Provérbios 13

1 O filho sábio atende à instrução do pai; mas o escarnecedor não ouve a repreensão.

2 Do fruto da boca cada um comerá o bem, mas a alma dos prevaricadores comerá a violência.

3 O que guarda a sua boca conserva a sua alma, mas o que abre muito os seus lábios se destrói.

4 A alma do preguiçoso deseja, e coisa nenhuma alcança, mas a alma dos diligentes se farta.

5 O justo odeia a palavra de mentira, mas o ímpio faz vergonha e se confunde.

6 A justiça guarda ao que é de caminho certo, mas a impiedade transtornará o pecador.

7 Há alguns que se fazem de ricos, e não têm coisa nenhuma, e outros que se fazem de pobres e têm muitas riquezas.

8 O resgate da vida de cada um são as suas riquezas, mas o pobre não ouve ameaças.

9 A luz dos justos alegra, mas a candeia dos ímpios se apagará.

10 Da soberba só provém a contenda, mas com os que se aconselham se acha a sabedoria.

11 A riqueza de procedência vã diminuirá, mas quem a ajunta com o próprio trabalho a aumentará.

12 A esperança adiada desfalece o coração, mas o desejo atendido é árvore de vida.

13 O que despreza a palavra perecerá, mas o que teme o mandamento será galardoado.

14 A doutrina do sábio é uma fonte de vida para se desviar dos laços da morte.

15 O bom entendimento favorece, mas o caminho dos prevaricadores é áspero.

16 Todo prudente procede com conhecimento, mas o insensato espraia a sua loucura.

17 O que prega a maldade cai no mal, mas o embaixador fiel é saúde.

18 Pobreza e afronta virão ao que rejeita a instrução, mas o que guarda a repreensão será honrado.

19 O desejo que se alcança deleita a alma, mas apartar-se do mal é abominável para os insensatos.

20 O que anda com os sábios ficará sábio, mas o companheiro dos tolos será destruído.

21 O mal perseguirá os pecadores, mas os justos serão galardoados com o bem.

22 O homem de bem deixa uma herança aos filhos de seus filhos, mas a riqueza do pecador é depositada para o justo.

23 O pobre, do sulco da terra, tira mantimento em abundância; mas há os que se consomem por falta de juízo.

24 O que não faz uso da vara odeia seu filho, mas o que o ama, desde cedo o castiga.

25 O justo come até ficar satisfeito, mas o ventre dos ímpios passará necessidade.

1 A wise son heareth his father’s instruction: but a scorner heareth not rebuke.

2 A man shall eat good by the fruit of his mouth: but the soul of the transgressors shall eat violence.

3 He that keepeth his mouth keepeth his life: but he that openeth wide his lips shall have destruction.

4 The soul of the sluggard desireth, and hath nothing: but the soul of the diligent shall be made fat.

5 A righteous man hateth lying: but a wicked man is loathsome, and cometh to shame.

6 Righteousness keepeth him that is upright in the way: but wickedness overthroweth the sinner.

7 There is that maketh himself rich, yet hath nothing: there is that maketh himself poor, yet hath great riches.

8 The ransom of a man’s life are his riches: but the poor heareth not rebuke.

9 The light of the righteous rejoiceth: but the lamp of the wicked shall be put out.

10 Only by pride cometh contention: but with the well advised is wisdom.

11 Wealth gotten by vanity shall be diminished: but he that gathereth by labour shall increase.

12 Hope deferred maketh the heart sick: but when the desire cometh, it is a tree of life.

13 Whoso despiseth the word shall be destroyed: but he that feareth the commandment shall be rewarded.

14 The law of the wise is a fountain of life, to depart from the snares of death.

15 Good understanding giveth favour: but the way of transgressors is hard.

16 Every prudent man dealeth with knowledge: but a fool layeth open his folly.

17 A wicked messenger falleth into mischief: but a faithful ambassador is health.

18 Poverty and shame shall be to him that refuseth instruction: but he that regardeth reproof shall be honoured.

19 The desire accomplished is sweet to the soul: but it is abomination to fools to depart from evil.

20 He that walketh with wise men shall be wise: but a companion of fools shall be destroyed.

21 Evil pursueth sinners: but to the righteous good shall be repayed.

22 A good man leaveth an inheritance to his children’s children: and the wealth of the sinner is laid up for the just.

23 Much food is in the tillage of the poor: but there is that is destroyed for want of judgment.

24 He that spareth his rod hateth his son: but he that loveth him chasteneth him betimes.

25 The righteous eateth to the satisfying of his soul: but the belly of the wicked shall want.

Domínio Público. Esta tradução bíblica de domínio público é trazida a você por cortesia de eBible.org.