Deuteronômio 27

1 Então Moisés, acompanhado dos líderes de Israel, deu a seguinte ordem ao povo: “Obedeçam a todos estes mandamentos que hoje lhes dou.

2 Quando atravessarem o rio Jordão e entrarem na terra que o Senhor, seu Deus, lhes dá, levantem pedras grandes e pintem-nas com cal.

3 Escrevam nelas todos os termos desta lei quando atravessarem o rio para entrar na terra que o Senhor, seu Deus, lhes dá, uma terra que produz leite e mel com fartura, conforme lhes prometeu o Senhor, o Deus de seus antepassados.

4 Depois de atravessarem o Jordão, levantem essas pedras pintadas de cal no monte Ebal, como hoje lhes ordeno.

5 “Construam ali um altar para o Senhor, seu Deus, usando pedras inteiras, em sua forma natural. Não alterem a forma das pedras com ferramenta de ferro.

6 Construam o altar com pedras que não foram cortadas e usem-no para oferecer holocaustos ao Senhor, seu Deus.

7 Apresentem também sacrifícios de ofertas de paz e celebrem, comendo e alegrando-se na presença do Senhor, seu Deus.

8 Escrevam de forma bem visível todos os termos desta lei nas pedras pintadas de cal”.

9 Em seguida, Moisés e os sacerdotes levitas disseram a todo o Israel: “Faça silêncio e ouça, ó Israel! Hoje você se tornou o povo do Senhor, seu Deus.

10 Obedeça, portanto, ao Senhor, seu Deus, cumprindo todos estes mandamentos e decretos que hoje lhe dou”.

11 No mesmo dia, Moisés deu ao povo a seguinte ordem:

12 “Quando atravessarem o rio Jordão, as tribos de Simeão, Levi, Judá, Issacar, José e Benjamim ficarão no monte Gerizim, de onde proclamarão uma bênção sobre o povo.

13 As tribos de Rúben, Gade, Aser, Zebulom, Dã e Naftali ficarão no monte Ebal, de onde proclamarão uma maldição.

14 “Então os levitas dirão em alta voz a todo o povo de Israel:

15 ‘Maldito quem esculpir ou fundir um ídolo e o levantar em segredo. Os ídolos, trabalhos de artesãos, são detestáveis ao Senhor’. E todo o povo responderá: ‘Amém!’.

16 ‘Maldito quem desonrar pai ou mãe’. E todo o povo responderá: ‘Amém!’.

17 ‘Maldito quem roubar a propriedade do próximo, movendo um marco de divisa’. E todo o povo responderá: ‘Amém!’.

18 ‘Maldito quem fizer o cego se desviar de seu caminho’. E todo o povo responderá: ‘Amém!’.

19 ‘Maldito quem negar justiça aos estrangeiros, aos órfãos ou às viúvas’. E todo o povo responderá: ‘Amém!’.

20 ‘Maldito quem tiver relações sexuais com a esposa de seu pai, pois desonrou seu pai’. E todo o povo responderá: ‘Amém!’.

21 ‘Maldito quem tiver relações sexuais com um animal’. E todo o povo responderá: ‘Amém!’.

22 ‘Maldito quem tiver relações sexuais com sua irmã, seja filha de seu pai ou de sua mãe’. E todo o povo responderá: ‘Amém!’.

23 ‘Maldito quem tiver relações sexuais com sua sogra’. E todo o povo responderá: ‘Amém!’.

24 ‘Maldito quem matar o seu próximo em segredo’. E todo o povo responderá: ‘Amém!’.

25 ‘Maldito quem aceitar pagamento para matar um inocente’. E todo o povo responderá: ‘Amém!’.

26 ‘Maldito quem não confirmar e cumprir os termos desta lei’. E todo o povo responderá: ‘Amém!’.”

Copyright© 2017 por Editora Mundo Cristão. Todos os direitos reservados em língua portuguesa. A Nova Versão Transformadora (NVT) e seu logotipo são marcas registradas. Usados com permissão.