Oséias 12

1 O povo de Israel se alimenta de vento; corre atrás do vento leste o dia todo. Acumula mentiras e violência, faz acordos com a Assíria e, ao mesmo tempo, envia azeite para comprar o apoio do Egito.

2 Agora o Senhor apresenta acusações contra Judá; está prestes a castigar Jacó por sua conduta enganosa, e lhe retribuir por tudo que fez.

3 Ainda no ventre, Jacó agarrou o calcanhar de seu irmão; quando se tornou homem, lutou com Deus.

4 Sim, lutou com o anjo e venceu; chorou e suplicou-lhe que o abençoasse. Ali em Betel, encontrou Deus, e Deus falou com ele.

5 O Senhor Deus dos Exércitos, o Senhor é seu nome!

6 Portanto, voltem para seu Deus; pratiquem o amor e a justiça e confiem sempre nele.

7 O povo, no entanto, se comporta como comerciantes astutos, que usam balanças desonestas e gostam de explorar.

8 Israel diz: “Fiquei rico! Fiz fortuna com meu próprio esforço! Ninguém descobriu que enganei outros; meu histórico é impecável!”.

9 “Mas eu sou o Senhor, seu Deus, que os tirou do Egito. Eu os farei morar em tendas outra vez, como fazem em feriados sagrados.

10 Enviei meus profetas para adverti-los com muitas visões e parábolas.”

11 Mas os habitantes de Gileade não valem nada, por causa de seu pecado. Em Gilgal também sacrificam bois; seus altares são enfileirados como montes de pedras à beira de um campo arado.

12 Jacó fugiu para a terra de Arã e ali cuidou de ovelhas para obter uma esposa.

13 Então, por meio de um profeta, o Senhor tirou do Egito os descendentes de Jacó; e, por meio de um profeta, eles foram protegidos.

14 Mas o povo de Israel provocou o Senhor amargamente. Agora ele os sentenciará à morte como pagamento por seus pecados.

Copyright© 2017 por Editora Mundo Cristão. Todos os direitos reservados em língua portuguesa. A Nova Versão Transformadora (NVT) e seu logotipo são marcas registradas. Usados com permissão.