Busca por "joão 832"

E mandou degolar João no cárcere.

E matou à espada Tiago, irmão de João.

Micael, Ispa e Joa foram filhos de Berias.

O batismo de João era do céu ou dos homens?

E os discípulos de João anunciaram-lhe todas estas coisas.

Porque todos os profetas e a lei profetizaram até João.

Jediael, filho de Sinri; e Joa, seu irmão, o tizita;

E Pedro, com João, fitando os olhos nele, disse: Olha para nós.

E Barnabé aconselhava que tomassem consigo a João, chamado Marcos.

E, naqueles dias, apareceu João o Batista pregando no deserto da Judéia,

Então entenderam os discípulos que lhes falara de João o Batista.

E Pedro e João subiam juntos ao templo à hora da oração, a nona.

O batismo de João era do céu ou dos homens? respondei-me.

Vós mandastes mensageiros a João, e ele deu testemunho da verdade.

Porque ainda João não tinha sido lançado na prisão.

Ora, os discípulos de João e os fariseus jejuavam; e foram e disseram-lhe: Por que jejuam os discípulos de João e os dos fariseus, e não jejuam os teus discípulos?

Jesus, porém, ouvindo que João estava preso, voltou para a Galiléia;

Acrescentou a todas as outras ainda esta, a de encerrar João num cárcere.

E tomou consigo a Pedro, e a Tiago, e a João, e começou a ter pavor, e a angustiar-se.

Apareceu João batizando no deserto, e pregando o batismo de arrependimento, para remissão dos pecados.

Porque João lhe dissera: Não te é lícito possuí-la.

E logo, saindo da sinagoga, foram à casa de Simão e de André com Tiago e João.

Houve um homem enviado de Deus, cujo nome era João.

E os dez, tendo ouvido isto, começaram a indignar-se contra Tiago e João.

E, respondendo sua mãe, disse: Não, porém será chamado João.

E mandou a Pedro e a João, dizendo: Ide, preparai-nos a páscoa, para que a comamos.

E, tendo-se retirado os mensageiros de João, começou a dizer à multidão acerca de João: Que saístes a ver no deserto? uma cana abalada pelo vento?

E muitos iam ter com ele, e diziam: Na verdade João não fez sinal algum, mas tudo quanto João disse deste era verdade.

E, se dissermos: Dos homens, tememos o povo, porque todos consideram João como profeta.

Houve então uma questão entre os discípulos de João e os judeus acerca da purificação.

No dia seguinte João estava outra vez ali, e dois dos seus discípulos;

E eles responderam: João o Batista; e outros: Elias; mas outros: Um dos profetas.

Porquanto veio João, não comendo nem bebendo, e dizem: Tem demônio.

E João, ouvindo no cárcere falar dos feitos de Cristo, enviou dois dos seus discípulos,

Então veio Jesus da Galiléia ter com João, junto do Jordão, para ser batizado por ele.

Perguntou-lhes, então: Em que sois batizados então? E eles disseram: No batismo de João.

E Jesus, respondendo, disse-lhes: Ide, e anunciai a João as coisas que ouvis e vedes:

E, estando o povo em expectação, e pensando todos de João, em seus corações, se porventura seria o Cristo,

Estas coisas aconteceram em Betabara, do outro lado do Jordão, onde João estava batizando.

Pois João dizia a Herodes: Não te é lícito possuir a mulher de teu irmão.

E, saindo ela, perguntou a sua mãe: Que pedirei? E ela disse: A cabeça de João o Batista.

E todo o povo que o ouviu e os publicanos, tendo sido batizados com o batismo de João, justificaram a Deus.

E Anás, o sumo sacerdote, e Caifás, e João, e Alexandre, e todos quantos havia da linhagem do sumo sacerdote.

Sendo Anás e Caifás sumos sacerdotes, veio no deserto a palavra de Deus a João, filho de Zacarias.

Joá, seu filho; Ido, seu filho; Zerá, seu filho; Jeatarai, seu filho.

E não permitiu que alguém o seguisse, a não ser Pedro, Tiago, e João, irmão de Tiago.

Simão, ao qual também chamou Pedro, e André, seu irmão; Tiago e João; Filipe e Bartolomeu;

E, chegados a Salamina, anunciavam a palavra de Deus nas sinagogas dos judeus; e tinham também a João como cooperador.

E se dissermos: Dos homens; todo o povo nos apedrejará, pois têm por certo que João era profeta.

Tendo primeiramente João, antes da vinda dele, pregado a todo o povo de Israel o batismo de arrependimento.