Levítico 23

1 O Senhor disse a Moisés:

2 — Fale aos filhos de Israel e diga-lhes: As festas fixas do Senhor, que vocês proclamarão, serão santas convocações; são estas as minhas festas.

3 — Seis dias vocês trabalharão, mas o sétimo dia será o sábado de descanso solene, santa convocação; não façam nenhuma obra; é sábado dedicado ao Senhor onde quer que vocês morarem.

4 — São estas as festas fixas do Senhor, as santas convocações, que vocês proclamarão no seu tempo determinado:

5 no primeiro mês, aos catorze do mês, no crepúsculo da tarde, é a Páscoa do Senhor.

6 E aos quinze dias deste mês é a Festa dos Pães sem Fermento do Senhor; durante sete dias vocês comerão pães sem fermento.

7 No primeiro dia vocês terão uma santa convocação; não façam nenhum trabalho.

8 Durante sete dias vocês apresentarão oferta queimada ao Senhor; no sétimo dia haverá uma santa convocação; não façam nenhum trabalho nesse dia.

9 O Senhor disse a Moisés:

10 — Fale aos filhos de Israel e diga-lhes: Quando entrarem na terra que eu lhes dou e fizerem a colheita, vocês trarão um feixe das primícias da colheita ao sacerdote;

11 este moverá o feixe diante do Senhor, para que vocês sejam aceitos;

12 o sacerdote moverá o feixe no dia imediatamente após o sábado. No dia em que moverem o feixe, vocês oferecerão um cordeiro sem defeito, de um ano, em holocausto ao Senhor.

13 A oferta de cereais que acompanha o holocausto serão quatro litros da melhor farinha, amassada com azeite, para oferta queimada de aroma agradável ao Senhor, e a libação que acompanha será de um litro de vinho.

14 Vocês não deverão comer pão, nem trigo torrado, nem espigas de trigo verdes, até o dia em que vocês trouxerem a oferta ao seu Deus; este é um estatuto perpétuo durante as gerações de vocês, onde quer que morarem.

15 — Contem sete semanas a partir do dia imediatamente após o sábado, a partir do dia em que trouxerem o feixe da oferta movida; deverão ser semanas inteiras.

16 Até o dia que vem depois do sétimo sábado, contem cinquenta dias; então apresentem nova oferta de cereais ao Senhor.

17 De onde estiverem morando tragam dois pães para serem movidos. Os pães serão feitos com quatro litros da melhor farinha, assados com fermento; são primícias ao Senhor.

18 Junto com o pão ofereçam sete cordeiros de um ano, sem defeito, um novilho e dois carneiros; serão holocausto ao Senhor, acompanhado da oferta de cereais e das libações, que serão apresentadas como oferta queimada de aroma agradável ao Senhor.

19 Ofereçam também um bode como oferta pelo pecado, e dois cordeiros de um ano como oferta pacífica.

20 O sacerdote os moverá, com o pão das primícias, por oferta movida diante do Senhor, com os dois cordeiros; santos serão ao Senhor, para o uso do sacerdote.

21 No mesmo dia, se proclamará que vocês terão santa convocação; não façam nenhum trabalho nesse dia; é estatuto perpétuo onde quer que vocês morarem, de geração em geração.

22 — Quando fizerem a colheita na terra de vocês, não colham até as beiradas do seu campo, nem recolham as espigas que caíram durante a colheita; deixem essas espigas para os pobres e para os estrangeiros. Eu sou o Senhor, o Deus de vocês.

23 O Senhor disse a Moisés:

24 — Fale aos filhos de Israel, dizendo: No primeiro dia do sétimo mês, vocês terão um descanso solene, memorial, com toques de trombetas, santa convocação.

25 Nesse dia não farão nenhum trabalho, mas trarão oferta queimada ao Senhor.

26 O Senhor disse ainda a Moisés:

27 — Mas, aos dez dias deste sétimo mês, será o Dia da Expiação; façam uma santa convocação e humilhem-se; tragam uma oferta queimada ao Senhor.

28 Nesse mesmo dia, vocês não farão nenhum trabalho, porque é o Dia da Expiação, para fazer expiação por vocês diante do Senhor, o seu Deus.

29 Qualquer pessoa que, nesse dia, não se humilhar será eliminada do seu povo.

30 Quem, nesse dia, fizer algum trabalho, a esse eu destruirei do meio do seu povo.

31 Não façam nenhum trabalho nesse dia; é estatuto perpétuo pelas gerações de vocês, onde quer que morarem.

32 Será um sábado de descanso solene para vocês e vocês se humilharão; da tarde do dia nove desse mês até a tarde do dia seguinte vocês celebrarão esse sábado.

33 O Senhor disse a Moisés:

34 — Fale aos filhos de Israel, dizendo: Aos quinze dias deste sétimo mês será a Festa dos Tabernáculos ao Senhor, durante sete dias.

35 No primeiro dia, haverá santa convocação; não façam nenhum trabalho.

36 Durante sete dias, apresentem ofertas queimadas ao Senhor. No oitavo dia, vocês terão uma santa convocação e apresentarão ofertas queimadas ao Senhor; é reunião solene, não façam nenhum trabalho nesse dia.

37 — São estas as festas fixas do Senhor, que vocês proclamarão para santas convocações, para apresentar ao Senhor oferta queimada, holocausto e oferta de cereais, sacrifício e libações, cada qual em seu dia próprio,

38 além dos sábados do Senhor, das dádivas, de todos os votos de vocês e de todas as ofertas voluntárias que vocês darão ao Senhor.

39 — Porém, aos quinze dias do sétimo mês, quando tiverem recolhido os produtos da terra, vocês celebrarão a festa do Senhor, durante sete dias. No primeiro dia e também no oitavo, haverá descanso solene.

40 No primeiro dia, peguem para vocês frutos das melhores árvores, ramos de palmeiras, ramos de árvores frondosas e de salgueiros; e, durante sete dias, vocês se alegrarão diante do Senhor, o seu Deus.

41 Celebrem esta festa ao Senhor durante sete dias cada ano; é estatuto perpétuo de geração em geração; no sétimo mês, vocês celebrarão esta festa.

42 Durante sete dias vocês habitarão em tendas de ramos; todos os naturais de Israel habitarão em tendas,

43 para que as gerações de vocês saibam que eu fiz com que os filhos de Israel habitassem em tendas, quando os tirei da terra do Egito. Eu sou o Senhor, o Deus de vocês.

44 Assim, Moisés declarou as festas fixas do Senhor aos filhos de Israel.

Nova Almeida Atualizada© Copyright © 2017 Sociedade Bíblica do Brasil. Todos os direitos reservados. Texto bíblico utilizado com autorização. Saiba mais sobre a Sociedade Bíblica do Brasil www.sbb.org.br. A Sociedade Bíblica do Brasil trabalha para que a Bíblia esteja, efetivamente, ao alcance de todos e seja lida por todos. A SBB é uma entidade sem fins lucrativos, dedicada a promover o desenvolvimento integral do ser humano. Você também pode ajudar a Causa da Bíblia!