Deuteronômio 34

1 Então Moisés subiu das campinas de Moabe ao monte Nebo, até o topo do Pisga, do lado oposto de Jericó. Ali o Senhor lhe mostrou toda a terra, de Gileade a Dã;

2 toda a terra de Naftali; a terra de Efraim e Manassés; a terra de Judá, que se estende até o mar Mediterrâneo;

3 o Neguebe; o vale do Jordão, com Jericó, a cidade das palmeiras, até Zoar.

4 O Senhor disse a Moisés: “Esta é a terra que prometi sob juramento a Abraão, Isaque e Jacó, quando disse: ‘Eu a darei a seus descendentes’. Sim, permiti que você a visse com seus próprios olhos, mas você não atravessará o rio para entrar nela”.

5 Assim, Moisés, servo do Senhor, morreu ali na terra de Moabe, conforme o Senhor tinha dito.

6 Ele o sepultou num vale junto a Bete-Peor, em Moabe, mas até hoje ninguém sabe o lugar exato.

7 Moisés tinha 120 anos quando morreu e, no entanto, ainda enxergava bem e tinha todas as suas forças.

8 Os israelitas prantearam a morte de Moisés por trinta dias nas campinas de Moabe, até se cumprir o período do ritual de luto.

9 Josué, filho de Num, estava cheio do espírito de sabedoria, pois Moisés havia imposto as mãos sobre ele. Por isso, os israelitas lhe obedeceram e fizeram o que Senhor havia ordenado a Moisés.

10 Nunca houve em Israel outro profeta como Moisés, a quem o Senhor conhecia face a face.

11 O Senhor o enviou ao Egito para realizar todos os sinais e maravilhas contra o faraó, contra todos os seus servos e contra toda a sua terra.

12 Com grande poder, Moisés realizou atos temíveis diante dos olhos de todo o Israel.

Copyright© 2017 por Editora Mundo Cristão. Todos os direitos reservados em língua portuguesa. A Nova Versão Transformadora (NVT) e seu logotipo são marcas registradas. Usados com permissão.