numero ".

7 Haec est Iudae benedictio: Audi, Domine, vocem Iudaeet ad populum suum introduc eum.Manus eius pugnabunt pro eo,et adiutor illius contra adversarios eius eris ".

8 De Levi quoque ait: Tummim et Urim tuiviro sancto tuo,quem probasti in Massaet cum quo litigasti ad aquas Meriba.

9 Qui dixit de patre suo et matre sua:Nescio vos";et fratres suos ignoravitet filios suos nescivit.Quia custodierunt eloquium tuumet pactum tuum servaverunt.

10 Docebunt iudicia tua Iacobet legem tuam Israel;ponent thymiama in naribus tuiset holocaustum super altare tuum.

11 Benedic, Domine, fortitudini eiuset opera manuum illius suscipe.Percute lumbos inimicorum eius;et, qui oderunt eum, non consurgant ".

12 De Beniamin ait: Amantissimus Dominihabitabit confidenter in eo;Altissimus proteget eum tota dieet inter umeros illius requiescet ".

13 De Ioseph quoque ait: Benedicta a Domino terra eius:donis caeli, roreatque abysso subiacente,

14 fructibus soliset donis mensium,

15 primitiis antiquorum montiumet donis collium aeternorum,

16 frugibus terrae et plenitudine eius.Benedictio illius, qui apparuit in rubo,veniat super caput Iosephet super verticem nazaraei inter fratres suos;

17 quasi primogeniti tauri pulchritudo eius,cornua unicornis cornua illius,in ipsis ventilabit gentesusque ad terminos terrae.Hae sunt multitudines Ephraim,et hae milia Manasse ".

18 De Zabulon ait: Laetare, Zabulon, in exitu tuo,et Issachar, in tabernaculis tuis!

19 Populos ad montem vocabunt,ibi immolabunt victimas iustitiae.Qui inundationem maris, quasi lac, sugentet thesauros absconditos arenarum ".

20 De Gad ait: Benedictus, qui dilatat Gad!Quasi leo requiescitdilaceratque brachium et verticem.

21 Et vidit primitias sibi,quia ibi pars ducis erat reposita;qui fuit cum principibus populiet fecit iustitiam Dominiet iudicia sua cum Israel ".

22 De Dan quoque ait: Dan catulus leonisprosiliet largiter de Basan ".

23 De Nephthali dixit: Nephthali satiabatur beneplacitoet plenus erit benedictione Domini:mare et meridiem possidebit ".

24 De Aser quoque ait: Benedictus prae filiis Aser!Sit placens fratribus suiset tingat in oleo pedem suum.

25 Ferrum et aes serae tuae,sicut dies tui robur tuum ".

26 " Non est ut Deus Iesurun,qui ascendit super caelos ad auxilium tuumet in magnificentia sua super nubes.

27 Habitaculum Deus antiquus,et subter brachia sempiterna.Eiciet a facie tua inimicumdicetque: "Conterere!".

28 Habitabit Israel confidenter,et fons Iacob solus;stillabunt in terra frumenti et vini,caelique rorem.

29 Beatus tu, Israel! Quis similis tui,popule, qui salvaris in Domino?Ipse est scutum auxilii tuiet gladius gloriae tuae.Blandientur tibi inimici tui,et tu eorum altitudines calcabis ".