A Ceia do Senhor

Quando pedimos a bênção de Deus sobre o vinho que tomamos na ceia do Senhor, isso significa que todos os que bebem dele partilham juntos da bênção do sangue de Cristo.

De igual forma, quando na mesma ocasião se reparte o pão para ser comido por todos, isso manifesta que participamos juntamente nos benefícios espirituais do corpo de Cristo. E todos comemos do mesmo pão, mostrando assim que somos parte do corpo único de Cristo.

1 Coríntios 10:16,17

18 Quando estavam sentados já a comer em torno da mesa, Jesus revelou-lhes: Digo-vos solenemente que um de vocês, um dos que está aqui a comer comigo, me vai trair.

19 Uma enorme tristeza se apoderou deles e perguntavam-lhe um após outro: Serei eu? Serei eu?

20 É um dos doze que estão a comer comigo agora. Eu tenho de morrer, tal como as Escrituras disseram há muito, mas desgraçado daquele que me vai trair! Mais lhe valia nunca ter nascido!

Marcos 14:18-21

Jesus sabia que o Pai dera tudo nas suas mãos e que viera de Deus e para Deus voltaria. Quanto aos seus discípulos, amou-os sempre da forma mais perfeita!

Depois da ceia, levantou-se da mesa, despiu a túnica, pôs uma toalha à volta da cintura , e, deitando água numa bacia, começou a lavar os pés dos discípulos e a enxugá-los com a toalha.

João 13:2-5

21 Neste momento, Jesus começou a angustiar-se e exclamou: Sim, é verdade, um de vocês vai trair-me.

22 Os discípulos entreolharam-se sem saberem a quem se referia.

23 Um deles, que estava à mesa, ao lado de Jesus, era o seu amigo mais íntimo. Simão Pedro fez-lhe sinal para que lhe perguntasse de quem falava. Então inclinando-se para Jesus, perguntou-lhe: Senhor, quem é?

26 Jesus disse: Aquele a quem eu der o pão ensopado no molho. E, depois de ter molhado um pedaço de pão, deu-o a Judas, filho de Simão Iscariotes. Logo que Judas o comeu, Satanás entrou nele, e Jesus disse-lhe: O que pretendes fazer fá-lo já.

28 Nenhum dos outros que estavam à mesa percebeu com que propósito Jesus lhe dissera aquilo. Alguns pensavam que, como Judas era o tesoureiro, Jesus o mandara pagar a refeição ou dar dinheiro aos pobres. Judas saiu imediatamente e desapareceu na noite.

João 13:21-30

Eu estou crucificado com Cristo; e apesar de continuar a viver, já não é o meu eu quem domina, mas é Cristo quem vive em mim. E o resto da minha existência nesta terra é o resultado da fé que eu tenho no Filho de Deus, o qual me amou e se entregou a si mesmo por mim. Se pudéssemos ser salvos da culpa do nosso pecado pela obediência à lei, é claro que a morte de Cristo teria sido inútil. Se eu seguisse este pensamento estaria a desprezar a dádiva de Deus.

Gálatas 2:20

E Jesus repetiu: Solenemente vos digo isto: a não ser que comam a carne do Filho do Homem e bebam o seu sangue, não poderão ter em vós a vida eterna. Mas todo aquele que comer a minha carne e beber o meu sangue tem a vida eterna, e eu o ressuscitarei no último dia. Porque a minha carne é o alimento verdadeiro, e o meu sangue é a bebida verdadeira. Todo aquele que come a minha carne e bebe o meu sangue está em mim, e eu nele.

Assim como eu vivo pelo Pai, o qual me enviou e vive eternamente, do mesmo modo aqueles que se alimentam de mim por mim viverão. Eu sou o pão vindo do céu; e todo aquele que comer este pão viverá para sempre, e não morrerá. Não é o caso dos vossos antepassados, que comeram o maná e morreram.

João 6:53-57

22 Enquanto comiam, Jesus pegou num pão e, pedindo a bênção de Deus sobre ele, partiu-o e deu-o aos discípulos: Comam. Isto é o meu corpo.

23 Depois, pegando num cálice com vinho, deu também graças a Deus por ele, e distribuiu-o aos discípulos e todos beberam dele. E disse-lhes:

24 Isto é o meu sangue, derramado a favor de muitos, para confirmar o novo acordo entre Deus e o homem. Solenemente declaro que não mais provarei vinho até que chegue o dia em que o beberei de novo no reino de Deus.

Marcos 14:22-25

Então chegou Jesus com os discípulos, e na altura devida todos se sentaram à mesa. Jesus disse:

Desejei muito comer esta Páscoa convosco antes de começar o meu sofrimento. Porque agora vos digo que não comerei outra vez assim em vossa companhia senão quando o que esta refeição representa se realizar no reino de Deus.

