Joel 3

1 “No tempo em que essas coisas acontecerem, quando eu restaurar Judá e Jerusalém,

2 reunirei todas as nações no vale de Josafá. Ali eu as julgarei por terem maltratado Israel, minha propriedade, por terem espalhado meu povo entre as nações e repartido minha terra.

3 Fizeram um sorteio para decidir quem de meu povo seria seu escravo. Deram meninos em troca de prostitutas e venderam meninas por vinho para se embriagar.

4 “O que vocês têm contra mim, Tiro, Sidom e cidades da Filístia? Estão tentando se vingar de mim? Se essa é sua intenção, tomem cuidado! Eu as atacarei sem demora e lhes darei o que merecem por suas ações.

5 Roubaram minha prata, meu ouro e meus tesouros preciosos e os levaram para seus templos.

6 Venderam aos gregos os habitantes de Judá e Jerusalém, para que os levassem para longe de sua terra natal.

7 “Mas eu os trarei de volta de todos os lugares para onde os venderam, e darei a vocês o que merecem.

8 Venderei seus filhos e filhas aos habitantes de Judá, e eles os venderão ao povo da Arábia, uma nação distante. Eu, o Senhor, falei!”

9 Anunciem às nações de toda parte: “Preparem-se para a guerra! Convoquem seus melhores guerreiros; que todos os seus soldados avancem para a batalha.

10 Forjem seus arados para fazer espadas e transformem suas podadeiras em lanças; treinem até os mais fracos para serem guerreiros.

11 Venham depressa, nações de toda parte; reúnam-se no vale!”. E agora, ó Senhor, convoca teus guerreiros!

12 “Que as nações se mobilizem para a guerra e marchem para o vale de Josafá! Ali eu, o Senhor, me sentarei para julgar todas elas.

13 Lancem a foice, pois a colheita está madura. Venham e pisem as uvas, pois o tanque de prensar está cheio. Os tonéis transbordam com a perversidade das nações.”

14 Multidões e multidões esperam no vale da decisão, onde o dia do Senhor chegará em breve.

15 O sol e a lua escurecerão, e as estrelas deixarão de brilhar.

16 A voz do Senhor rugirá desde Sião e trovejará desde Jerusalém; os céus e a terra tremerão. Mas o Senhor será refúgio para seu povo, uma fortaleza para o povo de Israel.

17 “Então vocês saberão que eu, o Senhor, seu Deus, habito em Sião, meu santo monte. Jerusalém será santa, e exércitos estrangeiros não voltarão a conquistá-la.

18 Naquele dia, vinho doce gotejará dos montes, e leite fluirá das colinas. Água encherá o leito dos riachos de Judá; uma fonte brotará do templo do Senhor e regará o vale das Acácias.

19 O Egito, porém, se transformará numa terra desolada, e Edom se tornará um deserto, pois atacaram o povo de Judá e mataram inocentes em sua terra.

20 “Judá, porém, ficará cheia de gente para sempre, e Jerusalém permanecerá por todas as gerações.

21 Perdoarei os crimes de meu povo, que ainda não perdoei; e eu, o Senhor, habitarei em Sião.”

Copyright© 2017 por Editora Mundo Cristão. Todos os direitos reservados em língua portuguesa. A Nova Versão Transformadora (NVT) e seu logotipo são marcas registradas. Usados com permissão.