Qual o lírio entre os espinhos, tal é meu amor entre as filhas.

O meu amado é meu, e eu sou dele; ele apascenta o seu rebanho entre os lírios.

E sobre a cabeça das colunas estava a obra de lírios; e assim se acabou a obra das colunas.

Eu sou a rosa de Sarom, o lírio dos vales.

Eu sou do meu amado, e o meu amado é meu;ele apascenta entre os lírios.

Eu serei para Israel como o orvalho. Ele florescerá como o lírio e lançará as suas raízes como o Líbano.

Os teus dois seios são como dois filhos gêmeos da gazela, que se apascentam entre os lírios.

E os capitéis que estavam sobre a cabeça das colunas eram de obra de lírios no pórtico, de quatro côvados.

Considerai os lírios, como eles crescem; não trabalham, nem fiam; e digo-vos que nem ainda Salomão, em toda a sua glória, se vestiu como um deles.

E a grossura era de um palmo, e a sua borda era como a de um copo, como de flor de lírios; ele levava dois mil batos.

O meu amado desceu ao seu jardim, aos canteiros de bálsamo, para apascentar nos jardins e para colher os lírios.

E, quanto ao vestuário, por que andais solícitos? Olhai para os lírios do campo, como eles crescem; não trabalham nem fiam;

O teu umbigo como uma taça redonda, a que não falta bebida; o teu ventre como montão de trigo, cercado de lírios.

As suas faces são como um canteiro de bálsamo, como flores perfumadas; os seus lábios são como lírios gotejando mirra com doce aroma.