Lucas 22:14-16

No domingo, reunimo-nos para celebrar a Santa Ceia. Paulo pregou nesse encontro, e, porque ia partir no dia seguinte, alongou o seu discurso até à meia-noite.

Atos 20:7

26 Quando estavam a comer, Jesus pegou no pão e, abençoando-o, partiu-o em pedaços, deu-os aos discípulos e disse: Tomem e comam, porque isto é o meu corpo

27 E levantando um cálice com vinho, agradeceu a Deus por ele, entregou-o aos discípulos e disse: Que cada um beba dele,

28 porque isto é o meu sangue, que torna firme o novo pacto, e é derramado para perdoar os pecados de muitos.

29 Prestem atenção às minhas palavras: não beberei outra vez deste vinho senão no dia em que o beber de novo convosco no reino do meu Pai.h

30 Depois de cantarem um hino, foram até ao Monte das Oliveiras.

Mateus 26:26-30

4 O vosso marido era a lei judaica; mas vocês morreram com Cristo na cruz; e está como que desfeito o vosso casamento com a lei, a qual não mais tem força sobre as vossas vidas. E agora estão ligados a Cristo que ressuscitou para que possam dar frutos para Deus.

5 Quando a vossa velha natureza ainda estava activa, os instintos pecaminosos que a lei denuncia actuavam na vossa vida, tendo como resultado o fruto da morte.

6 Agora pois não temos mais que cuidar da lei, porque morremos para aquilo de que éramos escravos, e agora podemos servir Deus, não segundo a velha maneira, quer dizer, obedecendo a um conjunto de regulamentos, mas pelo Espírito duma maneira inteiramente nova.

Romanos 7:4-6

Porque de cada vez que comerem este pão e beberem este vinho estão a anunciar a mensagem da morte do Senhor. Façam pois isto até que ele volte.

1 Coríntios 11:26

E eu sou o pão da vida, que veio do céu. Quem comer deste pão viverá para sempre; a minha carne é esse pão, que darei para dar vida à humanidade.

João 6:51

17 Pegou então num copo de vinho e, depois de ter dado graças, disse: Tomem e repartam entre si, porque só tornarei a beber vinho quando tiver chegado o reino de Deus.

19 Depois pegou no pão e, dando igualmente graças a Deus por ele, partiu-o e deu-o aos discípulos: Este é o meu corpo, que é dado em vosso favor. Façam isto em memória de mim.

20 Depois da ceia serviu-lhes de novo um copo de vinho, dizendo: Este vinho é o sinal do novo pacto, assinado com o meu sangue, que é derramado em sacrifício por vocês .

Lucas 22:17-20

Sendo assim, irmãos, quando se juntarem à mesa do Senhor, esperem uns pelos outros.

Se alguém tem realmente fome, deve comer em casa, para não atrair castigo sobre si próprio quando estiverem todos reunidos uanto aos outros assuntos, falarei sobre eles convosco quando aí chegar.

1 Coríntios 11:33,34

15 É por isso que Cristo é o mediador de um novo pacto; porque tendo morrido para libertar as pessoas da culpa dos pecados, até os cometidos sob a primeira aliança, faz agora com que todos aqueles que são chamados possam entrar na posse dos bens eternos que lhes foram prometidos.

16 Quando alguém deixa um testamento, só depois de essa pessoa ter efectivamente morrido é que esse testamento é válido.

17 Só depois da sua morte, e não durante o tempo de vida, é que o testamento tem validade.

Hebreus 9:15-17

27 Por isso, se alguém come deste pão e bebe deste vinho de uma maneira indigna, torna-se culpado de pecado contra o corpo e o sangue do Senhor.

28 É por isso que cada um se deve examinar cuidadosamente antes de tomar este pão e de beber desta taça.

29 Porque se o fizer indignamente, não distinguindo o corpo do Senhor, está a comer e a beber para sua própria condenação.

30 É por isso que há no vosso meio muitos fracos e doentes e muitos já morrerem.

1 Coríntios 11:27-30

23 Eu recebi do Senhor o que já antes vos tinha transmitido: Na noite em que foi traído, o Senhor Jesus tomou o pão, e depois de ter dado graças, partiu-o dizendo: Tomem e comam-no; isto é o meu corpo, que é partido em vosso favor. Façam isto para se lembrarem de mim.

25 De igual modo, pegou na taça de vinho, no fim da ceia, e disse: Esta taça é o novo contrato entre Deus e vocês, estabelecido por meio do meu sangue. Façam isto, todas as vezes que beberem, em lembrança de mim.

26 Porque de cada vez que comerem este pão e beberem este vinho estão a anunciar a mensagem da morte do Senhor. Façam pois isto até que ele volte.

