Malaquias

K

Malaquias

  • 1
  • 2
  • 3

Trigésimo nono livro da Bíblia e último do antigo testamento, neste livro acompanhamos os esforços do profeta Malaquias em levar a Palavra do Senhor para os judeus, para que voltassem suas vidas para Ele. A autoria do livro é atribuída ao profeta Malaquias.

Ao longo de quatro capítulos vemos que os judeus já não cumpriam suas obrigações, pois não faziam corretamente os sacrifícios que deveriam fazer a Deus. O pecado tomou conta mais uma vez do povo. Alguns homens estavam sendo infiéis às esposas, a população não praticava o dízimo da forma certa e os sacrifícios estava sendo feitos de forma inapropriada, com animais doentes, embora a lei exigisse animais saudáveis. “Porém, havendo nele algum defeito, se for coxo, ou cego, ou tiver qualquer defeito, não o sacrificarás ao Senhor teu Deus” (Deuteronômio 15:21).

Além do povo, o Senhor condena as atitudes dos sacerdotes, que também não estavam fazendo os sacríficos de forma correta. Os sacerdotes deveriam ser figuras que representassem conhecimento e obediência às leis, mas estavam sendo considerados maus exemplos para a população.

Apesar dos pecados praticados, Malaquias deixa claro o amor de Deus pelo Seu povo, lembrando-os da importância de seguir uma vida nos ensinamentos dEle. O profeta mostra também que um mensageiro de Deus viria para preparar o caminho para o Messias.

Portanto, neste livro podemos entender a forma como os judeus estavam vivendo, se afastando de Deus e cumprindo de forma errada os seus ensinamentos. Porém, o profeta Malaquias mostra o amor que Deus tem por todos e a importância de honrar ao Senhor.

Bíblia Online

Versículos por Tema

Antigo Testamento