Ezequiel 42

1 Depois disto fez-me sair para fora, ao átrio exterior, para o lado do caminho do norte; e me levou às câmaras que estavam defronte do lugar separado, e que estavam defronte do edifício, do lado norte.

2 Do comprimento de cem côvados, era a entrada do norte; e a largura era de cinqüenta côvados.

3 Em frente dos vinte côvados, que tinha o átrio interior, e em frente do pavimento que tinha o átrio exterior, havia galeria contra galeria em três andares.

4 E diante das câmaras havia um passeio de dez côvados de largo, do lado de dentro, e um caminho de um côvado, e as suas entradas eram para o lado do norte.

5 E as câmaras superiores eram mais estreitas; porque as galerias tomavam aqui mais espaço do que as de baixo e as do meio do edifício.

6 Porque elas eram de três andares, e não tinham colunas como as colunas dos átrios; por isso desde o chão se iam estreitando, mais do que as de baixo e as do meio.

7 E o muro que estava de fora, defronte das câmaras, no caminho do átrio exterior, diante das câmaras, tinha cinqüenta côvados de comprimento.

8 Pois o comprimento das câmaras, que estavam no átrio exterior, era de cinqüenta côvados; e eis que defronte do templo havia cem côvados.

9 Por baixo destas câmaras estava a entrada do lado do oriente, quando se entra nelas pelo átrio exterior.

10 Na largura do muro do átrio para o lado do oriente, diante do lugar separado, e diante do edifício, havia também câmaras.

11 E o caminho que havia diante delas era da aparência das câmaras, que davam para o norte; conforme o seu comprimento, assim era a sua largura; e todas as suas saídas eram também conforme os seus padrões, e conforme as suas entradas.

12 E conforme as portas das câmaras, que olhavam para o caminho do sul, havia também uma entrada no topo do caminho, isto é, do caminho em frente do muro direito, para o caminho do oriente, quando se entra por elas.

13 Então me disse: As câmaras do norte, e as câmaras do sul, que estão diante do lugar separado, elas são câmaras santas, em que os sacerdotes, que se chegam ao Senhor, comerão as coisas mais santas; ali porão as coisas mais santas, e a oferta de manjar, a oferta pelo pecado, e a oferta pela culpa; porque o lugar é santo.

14 Quando os sacerdotes entrarem, não sairão do santuário para o átrio exterior, mas porão ali as suas vestiduras com que ministraram, porque elas são santas; e vestir-se-ão de outras vestiduras, e assim se aproximarão do lugar pertencente ao povo.

15 E, acabando ele de medir a casa interior, ele me fez sair pelo caminho da porta, cuja face olha para o caminho do oriente; e a mediu em redor.

16 Mediu o lado oriental com a cana de medir, quinhentas canas, com a cana de medir, ao redor.

17 Mediu o lado do norte, com a cana de medir, quinhentas canas ao redor.

18 Mediu também o lado do sul, com a cana de medir, quinhentas canas.

19 Deu uma volta para o lado do ocidente, e mediu, com a cana de medir, quinhentas canas.

20 Mediu pelos quatro lados; e havia um muro em redor, de quinhentas canas de comprimento, e quinhentas de largura, para fazer separação entre o santo e o profano.

1 Depois disso o homem conduziu-me para o lado norte, para o pátio externo, e levou-me aos quartos opostos ao pátio do templo e ao muro externo do lado norte.

2 O prédio cuja porta dava para o norte tinha cinqüenta metros de comprimento e vinte e cinco metros de largura.

3 Tanto na secção que ficava a dez metros de distância do pátio interno quanto na secção oposta ao piso do pátio externo, havia uma galeria frente à outra nos três andares.

4 Em frente dos quartos havia uma passagem interna com cinco metros de largura e cinqüenta metros de comprimento. Suas portas ficavam no lado norte.

5 Ora, os quartos superiores eram mais estreitos, pois as galerias tomavam mais espaço deles do que dos quartos do andar inferior e médio.

6 Os quartos do terceiro andar não tinham colunas, ao passo que os pátios as tinham. Por isso a área deles era menor do que a dos quartos do andar inferior e o do meio.

7 Havia uma parede externa paralela aos quartos e ao pátio externo; sua extensão era de vinte e cinco metros, em frente dos quartos.

8 A carreira de quartos junto ao pátio interno tinha vinte e cinco metros de comprimento, e a que ficava mais próximo do santuário tinha cinqüenta metros de comprimento.

9 Os quartos de baixo tinham entrada pelo lado leste, quando se vem do pátio externo.

10 No lado sul, ao longo do comprimento da parede do pátio externo, adjacentes ao pátio do templo e no lado oposto do muro externo, havia quartos

11 com uma passagem em frente deles. Eram como os quartos do lado norte; tinham o mesmo comprimento e a mesma largura, com saídas e dimensões semelhantes. As portas do lado norte

12 eram semelhantes às portas dos quartos do lado sul. Havia uma entrada no início do corredor paralelo ao muro correspondente que se estendia para leste; e havia uma entrada para os quartos.

13 Depois ele me disse: "Os quartos do norte e do sul que dão para o pátio do templo são os quartos dos sacerdotes, onde os sacerdotes que se aproximam do Senhor comerão as ofertas santíssimas. Ali porão as ofertas santíssimas: as ofertas de cereal, as ofertas pelo pecado e as ofertas pela culpa, pois o local é santo.

14 Assim que os sacerdotes entrarem nos recintos sagrados, só poderão ir para o pátio externo após tirarem as vestes com as quais ministram, pois elas são santas. Porão outras vestes antes de se aproximarem dos lugares reservados para o povo".

15 Quando ele acabou de medir o que havia dentro da área do templo, levou-me para fora pela porta leste e mediu a área em redor:

16 Mediu o lado leste com a vara de medir; e ele tinha duzentos e cinqüenta metros.

17 Mediu o lado norte; ele tinha duzentos e cinqüenta metros, segundo a vara de medir.

18 Mediu o lado sul; e tinha duzentos e cinqüenta metros, segundo a vara de medir.

19 Depois ele foi para o lado oeste e o mediu; ele tinha duzentos e cinqüenta metros, segundo a vara de medir.

20 Assim ele mediu a área nos quatro lados. Em torno dela havia um muro de duzentos e cinqüenta metros de comprimento e duzentos e cinqüenta metros de largura, para separar o santo do comum.