6

1 Resposta de Job:

2 Oh, se a minha tristeza e a minha mágoa se pudessem pesar!

3 São mais pesadas do que a areia de milhares de praias. Por isso falei inconsideradamente.

4 Porque o Senhor me abateu com as suas flechas; as suas setas envenenadas penetraram fundo no meu coração. Todos os terrores vindos de Deus se levantaram sobre mim.

5 Quando os jumentos monteses zurram,é porque se lhes acabou a erva verde; o boi não se põe a mugir de fome se está junto do pasto;

6 uma pessoa em geral queixa-se,mas é se lhe faltar o tempero na comida. Terá algum gosto a clara do ovo crua- perco mesmo o apetite só de a ver; fico doente ao pensar que teria de a engolir!

8 Oh, se Deus me concedesse aquilo por que mais anseio- morrer debaixo da sua mãoe ficar livre do seu aperto, que me magoa.

10 Uma coisa, pelo menos, me dá consolação, apesar do sofrimento todo - é que não neguei as palavras do Deus Santo.

11 Porque é que, afinal, a minha própria resistência me mantém em vida? Como posso eu ter paciência para ficar à espera de morrer?

12 Sou eu insensível como uma pedra? É meu corpo de ferro?

13 Estou completamente desamparado, perdi toda a esperança.

14 Normalmente é-se amável para com um amigo enfraquecido; mas vocês acusam-me, sem o menor temor de Deus.

21 Assim acontece comigo - estou desiludido: vocês afastam-se de mim com terror e recusam-me ajuda.

24 Tudo o que pretendo é uma resposta adequada,e então ficarei sossegado. Digam-me o que eu fiz de errado?

26 Serão vocês capazes de me condenar,só porque tive um grito impulsivo de desespero?

27 Isso seria bater num órfão desamparado, ou vender um amigo.

28 Olhem para mim: Mentir-vos-ia eu?

29 Párem de me considerar culpado, porque sou uma pessoa recta. Não sejam tão injustos!

30 Não conheço eu bem a diferença entre o bem e o mal? Não saberia eu aceitar, se tivesse realmente pecado nalguma coisa?