Ezequiel 30

1 Recebi outra mensagem do Senhor:

2 “Filho do homem, profetize e transmita esta mensagem do Senhor Soberano: “Chorem e lamentem por esse dia,

3 pois o dia terrível se aproxima, o dia do Senhor! É um dia de nuvens densas, um dia de desespero para as nações.

4 Uma espada virá contra o Egito, e o chão se cobrirá de mortos. Sua riqueza será levada, e seus alicerces serão destruídos. A terra da Etiópia será saqueada;

5 Etiópia, Líbia, Lídia, toda a Arábia e seus outros aliados serão destruídos nessa guerra.

6 “Pois assim diz o Senhor: Todos os aliados do Egito cairão, e acabará o orgulho de seu poder. Desde Migdol até Assuã, serão mortos pela espada, diz o Senhor Soberano.

7 O Egito ficará desolado, cercado por outras nações desoladas, e suas cidades ficarão devastadas, cercadas por outras cidades devastadas.

8 Os egípcios saberão que eu sou o Senhor quando tiver incendiado o Egito e destruído todos os seus aliados.

9 Naquele dia, enviarei mensageiros velozes em navios para aterrorizar os confiantes etíopes. Grande angústia se apossará deles no dia da inevitável destruição do Egito!

10 “Pois assim diz o Senhor Soberano: Pelo poder de Nabucodonosor, rei da Babilônia, acabarei com as multidões do Egito.

11 Ele e seus exércitos, os mais cruéis de todos, serão enviados para destruir a terra. Guerrearão contra o Egito até que o chão fique coberto de mortos.

12 Secarei o rio Nilo e venderei a terra a homens maus. Pelas mãos de estrangeiros, devastarei a terra do Egito e tudo que nela há. Eu, o Senhor, falei!

13 “Assim diz o Senhor Soberano: Despedaçarei os ídolos do Egito e as imagens em Mênfis. Não restarão governantes no Egito; o terror se espalhará por toda a terra.

14 Destruirei o sul do Egito, incendiarei Zoã e trarei julgamento contra Tebas.

15 Derramarei minha fúria sobre Pelúsio, a fortaleza mais poderosa do Egito, e exterminarei as multidões de Tebas.

16 Sim, incendiarei todo o Egito: Pelúsio se contorcerá de dor, Tebas será despedaçada, e Mênfis viverá em constante terror.

17 Os jovens de Heliópolis e de Bubastis morrerão na batalha, e as mulheres serão levadas como escravas.

18 Quando eu quebrar a força arrogante do Egito, também será um dia de trevas para Tafnes. Uma nuvem escura a encobrirá, e suas filhas serão levadas como prisioneiras.

19 Assim, trarei grande castigo sobre o Egito, e eles saberão que eu sou o Senhor”.

20 Em 29 de abril, no décimo primeiro ano do exílio do rei Joaquim, recebi esta mensagem do Senhor:

21 “Filho do homem, quebrei o braço do faraó, rei do Egito. Seu braço não foi enfaixado para sarar, e também não foram postas talas para fortalecê-lo de modo que pudesse segurar uma espada.

22 Portanto, assim diz o Senhor Soberano: Eu sou inimigo do faraó, rei do Egito! Quebrarei seus dois braços, o bom e o que já foi quebrado, e farei a espada cair de sua mão.

23 Espalharei os egípcios entre nações do mundo inteiro.

24 Fortalecerei os braços do rei da Babilônia e porei minha espada em sua mão, mas quebrarei os braços do faraó; ele ficará caído, mortalmente ferido, gemendo de dor.

25 Fortalecerei os braços do rei da Babilônia, enquanto os braços do faraó pendem inúteis. E, quando eu puser minha espada na mão do rei da Babilônia e ele a levantar contra o Egito, os egípcios saberão que eu sou o Senhor.

26 Espalharei os egípcios entre nações do mundo inteiro. Então eles saberão que eu sou o Senhor”.

Copyright© 2017 por Editora Mundo Cristão. Todos os direitos reservados em língua portuguesa. A Nova Versão Transformadora (NVT) e seu logotipo são marcas registradas. Usados com permissão.