40

1 E o Senhor continuou:

2 Ainda queres continuar a argumentar com o Deus poderoso? Ou cedes? Se pretendes arvorar-te em crítico de Deus,então responde a isto tudo.

3 Então Job respondeu a Deus:

4 Eu nada valho- como poderia eu alguma vez encontrar respostapara essas coisas? Ponho antes a mão na boca e fico em silêncio. Já falei muito.

5 O Senhor tornou a dirigir-se a Job, do meio do redemoinho:

7 Levanta-te então, como um homemdeixa-me fazer-te uma pergunta, e dá-me depois a resposta.

8 Irás tu desacreditar a minha justiça e condenar-me,de forma a poderes dizer que és justo?

9 Serás tu tão forte como Deus, e poderás dar voz ao trovão como ele?

10 Pois então, veste os teus trajes de honra,reveste-te de honra e de esplendor.

11 Dá livre curso à tua ira, e que ela se derrame sobre os altivos.

12 Humilha os orgulhosos, só com um olhar teu; derruba os ímpios, onde quer que tentem estabelecer-se.

13 Lança-os no pó do chão, com os rostos virados para a morte.

14 Se puderes fazer tais coisas, então estarei de acordo contigo,em como a tua força te poderá salvar.

15 Olha só para aquele monstro ! Criei-o tanto como a ti! Come erva como um boi.

16 Repara nos seus fortíssimos lombos e nos músculos do seu ventre.

17 A cauda é tão forte como um cedro;tem os nervos das coxas entertecidos.

18 As vértebras parecem-se como tubos de bronze. As costelas são como barras de ferro.

19 É um animal imponente, entre toda a criação. Deus o mantém em respeito com a sua espada.

20 As montanhas oferecem-lhe o melhor do que têm para ele comer,enquanto os outros animais selvagens folgam.

23 E não fica incomodado com a força das correntes dos grandes rios,nem mesmo quando se trata do Jordão,na altura das grandes cheias.

24 Ninguém é capaz de o caçar, à sua vista,nem de lhe pôr uma argola no narize de o levar para outro lado.