Oséias 9

1 Ó povo de Israel, não se alegre como as outras nações. Pois vocês foram infiéis a seu Deus e se venderam como prostituta ao adorar outros deuses em toda eira de cereal.

2 Agora, suas colheitas não bastarão para alimentá-los; não haverá uvas para fazer vinho novo.

3 Vocês não permanecerão na terra do Senhor; em vez disso, voltarão para o Egito e, na Assíria, comerão alimentos impuros.

4 Ali não apresentarão ofertas de vinho ao Senhor; seus sacrifícios não o agradarão. Serão impuros, como o alimento tocado por uma pessoa de luto; todos que apresentarem esses sacrifícios se contaminarão. Eles próprios comerão o alimento, mas não poderão oferecê-lo ao Senhor.

5 O que oferecerão nos feriados sagrados? Como celebrarão as festas do Senhor?

6 Mesmo que escapem da destruição nas mãos da Assíria, o Egito os conquistará, e Mênfis os sepultará. A urtiga cobrirá seus tesouros de prata, e espinhos invadirão as ruínas de suas casas.

7 Chegou o tempo do castigo de Israel, o dia do acerto de contas; sim, Israel se dará conta disso. Por causa de seu grande pecado e sua hostilidade, vocês dizem: “Os profetas enlouqueceram, e os homens inspirados não passam de tolos!”.

8 O profeta é um vigia sobre Israel para meu Deus, mas, por onde vai, encontra armadilhas; até no templo de Deus enfrenta hostilidade.

9 Meu povo faz coisas depravadas como em Gibeá, muito tempo atrás. Deus não esquecerá; certamente os castigará por seus pecados.

10 “Quando encontrei você, Israel, foi como encontrar uvas no deserto. Quando vi seus antepassados, foi como ver os primeiros figos maduros. Mas eles me abandonaram por causa de Baal-Peor e se entregaram à vergonhosa idolatria. Logo se tornaram tão repugnantes quanto o ídolo que adoravam.

11 A glória de Israel fugirá como uma ave, pois não lhes nascerão filhos; não crescerão no ventre, nem sequer serão concebidos.

12 Ainda que alguns de seus filhos cheguem a crescer, eu os tomarei de vocês. Será um dia terrível quando eu me afastar e os deixar sozinhos.

13 Vi Israel se tornar bela como Tiro; agora, porém, entregará seus filhos para o massacre.”

14 Ó Senhor, o que devo pedir para teu povo? Pedirei ventres que não deem à luz e seios que não deem leite.

15 “Toda a perversidade deles começou em Gilgal; ali comecei a odiá-los. Eu os expulsarei de minha terra por causa de suas maldades. Não os amarei mais, porque todos os seus líderes são rebeldes.

16 O povo de Israel está ferido; suas raízes secaram, e eles não darão mais frutos. E, se derem à luz, eu matarei seus filhos queridos.”

17 Meu Deus rejeitará os israelitas, pois não lhe obedecem. Andarão sem rumo, errantes entre as nações.

Copyright© 2017 por Editora Mundo Cristão. Todos os direitos reservados em língua portuguesa. A Nova Versão Transformadora (NVT) e seu logotipo são marcas registradas. Usados com permissão.