27 Por isso, se alguém come deste pão e bebe deste vinho de uma maneira indigna, torna-se culpado de pecado contra o corpo e o sangue do Senhor.

28 É por isso que cada um se deve examinar cuidadosamente antes de tomar este pão e de beber desta taça.

29 Porque se o fizer indignamente, não distinguindo o corpo do Senhor, está a comer e a beber para sua própria condenação.

30 É por isso que há no vosso meio muitos fracos e doentes e muitos já morrerem.

1 Coríntios 11:23-30

Depois pegou no pão e, dando igualmente graças a Deus por ele, partiu-o e deu-o aos discípulos: Este é o meu corpo, que é dado em vosso favor. Façam isto em memória de mim.

Depois da ceia serviu-lhes de novo um copo de vinho, dizendo: Este vinho é o sinal do novo pacto, assinado com o meu sangue, que é derramado em sacrifício por vocês .

Lucas 22:19,20

23 Eu recebi do Senhor o que já antes vos tinha transmitido: Na noite em que foi traído, o Senhor Jesus tomou o pão, e depois de ter dado graças, partiu-o dizendo: Tomem e comam-no; isto é o meu corpo, que é partido em vosso favor. Façam isto para se lembrarem de mim.

25 De igual modo, pegou na taça de vinho, no fim da ceia, e disse: Esta taça é o novo contrato entre Deus e vocês, estabelecido por meio do meu sangue. Façam isto, todas as vezes que beberem, em lembrança de mim.

26 Porque de cada vez que comerem este pão e beberem este vinho estão a anunciar a mensagem da morte do Senhor. Façam pois isto até que ele volte.

1 Coríntios 11:23-26

26 Quando estavam a comer, Jesus pegou no pão e, abençoando-o, partiu-o em pedaços, deu-os aos discípulos e disse: Tomem e comam, porque isto é o meu corpo

27 E levantando um cálice com vinho, agradeceu a Deus por ele, entregou-o aos discípulos e disse: Que cada um beba dele,

28 porque isto é o meu sangue, que torna firme o novo pacto, e é derramado para perdoar os pecados de muitos.

29 Prestem atenção às minhas palavras: não beberei outra vez deste vinho senão no dia em que o beber de novo convosco no reino do meu Pai.h

Mateus 26:26-29

7 Ao chegar o dia da celebração, no qual se matava o cordeiro da Páscoa, que depois se comia com pão sem fermento, Jesus enviou Pedro e João à frente para que arranjassem onde preparar a sua refeição da Páscoa.

9 Onde queres que vamos?, perguntaram.

10 Logo que entrarem em Jerusalém encontrarão um homem transportando um cântaro de água. Sigam-no até à casa onde entrar e digam ao homem que ali vive: 'O nosso Mestre pede-te que nos mostres a sala onde irá comer a refeição da Páscoa com os seus discípulos.'

12 Ele vos levará a uma grande sala mobilada. Preparem aí a refeição.

13 Foram, então, até à cidade e tudo se passou como Jesus dissera; ali prepararam a ceia da Páscoa.

14 Então chegou Jesus com os discípulos, e na altura devida todos se sentaram à mesa. Jesus disse:

Lucas 22:7-14

Não podem beber, ao mesmo tempo, na ceia do Senhor e na mesa dos demónios. Não podem comer o pão da mesa do Senhor, e depois ir tomar da comida dos demónios.

1 Coríntios 10:21

Afinal quando se juntam, não é para participar na ceia do Senhor; é para tomarem a vossa própria refeição. E assim cada um procura servir-se sem esperar por repartir com os outros, de tal forma que uns não comem o suficiente e outros excedem-se!

Não poderiam vocês comer e beber cada um na sua casa segundo a fome que tiverem, de forma a evitar esta vergonha para a igreja e a humilhação que representa para o pobre ter que se retirar sem comer? Que esperam vocês que eu diga sobre isto? Não contem que venha elogiar-vos!

1 Coríntios 11:20-22

5 Porque foi como se tivéssemos morrido com ele; e agora partilhamos com ele da sua nova vida, na ressurreição. A nossa velha natureza foi pregada com ele na cruz; tudo aquilo que em nós servia de alimento ao pecado foi como que destruído, de forma que não mais fiquemos sujeitos ao domínio do pecado. Porque quando morremos para o pecado ficámos libertos do seu poder sobre nós.

8 Portanto, sendo que já morremos com Cristo, sabemos por consequência que partilhamos da sua vida. Cristo ressuscitou dos mortos e viverá eternamente. A morte não mais tem poder sobre ele

10 Ele morreu, uma vez por todas, para acabar com o poder do pecado, e eis que vive agora numa comunhão contínua com Deus, seu Pai

Romanos 6:5-10