16

1 Resposta de Job:

2 Já tinha ouvido tudo isso antes. Que miseráveis consoladores são vocês.

3 Não quererão parar de vez com essas torrentes de loucura? Que disse eu afinalque vos leve a um falatório desses, sem fim?

4 Seria eu capaz de fazer sermões semelhantes aos vossos,se estivesse no vosso lugar e vocês no meu? Jorraria assim tanta crítica contra vocês,meneando a cabeça em sinal de censura?

5 Não! Antes haveria de falar de forma a ajudar-vos; tentaria sim aliviar-vos da vossa dor.

6 Mas quanto a mim, a minha dor não cessa, diga eu o que disser, e mesmo quando me calo, em nada sou ajudado.

7 Deus deitou-me por terra a mim e tirou-me a família.

8 Ó Deus, deixaste-me unicamente com a pele e os ossos- o que é a prova, dizem eles, dos meus pecados.

9 Deus odeia-me e com ira me rasga as carnes; range os dentes contra mim e vigiapara que não se reacenda qualquer pequeno sinal ainda de vida.

11 E Deus assim entrega a gente perversa, às mãos de pecadores.

12 Estava a viver muito tranquilamentee eis que de repende me quebrantou. Pegou-me pelo pescoço, fez-me em pedaços; seguidamente pendurou-me e pôs-se como alvo.

13 Os seus atiradores cercam-me, atirando sobre mim,de tal forma que o chão está todo manchado do meu sangue.

14 Ataca-me repetidamente; arremete contra mim como um lutador.

15 E aqui estou, vestido dum saco; a minha esperança jaz no pó do chão.

16 Tenho os olhos vermelhos de chorar;nas minhas pálpebras pesa a sombra da morte

17 E contudo estou inocente; a minha oração é pura.

18 Ó terra, não retenhas o meu sangue, rejeita-o em sinal de protesto!

19 Mesmo assim, tenho ainda, neste momento, no céu,a testemunha da minha inocência; está lá o meu advogado, lá no alto.

22 Porque em breve descerei pela estradapela qual ninguém volta para trás.