Números 10

1 O Senhor disse a Moisés:

2 — Faça duas trombetas de prata batida. Elas serão usadas por você para convocar a congregação e para dar o sinal de partida dos arraiais.

3 Quando tocarem as duas trombetas, toda a congregação se ajuntará a você à porta da tenda do encontro.

4 Mas, quando tocar uma só, se ajuntarão a você os chefes, os cabeças dos milhares de Israel.

5 Quando vocês derem um toque de alarme, partirão os arraiais que estão acampados do lado leste.

6 E, quando derem um segundo toque de alarme, então partirão os arraiais que estão acampados do lado sul. Para a partida, deve soar um toque de alarme.

7 Para reunir a congregação, devem tocar as trombetas, mas não na forma de alarme.

8 Os filhos de Arão, sacerdotes, tocarão as trombetas; e isto será para vocês por estatuto perpétuo de geração em geração.

9 — Quando, na sua terra, vocês saírem a lutar contra os inimigos que os oprimem, também tocarão as trombetas na forma de alarme, e diante do Senhor, o Deus de vocês, haverá lembrança de vocês, e serão salvos de seus inimigos.

10 Também nos dias de alegria, e nas festas fixas, e no princípio de cada mês, toquem as suas trombetas sobre os seus holocaustos e sobre os seus sacrifícios pacíficos, para que sejam por memorial diante do seu Deus. Eu sou o Senhor, o Deus de vocês.

11 No segundo ano, no segundo mês, aos vinte dias do mês, a nuvem se ergueu de sobre o tabernáculo da congregação.

12 Os filhos de Israel puseram-se em marcha, partindo do deserto do Sinai, jornada após jornada; e a nuvem repousou no deserto de Parã.

13 Assim, pela primeira vez, se puseram em marcha, segundo o mandado do Senhor, por Moisés.

14 Primeiramente partiu o estandarte do arraial dos filhos de Judá, segundo as suas turmas; e sobre o seu exército estava Naassom, filho de Aminadabe.

15 Sobre o exército da tribo dos filhos de Issacar estava Natanael, filho de Zuar,

16 e sobre o exército da tribo dos filhos de Zebulom estava Eliabe, filho de Helom.

17 Então desarmaram o tabernáculo, e os filhos de Gérson e os filhos de Merari partiram, levando o tabernáculo.

18 Depois, partiu o estandarte do arraial de Rúben, segundo as suas turmas; e sobre o seu exército estava Elizur, filho de Sedeur.

19 Sobre o exército da tribo dos filhos de Simeão estava Selumiel, filho de Zurisadai,

20 e sobre o exército da tribo dos filhos de Gade estava Eliasafe, filho de Deuel.

21 Então partiram os coatitas, levando as coisas santas; e o tabernáculo era levantado até que estes chegassem.

22 Depois, partiu o estandarte do arraial dos filhos de Efraim, segundo as suas turmas; e sobre o seu exército estava Elisama, filho de Amiúde.

23 Sobre o exército da tribo dos filhos de Manassés estava Gamaliel, filho de Pedazur,

24 e sobre o exército da tribo dos filhos de Benjamim estava Abidã, filho de Gideoni.

25 Então partiu o estandarte do arraial dos filhos de Dã, formando a retaguarda de todos os arraiais, segundo as suas turmas; e sobre o seu exército estava Aiezer, filho de Amisadai.

26 Sobre o exército da tribo dos filhos de Aser estava Pagiel, filho de Ocrã.

27 E sobre o exército da tribo dos filhos de Naftali estava Aira, filho de Enã.

28 Nesta ordem, puseram-se em marcha os filhos de Israel, segundo os seus exércitos.

29 Moisés disse a Hobabe, filho de Reuel, o midianita, sogro de Moisés: — Estamos de viagem para o lugar de que o Senhor disse: “Eu o darei a vocês.” Venha conosco! Nós o trataremos bem, porque o Senhor prometeu boas coisas a Israel.

30 Mas Hobabe respondeu: — Não irei. Prefiro voltar à minha terra e à minha parentela.

31 Moisés insistiu: — Por favor, não nos deixe, porque você sabe que devemos acampar no deserto; e você nos servirá de guia.

32 Se vier conosco, faremos a você o mesmo bem que o Senhor Deus fizer a nós.

33 Assim, partiram do monte do Senhor e caminharam durante três dias. A arca da aliança do Senhor ia adiante deles durante esses três dias, para encontrar um lugar de descanso para eles.

34 A nuvem do Senhor pairava sobre eles de dia, quando partiam do arraial.

35 Quando a arca partia, Moisés falava: “Levanta-te, Senhor, sejam espalhados os teus inimigos e fujam diante de ti os que te odeiam.”

36 E, quando a arca parava, Moisés dizia: “Volta, ó Senhor, para os milhares de milhares de Israel.”

Nova Almeida Atualizada© Copyright © 2017 Sociedade Bíblica do Brasil. Todos os direitos reservados. Texto bíblico utilizado com autorização. Saiba mais sobre a Sociedade Bíblica do Brasil www.sbb.org.br. A Sociedade Bíblica do Brasil trabalha para que a Bíblia esteja, efetivamente, ao alcance de todos e seja lida por todos. A SBB é uma entidade sem fins lucrativos, dedicada a promover o desenvolvimento integral do ser humano. Você também pode ajudar a Causa da Bíblia!