Ele disse: "O SENHOR ruge de Sião e troveja de Jerusalém; secam-se as pastagens dos pastores, e murcha o topo do Carmelo".

Assim diz o SENHOR: "Assim como o pastor arranca da boca do leão só dois ossos da perna ou um pedaço da orelha, assim serão arrancados os israelitas de Samaria, com um canto de cama e um pedaço de sofá.

Mas o SENHOR me tirou do serviço junto ao rebanho e me disse: ‘Vá, profetize a Israel, o meu povo’.

para que o meu povo conquiste o remanescente de Edom e todas as nações que me pertencem”, declara o SENHOR, que realizará essas coisas.

E o SENHOR me perguntou: “O que você está vendo, Amós? ” “Um prumo”, respondi. Então disse o Senhor: “Veja! Estou pondo um prumo no meio de Israel, o meu povo; não vou poupá-lo mais.

“O que você está vendo, Amós? ”, ele perguntou. Um cesto de frutas maduras, respondi. Então o SENHOR me disse: “Chegou o fim de Israel, o meu povo; não mais o pouparei”.

O SENHOR, o Soberano, me mostrou um cesto de frutas maduras.

Pisam sobre a cabeça dos necessitados como pisam no pó da terra, e negam justiça ao oprimido. Pai e filho possuem a mesma mulher e assim profanam o meu santo nome.

Trarei de volta Israel, o meu povo exilado, eles reconstruirão as cidades em ruínas e nelas viverão. Plantarão vinhas e beberão do seu vinho; cultivarão pomares e comerão do seu fruto.

O seu rei irá para o exílio, ele e toda a sua corte", diz o SENHOR.

Destruirei o seu governante e com ele matarei todas as autoridades", diz o SENHOR.

O leão rugiu, quem não temerá? O SENHOR Soberano falou, quem não profetizará?

“Sem dúvida, os olhos do SENHOR, o Soberano, se voltam para este reino pecaminoso. Eu o varrerei da superfície da terra, mas não destruirei totalmente a descendência de Jacó”, declara o SENHOR.

O SENHOR Soberano jurou por si mesmo! Assim declara o SENHOR, o Deus dos Exércitos: "Eu detesto o orgulho de Jacó e odeio os seus palácios; entregarei a cidade e tudo que nela existe".

Então o SENHOR arrependeu-se e declarou: “Isso não acontecerá”.

Ai de vocês que anseiam pelo dia do SENHOR! O que pensam vocês do dia do SENHOR? Será dia de trevas, não de luz.

Então o SENHOR arrependeu-se e declarou: “Isso também não acontecerá”.

O SENHOR jurou contra o orgulho de Jacó: “Jamais esquecerei coisa alguma do que eles fizeram.

"Ouçam isto e testemunhem contra a descendência de Jacó", declara o SENHOR Soberano, o Deus dos Exércitos.

Até mesmo os guerreiros mais corajosos fugirão nus naquele dia", declara o SENHOR.

Assim diz o SENHOR à nação de Israel: "Busquem-me e terão vida;

O Soberano, o SENHOR, mostrou-me também que, para o julgamento, estava chamando o fogo, o qual secou o grande abismo e devorou a terra.

Quanto ao Senhor, o SENHOR dos Exércitos, ele toca na terra, e ela se derrete, e todos os que nela vivem pranteiam; ele ergue toda a terra como o Nilo, e depois a afunda como o ribeiro do Egito.

Todos os pecadores que há no meio do meu povo morrerão à espada, todos os que dizem: ‘A desgraça não nos atingirá nem nos encontrará’.

“Estão chegando os dias”, declara o SENHOR, o Soberano, “em que enviarei fome a toda esta terra; não fome de comida nem sede de água, mas fome e sede de ouvir as palavras do SENHOR.

Haverá lamentos em todas as vinhas, pois passarei no meio de vocês", diz o SENHOR.

Odeiem o mal, amem o bem; estabeleçam a justiça nos tribunais. Talvez o SENHOR, o Deus dos Exércitos, tenha misericórdia do remanescente de José.

Certamente o SENHOR Soberano não faz coisa alguma sem revelar o seu plano aos seus servos, os profetas.

Busquem o bem, não o mal, para que tenham vida. Então o SENHOR, o Deus dos Exércitos, estará com vocês, conforme vocês afirmam.

Por isso eu os mandarei para o exílio, para além de Damasco", diz o SENHOR, o Deus dos Exércitos é o seu nome.

“Naquele dia”, declara o SENHOR, o Soberano: “Farei o sol se pôr ao meio-dia e em plena luz do dia escurecerei a terra.

Quando a trombeta toca na cidade, o povo não treme? Ocorre alguma desgraça na cidade, sem que o SENHOR a tenha mandado?

"Eles não sabem como agir direito", declara o SENHOR, "eles, que acumulam em seus palácios o que roubaram e saquearam".

Portanto, assim diz o SENHOR Soberano: "Um inimigo está cercando o país. Ele derrubará as suas fortalezas e saqueará os seus palácios".

Pois o SENHOR deu a ordem, e ele despedaçará a casa grande e fará em pedacinhos a casa pequena.

Assim diz o Soberano SENHOR: "A cidade que mandar mil para o exército ficará com cem; e a que mandar cem ficará com dez".

Plantarei Israel em sua própria terra, para nunca mais ser desarraigado da terra que lhe dei”, diz o SENHOR, o seu Deus.

Destruirei o rei de Asdode e aquele que segura o cetro em Ascalom. Erguerei a minha mão contra Ecrom, até que morra o último dos filisteus", diz o SENHOR Soberano.

Assim diz o SENHOR: "Por três transgressões de Judá, e ainda mais por quatro, não anularei o castigo. Porque rejeitou a lei do SENHOR e não obedeceu aos seus decretos, porque se deixou enganar por deuses falsos, deuses que os seus antepassados seguiram,

Foi isto que o SENHOR, o Soberano, me mostrou: ele estava preparando enxames de gafanhotos depois da colheita do rei, justo quando brotava a segunda safra.

Ouçam esta palavra que o SENHOR falou contra vocês, ó israelitas; contra toda esta família que tirei do Egito:

Cada um de vocês sairá pelas brechas no muro, e vocês serão atirados na direção do Hermom", declara o SENHOR.

O dia do SENHOR será de trevas e não de luz. Uma escuridão total, sem um raio de claridade.

Ele me mostrou ainda isto: o Senhor, com um prumo na mão, estava junto a um muro construído no rigor do prumo.

“Naquele dia”, declara o SENHOR, o Soberano, “as canções no templo se tornarão lamentos. Muitos, muitos serão os corpos, atirados por todos os lados! Silêncio! ”

Assim diz o SENHOR: "Por três transgressões de Israel, e ainda mais por quatro, não anularei o castigo. Vendem por prata o justo, e por um par de sandálias o pobre.

Derrubarei a porta de Damasco; destruirei o rei que está no vale de Áven e aquele que segura o cetro em Bete-Éden. O povo da Síria irá para o exílio em Quir", diz o SENHOR.

O SENHOR Soberano jurou pela sua santidade: "Certamente vai chegar o tempo em que serão levados com ganchos, e os últimos de vocês com anzóis.

“Dias virão”, declara o SENHOR, “em que a ceifa continuará até o tempo de arar, e o pisar das uvas até o tempo de semear. Vinho novo gotejará dos montes e fluirá de todas as colinas.

Assim diz o SENHOR: "Por três transgressões de Damasco e ainda mais por quatro, não anularei o castigo. Porque trilhou Gileade com trilhos de ferro pontudos,