Gênesis 7

1 O Senhor disse a Noé: "Entra na arca, tu e toda a tua casa, porque te reconheci justo diante dos meus olhos, entre os de tua geração.

2 De todos os animais puros tomarás sete casais, machos e fêmeas, e de todos animais impuros tomarás um casal, macho e fêmea;

3 das aves do céu igualmente sete casais, machos e fêmeas, para que se conserve viva a raça sobre a face de toda a terra.

4 dentro de sete dias farei chover sobre a terra durante quarenta dias e quarenta noites, e exterminarei da superfície da terra todos os seres que eu fiz."

5 Noé fez tudo o que o Senhor lhe tinha ordenado.

6 Noé tinha seiscentos anos quando veio o dilúvio sobre a terra.

7 Para escapar à inundação, entrou na arca com seus filhos, sua mulher e as mulheres de seus filhos.

8 Dos animais puros e impuros, das aves e de tudo que se arrasta sobre a terra,

9 entraram na arca de Noé, um casal macho e fêmea, como o Senhor tinha ordenado a Noé.

10 Passados os sete dias, as águas do dilúvio precipitaram-se sobre a terra.

11 No ano seiscentos da vida de Noé, no segundo mês, no décimo sétimo dia do mês, romperam-se naquele dia todas as fontes do grande abismo, e abriram-se as barreiras dos céus.

12 A chuva caiu sobre a terra durante quarenta dias e quarenta noites.

13 Naquele mesmo dia entrou Noé na arca, com Sem, Cam e Jafet, seus filhos, sua mulher e as três mulheres de seus filho;

14 e com eles os animais selvagens de toda espécie, os animais domésticos de toda espécie, os répteis de toda espécie que se arrastavam sobre a terra, e tudo o que voa, de toda espécie, todas as aves e tudo o que tem asas.

15 De cada espécie que tem um sopro de vida um casal entrou na arca de Noé.

16 Eles chegavam, macho e fêmea, de cada espécie. Como Deus tinha ordenado a Noé. E o Senhor fechou a porta atrás dele.

17 O dilúvio caiu sobre a terra durante quarenta dias. As águas incharam e levantaram a arca, que foi elevada acima da terra.

18 As águas inundaram tudo com violência, e cobriram toda a terra, e a arca flutuava na superfície das águas.

19 As águas engrossaram prodigiosamente sobre a terra, e cobriram todos os altos montes que existem debaixo dos céus;

20 e elevaram-se quinze côvados acima dos montes que cobriam.

21 Todas as criaturas que se moviam na terra foram exterminadas: aves, animais domésticos, feras selvagens e tudo o que se arrasta na terra, e todos os homens.

22 Tudo o que respira e tem um sopro de vida sobre a terra pereceu.

23 Assim foram exterminados todos os seres que se encontravam sobre a face da terra, desde os homens até os quadrúpedes, tanto os répteis como as aves dos céus, tudo foi exterminado da terra. Só Noé ficou e o que se encontrava com ele na arca.

24 As águas cobriram a terra pelo espaço de cento e cinqüenta dias.

1 Dixitque Dominus ad Noe: " Ingredere tu et omnis domus tua arcam; te enim vidi iustum coram me in generatione hac.

2 Ex omnibus pecoribus mundis tolle septena septena, masculum et feminam; de pecoribus vero non mundis duo duo, masculum et feminam.

3 Sed et de volatilibus caeli septena septena, masculum et feminam, ut salvetur semen super faciem universae terrae.

4 Adhuc enim et post dies septem ego pluam super terram quadraginta diebus et quadraginta noctibus et delebo omnem substantiam, quam feci, de superficie terrae ".

5 Fecit ergo Noe omnia, quae mandaverat ei Dominus.

6 Eratque Noe sescentorum annorum, quando diluvii aquae inundaverunt super terram.

7 Et ingressus est Noe et filii eius, uxor eius et uxores filiorum eius cum eo in arcam propter aquas diluvii.

8 De pecoribus mundis et immundis et de volucribus et ex omni, quod movetur super terram,

9 duo et duo ingressa sunt ad Noe in arcam, masculus et femina, sicut praeceperat Deus Noe.

10 Cumque transissent septem dies, aquae diluvii inundaverunt super terram.

11 Anno sescentesimo vitae Noe, mense secundo, septimo decimo die mensis rupti sunt omnes fontes abyssi magnae, et cataractae caeli apertae sunt;

12 et facta est pluvia super terram quadraginta diebus et quadraginta noctibus.

13 In articulo diei illius ingressus est Noe et Sem et Cham et Iapheth filii eius, uxor illius et tres uxores filiorum eius cum eis in arcam.

14 Ipsi et omne animal secundum genus suum, universaque iumenta in genere suo, et omne reptile, quod movetur super terram in genere suo, cunctumque volatile secundum genus suum, universae aves omnesque volucres

15 ingressae sunt ad Noe in arcam, bina et bina ex omni carne, in qua erat spiritus vitae.

16 Et quae ingressa sunt, masculus et femina ex omni carne introierunt, sicut praeceperat ei Deus; et inclusit eum Dominus de foris.

17 Factumque est diluvium quadraginta diebus super terram, et multiplicatae sunt aquae et elevaverunt arcam in sublime a terra.

18 Vehementer enim inundaverunt et omnia repleverunt in superficie terrae; porro arca ferebatur super aquas.

19 Et aquae praevaluerunt nimis super terram, opertique sunt omnes montes excelsi sub universo caelo.

20 Quindecim cubitis altior fuit aqua super montes, quos operuerat.

21 Consumptaque est omnis caro, quae movebatur super terram, volucrum, pecorum, bestiarum omniumque reptilium, quae reptant super terram, et universi homines:

22 cuncta, in quibus spiraculum vitae in terra, mortua sunt.

23 Et delevit omnem substantiam, quae erat super terram, ab homine usque ad pecus, usque ad reptile et usque ad volucres caeli; et deleta sunt de terra. Remansit autem solus Noe et qui cum eo erant in arca.

24 Obtinueruntque aquae terram centum quinquaginta diebus.