Amós 1

1 As palavras de Amós, que era entre os pastores de Técoa, as quais viu no tocante a Israel, nos dias de Uzias, rei de Judá, e nos dias de Jeroboão, filho de Joás, rei de Israel, dois anos antes do terremoto.

2 Ele disse: Jeová rugirá de Sião, e de Jerusalém fará ouvir a sua voz: as pastagens dos pastores prantearão, e o cume do Carmelo secará.

3 Assim diz Jeová: Por causa de três transgressões de Damasco, sim de quatro, não desviarei o seu castigo; porque trilharam a Gileade com trilhos de ferro.

4 Porém meterei na casa de Hazael um fogo, que devorará os palácios de Ben-Hadade.

5 Quebrarei o ferrolho de Damasco, e exterminarei do vale de Áven o morador, e da casa de Éden aquele que tem o cetro; e o povo da Síria será levado em cativeiro a Quir, diz Jeová.

6 Assim diz Jeová: Por causa de três transgressões de Gaza, sim de quatro, não desviarei o seu castigo; porque levaram cativo todo o povo, para o entregarem a Edom.

7 Porém meterei aos muros de Gaza um fogo, que devorará os palácios dela;

8 de Asdode exterminarei o morador, e de Ascalom aquele que tem o cetro; tornarei a minha mão contra Ecrom, e perecerá o resto dos filisteus, diz Jeová.

9 Assim diz Jeová: Por causa de três transgressões de Tiro, sim de quatro, não desviarei o seu castigo, porque entregaram o povo todo a Edom, e não se lembraram da aliança de irmãos.

10 Porém meterei aos muros de Tiro um fogo que lhe devorará os palácios.

11 Assim diz Jeová: Por causa de três transgressões de Edom, sim de quatro, não desviarei o seu castigo; porque perseguiu a seu irmão com a espada, e pôs de lado toda a compaixão, e a sua ira despedaçou perpetuamente, e conservou a sua indignação para sempre.

12 Porém meterei a Temã um fogo que devorará os palácios de Bozra.

13 Assim diz Jeová: Por causa de três transgressões dos filhos de Amom, sim de quatro, não desviarei o seu castigo; porque fenderam o ventre às grávidas de Gileade, para dilatarem os seus termos.

14 Porém meterei aos muros de Rabá um fogo que lhe devorará os palácios, com alarido no dia da batalha, com tempestade no dia do turbilhão.

15 O seu rei irá para o cativeiro, ele e seus príncipes juntamente, diz Jeová.

1 Oráculos de Amós, que foi um dos pastores de Técua. Revelações que recebeu acerca de Israel no tempo de Ozias, rei de Judá, e de Jeroboão, filho de Joás, rei de Israel, dois anos antes do tremor de terra.

2 Ele diz: O Senhor rugirá de Sião, trovejará de Jerusalém; os prados dos pastores estarão de luto, o cume do Carmelo secará.

3 Oráculo do Senhor: Por causa do triplo e do quádruplo crime de Damasco, não mudarei meu decreto. Porque esmagaram Galaad com grades de ferro,

4 porei fogo à casa de Hazael, e esse fogo devorará os palácios de Ben-Hadad.

5 Quebrarei os ferrolhos de Damasco, exterminarei os habitantes de Biqat-Aven e o que tem na mão o cetro em Bet-Eden. E o povo da Síria será deportado para Quir, diz o Senhor.

6 Oráculo do Senhor: Por causa do triplo e do quádruplo crime de Gaza, não mudarei meu decreto. Porque deportaram uma multidão de exilados, para entregá-los a Edom,

7 porei fogo aos muros de Gaza, e esse fogo devorará os seus palácios.

8 Exterminarei os habitantes de Azot, e o que tem na mão o cetro em Ascalon. Voltarei minha mão contra Acaron para aniquilar o resto dos filisteus, diz o Senhor Javé.

9 Oráculo do Senhor: Por causa do triplo e do quádruplo crime de Tiro, não mudarei meu decreto. Porque entregaram uma multidão de cativos a Edom, e não se lembraram do pacto fraterno,

10 porei fogo aos muros de Tiro para que esse fogo devore os seus palácios.

11 Oráculo do Senhor: Por causa do triplo e do quádruplo crime de Edom, não mudarei meu decreto. Porque perseguiu seu irmão com a espada abafando toda a compaixão, e porque sua cólera não cessa de despedaçar, e persiste em guardar perpetuamente rancor,

12 porei fogo em Temã, o qual devorará os palácios de Bosra.

13 Oráculo do Senhor: Por causa do triplo e do quádruplo crime dos amonitas, não mudarei meu decreto. Porque rasgaram os ventres das mulheres grávidas de Galaad, a fim de dilatar suas fronteiras,

14 porei fogo aos muros de Rabá, para que devore seus palácios. Em meio aos gritos de guerra no dia da batalha, no meio do turbilhão, no dia da tempestade,

15 seu rei irá para o exílio com seus chefes, diz o Senhor.

Publicidade

Capítulos

Bíblias