Jó 36

1 Eliú seguiu falando e disse:

2 “Mais um pouco de paciência, e eu lhe mostrarei que tenho mais argumentos a favor de Deus.

3 Trarei o meu conhecimento de longe e atribuirei a justiça ao meu Criador.

4 Porque, na verdade, as minhas palavras não são falsas; quem está diante de você é senhor do assunto.”

5 “Eis que Deus é grande e não despreza ninguém; ele é grande na força da sua compreensão.

6 Não poupa a vida do ímpio, mas faz justiça aos aflitos.

7 Deus não tira os seus olhos dos justos; pelo contrário, os assenta no trono com os reis, para sempre, e eles são exaltados.

8 Se estão presos com correntes e amarrados com cordas de aflição,

9 ele lhes faz ver as suas obras, as suas transgressões, e que se mostraram arrogantes.

10 Abre-lhes também os ouvidos para a instrução e ordena que se convertam da iniquidade.

11 Se o ouvirem e o servirem, acabarão os seus dias em felicidade e os seus anos em delícias.

12 Porém, se não o ouvirem, serão passados pela espada e morrerão na sua cegueira.”

13 “Os ímpios de coração alimentam a ira; e, quando são aprisionados por Deus, não clamam pedindo socorro.

14 Perdem a vida na sua mocidade e morrem entre os prostitutos cultuais.

15 Deus livra o aflito por meio da sua aflição e pelo sofrimento lhe abre os ouvidos.”

16 “Assim também a você Deus procura tirar da angústia e levar para um lugar espaçoso, em que não há aperto, e para o conforto de uma mesa cheia de comida saborosa.

17 Mas você se enche do juízo do perverso, e, por isso, o juízo e a justiça o alcançarão.

18 Tenha cuidado para que a ira não o leve a zombar, nem permita que a grande quantia do resgate o desvie.

19 Será que ele levaria em conta as suas lamúrias e todos os seus grandes esforços, para que você se veja livre da sua angústia?

20 Não suspire pela noite, em que povos serão tirados do seu lugar.

21 Cuidado! Não se incline para a iniquidade, você parece preferir a iniquidade à sua miséria.”

22 “Eis que Deus se mostra grande em seu poder! Quem é mestre como ele?

23 Quem lhe prescreveu o seu caminho ou quem pode lhe dizer: ‘Cometeste uma injustiça’?

24 Lembre-se de exaltar as obras de Deus, que as pessoas celebram.

25 Toda a humanidade olha para elas; as pessoas as contemplam de longe.

26 Eis que Deus é grande, e não o podemos compreender; o número dos seus anos não se pode calcular.”

27 “Ele atrai para si as gotas de água que de seu vapor destilam em chuva,

28 a qual as nuvens derramam e gotejam sobre a terra em grande abundância.

29 Pode alguém entender como ele estende as nuvens e como os trovões ecoam em sua tenda?

30 Eis que ele espalha sobre elas o seu relâmpago e encobre as profundezas do mar.

31 Pois por estas coisas ele julga os povos e lhes dá alimento em abundância.

32 Enche as mãos de relâmpagos e os arremessa contra o adversário.

33 O fragor da tempestade dá notícias a respeito dele, dele que é zeloso na sua ira contra a injustiça.”

Nova Almeida Atualizada© Copyright © 2017 Sociedade Bíblica do Brasil. Todos os direitos reservados. Texto bíblico utilizado com autorização. Saiba mais sobre a Sociedade Bíblica do Brasil www.sbb.org.br. A Sociedade Bíblica do Brasil trabalha para que a Bíblia esteja, efetivamente, ao alcance de todos e seja lida por todos. A SBB é uma entidade sem fins lucrativos, dedicada a promover o desenvolvimento integral do ser humano. Você também pode ajudar a Causa da Bíblia!