Levítico 11

1 O Senhor disse a Moisés e a Arão:

2 “Deem as seguintes instruções ao povo de Israel. “De todos os animais que vivem em terra, estes são os que vocês poderão consumir como alimento:

3 qualquer animal que tenha os cascos divididos em duas partes e que rumine.

4 Mas, se o animal não apresentar essas duas características, não pode ser consumido. O camelo rumina, mas não tem os cascos divididos, de modo que é impuro para vocês.

5 O coelho silvestre rumina, mas não tem cascos divididos, por isso é impuro.

6 A lebre rumina, mas não tem cascos divididos, de modo que é impura.

7 O porco, embora tenha os cascos divididos, não rumina e, portanto, também é impuro.

8 Não comerão a carne desses animais nem tocarão em seu cadáver. São cerimonialmente impuros para vocês.

9 “De todos os animais que vivem nas águas, estes são os que vocês poderão consumir como alimento: qualquer animal aquático que tenha barbatanas e escamas, seja de água salgada ou de rios.

10 Contudo, jamais comerão animais de mar ou de rio que não tenham barbatanas e escamas. São detestáveis para vocês. Isso se aplica tanto às criaturas pequenas que vivem em águas rasas como a todas as criaturas que vivem em águas profundas.

11 Serão sempre detestáveis para vocês. Não comerão a carne delas nem tocarão em seu cadáver.

12 Qualquer animal aquático que não tem barbatanas e escamas é detestável para vocês.

13 “Estes são os animais voadores que vocês considerarão detestáveis e não comerão: o abutre-fouveiro, o abutre-barbudo, o abutre-fusco,

14 o milhafre e todas as espécies de falcão,

15 todas as espécies de corvos,

16 a coruja-de-chifres, a coruja-do-campo, a gaivota, todas as espécies de gaviões,

17 o mocho-galego, o cormorão, o corujão,

18 a coruja-das-torres, a coruja-do-deserto, o abutre-do-egito,

19 a cegonha, todas as espécies de garças, a poupa e o morcego.

20 “Não comerão insetos alados que rastejam pelo chão, pois são detestáveis para vocês.

21 Contudo, poderão comer insetos alados que andam pelo chão e têm pernas articuladas para saltar.

22 Os insetos que vocês poderão comer incluem todas as espécies de gafanhotos, gafanhotos migradores, grilos e gafanhotos devoradores.

23 Todos os outros insetos alados que andam pelo chão são detestáveis para vocês.

24 “Por causa dessas criaturas vocês se tornarão cerimonialmente impuros. Quem tocar em seus cadáveres ficará contaminado até o entardecer.

25 Quem carregar o cadáver delas deverá lavar as roupas e ficará contaminado até o entardecer.

26 “Todo animal com cascos divididos de forma desigual ou que não rumina é impuro para vocês. Quem tocar em algum desses animais ficará contaminado.

27 Dentre os quadrúpedes, aqueles que andam sobre a planta dos pés são impuros. Se alguém tocar no cadáver de algum desses animais, ficará impuro até o entardecer.

28 Se carregar o cadáver deles, deverá lavar as roupas e ficará contaminado até o entardecer. Esses animais são impuros para vocês.

29 “Dos animais pequenos que rastejam pelo chão, estes são impuros para vocês: a doninha, o rato, todas as espécies de lagartos grandes,

30 a lagartixa, o lagarto pintado, o lagarto comum, o lagarto da areia e o camaleão.

31 Todos esses animais pequenos são impuros para vocês. Se alguém tocar no cadáver de um deles, ficará contaminado até o entardecer.

32 Se um deles morrer e cair sobre algo, tornará impuro esse objeto, seja de madeira, tecido, couro ou pano de saco. Qualquer que seja seu uso, deverá ser colocado de molho em água e ficará impuro até o entardecer. Depois disso, estará cerimonialmente puro e poderá ser usado novamente.

33 “Se um desses animais cair numa vasilha de barro, tudo que estiver dentro da vasilha ficará contaminado, e a vasilha deverá ser despedaçada.

34 Se a água dessa vasilha cair sobre algum alimento, ele ficará contaminado. Qualquer bebida que estiver dentro da vasilha ficará contaminada.

35 Qualquer objeto no qual o cadáver de um desses animais cair ficará contaminado. Se o objeto for um fogão ou um forno de barro, deverá ser destruído, pois está contaminado e deverá ser tratado como tal.

36 “Se o cadáver de um desses animais cair numa fonte ou cisterna, a água continuará pura. Quem tocar no cadáver, porém, ficará cerimonialmente impuro.

37 Se o cadáver cair sobre sementes a serem plantadas no campo, ainda assim as sementes serão consideradas puras.

38 Mas, se já tiverem sido regadas quando o cadáver cair sobre elas, as sementes serão impuras.

39 “Se morrer um animal que vocês têm permissão de comer e alguém tocar no cadáver, ficará impuro até o entardecer.

40 Se alguém comer da carne do animal ou carregar o cadáver, deverá lavar as roupas e ficará impuro até o entardecer.

41 “Todos os animais pequenos que rastejam pelo chão são detestáveis, e vocês jamais devem comê-los.

42 Isso inclui todos os animais que se arrastam sobre o ventre, bem como os que têm quatro pernas e os que têm muitas patas. Todos esses animais que rastejam pelo chão são detestáveis, e vocês jamais devem comê-los.

43 Não se contaminem com eles. Não se tornem cerimonialmente impuros por causa deles,

44 pois eu sou o Senhor, seu Deus. Consagrem-se e sejam santos, pois eu sou santo. Não se contaminem com nenhum desses animais pequenos que rastejam pelo chão.

45 Eu, o Senhor, sou aquele que os tirou da terra do Egito para ser o seu Deus. Por isso, sejam santos, pois eu sou santo.

46 “Essas são as instruções acerca dos animais que vivem em terra, dos animais voadores, das criaturas aquáticas e dos animais que rastejam pelo chão.

47 Com essas instruções, vocês saberão o que é impuro e o que é puro, os animais que vocês podem comer e os que não podem”.

Copyright© 2017 por Editora Mundo Cristão. Todos os direitos reservados em língua portuguesa. A Nova Versão Transformadora (NVT) e seu logotipo são marcas registradas. Usados com permissão.