1 Reis 17

1 Elias, que era de Tisbe, em Gileade, disse ao rei Acabe: “Tão certo como vive o Senhor, o Deus de Israel, a quem sirvo, não haverá orvalho nem chuva durante os próximos anos, até que eu ordene!”.

2 Então o Senhor disse a Elias:

3 “Vá para o leste e esconda-se junto ao riacho de Querite, que fica a leste do rio Jordão.

4 Beba água do riacho e coma o que os corvos lhe trouxerem, pois eu dei ordem para levarem alimento até você”.

5 Elias fez o que o Senhor ordenou e acampou junto ao riacho de Querite, a leste do Jordão.

6 Os corvos lhe traziam pão e carne de manhã e à tarde, e ele bebia água do riacho.

7 Depois de algum tempo, porém, o riacho secou, pois não caía chuva em parte alguma da terra.

8 Então o Senhor disse a Elias:

9 “Vá morar em Sarepta, perto da cidade de Sidom. Dei ordem a uma viúva que mora ali para lhe dar alimento”.

10 Elias foi a Sarepta. Quando chegou ao portão da cidade, viu uma viúva apanhando gravetos e lhe perguntou: “Pode me dar um pouco de água para beber, por favor?”.

11 Enquanto ela ia buscar a água, ele disse: “Traga também um pedaço de pão”.

12 Mas ela respondeu: “Tão certo como vive o Senhor, seu Deus, não tenho um pedaço sequer de pão em casa. Tenho apenas um punhado de farinha que restou numa vasilha e um pouco de azeite no fundo do jarro. Estava apanhando alguns gravetos para preparar esta última refeição, e depois meu filho e eu morreremos”.

13 Elias, porém, disse: “Não tenha medo! Faça o que acabou de dizer, mas primeiro faça um pouco de pão para mim. Depois, use o resto para preparar uma refeição para você e seu filho.

14 Pois assim diz o Senhor, Deus de Israel: ‘Sempre haverá farinha na vasilha e azeite no jarro, até o dia em que o Senhor enviar chuva’”.

15 Ela fez conforme Elias disse. Assim, Elias, a mulher e a família dela tiveram alimento para muitos dias.

16 Sempre havia farinha na vasilha e azeite no jarro, exatamente como o Senhor tinha prometido por meio de Elias.

17 Algum tempo depois, o filho da mulher ficou doente. Foi piorando e, por fim, morreu.

18 Disse ela a Elias: “Homem de Deus, o que você me fez? Veio para lembrar-me de meus pecados e matar meu filho?”.

19 Elias, porém, respondeu: “Dê-me seu filho”. Tomou o corpo do menino dos braços dela, carregou-o para o andar de cima, onde estava hospedado, e o pôs na cama.

20 Então Elias clamou ao Senhor: “Ó Senhor, meu Deus, por que trouxeste desgraça a esta viúva que me recebeu em seu lar e fizeste o filho dela morrer?”.

21 Em seguida, Elias se deitou sobre o menino três vezes e clamou ao Senhor: “Ó Senhor, meu Deus, por favor, permite que a vida volte a este menino!”.

22 O Senhor ouviu a oração de Elias, e o menino voltou a viver.

23 Elias o levou para baixo e o entregou à mãe. “Veja, seu filho está vivo”, disse ele.

24 Então a mulher disse a Elias: “Agora tenho certeza de que você é um homem de Deus, e de que o Senhor verdadeiramente fala por seu intermédio!”.

Copyright© 2017 por Editora Mundo Cristão. Todos os direitos reservados em língua portuguesa. A Nova Versão Transformadora (NVT) e seu logotipo são marcas registradas. Usados com permissão.