Provérbios 28

1 Os ímpios fogem, mesmo quando ninguém os persegue, mas o justo é intrépido como o leão.

2 Por causa da transgressão da terra, mudam-se frequentemente os príncipes, mas por um, sábio e prudente, a ordem é mantida.

3 O pobre que oprime os pobres é como chuva torrencial que destrói as colheitas.

4 Os que abandonam a lei elogiam os ímpios, mas os que guardam a lei se indignam contra eles.

5 Os maus não entendem o que é justo, mas os que buscam o Senhor entendem tudo.

6 Melhor é o pobre que anda na sua integridade do que o perverso, nos seus caminhos, ainda que seja rico.

7 Quem guarda a lei é filho inteligente, mas o companheiro dos comilões envergonha o seu pai.

8 Quem aumenta os seus bens com juros e ganância ajunta-os para o que se compadece dos pobres.

9 Quem desvia os ouvidos de ouvir a lei, até a sua oração será abominável.

10 Quem desvia os retos para o mau caminho, ele mesmo cairá na cova que fez; mas os íntegros herdarão o bem.

11 O homem rico é sábio aos seus próprios olhos; mas o pobre que é sábio o conhece muito bem.

12 Quando os justos triunfam, há grande alegria; mas, quando os maus se levantam, as pessoas se escondem.

13 Quem encobre as suas transgressões jamais prosperará; mas o que as confessa e abandona alcançará misericórdia.

14 Feliz é aquele que sempre teme o Senhor; mas o que endurece o seu coração cairá na desgraça.

15 Como leão que ruge e urso que ataca, assim é o ímpio que domina sobre um povo pobre.

16 O príncipe sem juízo aumenta a opressão, mas o que odeia a avareza viverá muitos anos.

17 O assassino carregado de culpa fugirá até a cova; que ninguém o detenha!

18 Quem anda em integridade será salvo, mas o perverso em seus caminhos cairá logo.

19 O que lavra a sua terra terá pão em abundância, mas quem corre atrás de coisas sem valor se fartará de pobreza.

20 O homem fiel será cumulado de bênçãos, mas quem tem pressa de enriquecer não ficará sem castigo.

21 Parcialidade não é bom, porque uma pessoa é capaz de transgredir até por um bocado de pão.

22 O ganancioso corre atrás das riquezas, mas não sabe que a pobreza há de vir sobre ele.

23 Quem repreende alguém achará depois mais favor do que aquele que só lisonjeia.

24 Quem rouba o seu pai ou a sua mãe e diz: “Não é pecado”, esse é companheiro do destruidor.

25 O cobiçoso provoca discórdias, mas o que confia no Senhor prosperará.

26 Quem confia no seu próprio coração é tolo, mas o que anda em sabedoria será salvo.

27 Quem dá aos pobres não passará necessidade, mas o que fecha os olhos para eles será coberto de maldições.

28 Quando os maus se levantam, as pessoas se escondem, mas, quando eles perecem, os justos se multiplicam.

Nova Almeida Atualizada© Copyright © 2017 Sociedade Bíblica do Brasil. Todos os direitos reservados. Texto bíblico utilizado com autorização. Saiba mais sobre a Sociedade Bíblica do Brasil www.sbb.org.br. A Sociedade Bíblica do Brasil trabalha para que a Bíblia esteja, efetivamente, ao alcance de todos e seja lida por todos. A SBB é uma entidade sem fins lucrativos, dedicada a promover o desenvolvimento integral do ser humano. Você também pode ajudar a Causa da Bíblia!