Lucas 17

1 Jesus disse a seus discípulos: “Sempre haverá o que leve as pessoas a cair em pecado, mas que aflição espera quem causa a tentação!

2 Seria melhor ser lançado no mar com uma pedra de moinho amarrada ao pescoço que fazer um destes pequeninos pecar.

3 Portanto, tenham cuidado! “Se um irmão pecar, repreenda-o e, se ele se arrepender, perdoe-o.

4 Mesmo que ele peque contra você sete vezes por dia e, a cada vez, se arrependa e peça perdão, perdoe-o”.

5 Os apóstolos disseram ao Senhor: “Faça nossa fé crescer!”.

6 O Senhor respondeu: “Se tivessem fé, ainda que tão pequena quanto um grão de mostarda, poderiam dizer a esta amoreira: ‘Arranque-se e plante-se no mar’, e ela lhes obedeceria.

7 “Quando um servo chega do campo depois de arar ou cuidar das ovelhas, o senhor lhe diz: ‘Venha logo para a mesa comer conosco’?

8 Não, ele diz: ‘Prepare minha refeição, apronte-se e sirva-me enquanto como e bebo. Você pode comer depois’.

9 E acaso o senhor agradece ao servo por fazer o que lhe foi ordenado?

10 Da mesma forma, quando vocês obedecem, devem dizer: ‘Somos servos inúteis; apenas cumprimos nosso dever’”.

11 Dirigindo-se a Jerusalém, Jesus chegou à fronteira entre a Galileia e Samaria.

12 Ao entrar num povoado dali, dez leprosos, mantendo certa distância,

13 clamaram: “Jesus, Mestre, tenha misericórdia de nós!”.

14 Ele olhou para eles e disse: “Vão e apresentem-se aos sacerdotes”. E, enquanto eles iam, foram curados da lepra.

15 Um deles, ao ver-se curado, voltou a Jesus, louvando a Deus em alta voz.

16 Lançou-se a seus pés, agradecendo-lhe pelo que havia feito. Esse homem era samaritano.

17 Jesus perguntou: “Não curei dez homens? Onde estão os outros nove?

18 Ninguém voltou para dar glórias a Deus, exceto este estrangeiro?”.

19 E disse ao homem: “Levante-se e vá. Sua fé o curou”.

20 Certo dia, os fariseus perguntaram a Jesus: “Quando virá o reino de Deus?”. Jesus respondeu: “O reino de Deus não é detectado por sinais visíveis.

21 Não se poderá dizer: ‘Está aqui!’ ou ‘Está ali!’, pois o reino de Deus já está entre vocês”.

22 Então ele disse a seus discípulos: “Aproximam-se os dias em que desejarão ver o tempo do Filho do Homem, mas não o verão.

23 Dirão a vocês: ‘Vejam, lá está!’ ou ‘Aqui está ele!’, mas não os sigam.

24 Porque, assim como o relâmpago lampeja e ilumina o céu de uma extremidade a outra, assim será no dia em que vier o Filho do Homem.

25 Mas primeiro é necessário que ele sofra terrivelmente e seja rejeitado por esta geração.

26 “Quando o Filho do Homem voltar, será como no tempo de Noé.

27 Naqueles dias, o povo seguia sua rotina de banquetes, festas e casamentos, até o dia em que Noé entrou na arca e veio o dilúvio, que destruiu a todos.

28 “E o mundo será como no tempo de Ló. O povo se ocupava de seus afazeres diários, comendo e bebendo, comprando e vendendo, cultivando e construindo,

29 até o dia em que Ló deixou Sodoma. Então fogo e enxofre ardente caíram do céu e destruíram a todos.

30 Sim, tudo será como sempre foi até o dia em que o Filho do Homem for revelado.

31 Nesse dia, quem estiver na parte de cima da casa, não desça para pegar suas coisas. Quem estiver no campo, não volte para casa.

32 Lembrem-se do que aconteceu à esposa de Ló!

33 Quem se apegar à própria vida a perderá; quem abrir mão de sua vida a salvará.

34 Naquela noite, duas pessoas estarão dormindo na mesma cama; uma será levada, e a outra, deixada.

35 Duas mulheres estarão moendo cereal no moinho; uma será levada, e a outra, deixada.

36 Dois homens estarão trabalhando juntos num campo; um será levado, e o outro, deixado”.

37 “Senhor, onde isso acontecerá?”, perguntaram os discípulos. Jesus respondeu: “Onde estiver o cadáver, ali se ajuntarão os abutres”.

Copyright© 2017 por Editora Mundo Cristão. Todos os direitos reservados em língua portuguesa. A Nova Versão Transformadora (NVT) e seu logotipo são marcas registradas. Usados com permissão.