21 O sábio de coração é considerado prudente; quem fala com equilíbrio promove a instrução.

22 O entendimento é fonte de vida para aqueles que o têm, mas a insensatez traz castigo aos insensatos.

23 O coração do sábio ensina a sua boca, e os seus lábios promovem a instrução.

24 As palavras agradáveis são como um favo de mel, são doces para a alma e trazem cura para os ossos.

Provérbios 16:21-24