Gênesis 49

1 Jacó chamou seus filhos e lhes disse: "Reuni-vos, porque eu quero anunciar-vos o que vos há de acontecer nos dias vindouros:

2 Ajuntai-vos e ouvi, filhos de Jacó. Escutai Israel, vosso pai.

3 Rubem, tu és o meu primogênito, minha força, primícias do meu vigor. Notável em dignidade e notável em poder.

4 Transbordante como a água, não terás o primeiro lugar, porque subiste ao leito de teu pai, e desse modo maculaste o meu leito.

5 Simeão e Levi são irmãos; suas espadas são instrumentos de violência.

6 Minha alma não participe de suas maquinações, meu coração jamais se associe às suas reuniões! Porque em sua cólera mataram homens e em seu furor enervaram touros.

7 Maldita cólera que os levou à violência, maldito furor que os induziu à crueldade! Hei de dispersá-los em Jacó, hei de espalhá-los em Israel.

8 Judá, teus irmãos te louvarão. Pegarás pela nuca os inimigos; os filhos de teu pai se prostrarão em tua presença.

9 Filhote de leão, Judá: voltas trazendo a caça, meu filho. Dobra-se, deita-se como um leão; como uma leoa: quem o despertará?

10 Não se apartará o cetro de Judá, nem o bastão de comando dentre seus pés, até que venha aquele a quem pertence por direito, e a quem devem obediência os povos.

11 Amarra à videira o jumentinho, à cepa o filho da jumenta. Lava com o vinho suas vestes, com o sangue das uvas o seu manto.

12 O vinho aumenta o brilho de seus olhos, seus dentes são brancos como o leite.

13 Zabulon habita à beira do mar, no litoral, onde aportam os navios, e seu flanco se estende por Sidon.

14 Issacar é um jumento forte, deitado nos currais.

15 Vê que é bom o descanso e a terra agradável: curva os ombros sob a carga, sujeita-se ao tributo.

16 Dã julgará seu povo, como uma das tribos de Israel.

17 Dã será uma serpente no caminho, uma cobra na estrada, que morde a pata do cavalo e derruba o cavaleiro.

18 Espero em vosso socorro, Senhor!

19 Gad será saqueado por quadrilhas de assaltantes, mas também os assaltará e perseguirá.

20 Aser tem um pão saboroso, que constitui as delícias dos reis.

21 Neftali é uma gazela solta, que tem lindos filhotes.

22 José é broto de uma árvore fértil, broto de uma árvore fértil junto à nascente: seus ramos crescem acima do muro.

23 Provocam-no, atiram contra ele, atacam-no os flecheiros,

24 mas, seu arco permanece firme, seus braços e mãos desembaraçados pelas mãos do Poderoso de Jacó, pelo nome do Pastor, que é a pedra de Israel,

25 graças ao Deus de teu pai, que te ajuda, graças ao todo-poderoso, que te abençoa com as bênçãos do céu altíssimo, com as bênçãos do profundo abismo, com as bênçãos dos peitos e do seio.

26 As bênçãos de teu pai sobrepujam as bênçãos das antigas montanhas, as aspirações das colinas eternas. Que elas desçam sobre a cabeça de José, sobre a fronte do príncipe de seus irmãos!

27 Benjamim, lobo voraz, de manhã devora a presa e à tarde reparte o despojo."

28 São estes todos que formam as doze tribos de Israel. Foi isso que lhes disse seu pai ao abençoá-los. A cada um deu uma bênção particular.

29 Em seguida, fez-lhes esta recomendação: "Eis que vou ser reunido aos meus. Enterrai-me junto de meus pais na caverna da terra de Efrom, o hiteu,

30 na caverna da terra de Macpela, defronte de Mambré, na terra de Canaã, essa caverna que Abraão havia comprado a Efrom, o hiteu, ao mesmo tempo que a terra, para ter a propriedade de uma sepultura.

31 Foi aí que enterraram Abraão e Sara, sua mulher; foi aí que enterraram Isaac e Rebeca, sua mulher; e foi aí que enterrei Lia".

32 {Essa propriedade, bem como a caverna que nela se encontra, foram compradas aos filhos de Het.}

33 E, tendo Jacó dado aos seus filhos esta última recomendação, recolheu os pés em sua cama, e expirou. E foi reunido aos seus.

1 Vocavit autem Iacob filios suos et ait eis: " Congrega mini, ut annuntiem, quae ventura sunt vobis in diebus novissimis.

2 Congregamini et audite, filii Iacob,audite Israel patrem vestrum!

3 Ruben primogenitus meus,tu fortitudo mea et principium roboris mei;prior in dignitate, maior in robore!

4 Ebulliens sicut aqua non excellas,quia ascendisti cubile patris tuiet maculasti stratum meum.

5 Simeon et Levi fratres,vasa violentiae arma eorum.

6 In consilium eorum ne veniat anima mea,et in coetu illorum non sit gloria mea;quia in furore suo occiderunt virumet in voluntate sua subnervaverunt tauros.

7 Maledictus furor eorum, quia pertinax,et indignatio eorum, quia dura!Dividam eos in Iacobet dispergam eos in Israel.

8 Iuda, te laudabunt fratres tui;manus tua in cervicibus inimicorum tuorum;adorabunt te filii patris tui.

9 Catulus leonis Iuda:a praeda, fili mi, ascendisti;requiescens accubuit ut leoet quasi leaena; quis suscitabit eum?

10 Non auferetur sceptrum de Iudaet baculus ducis de pedibus eius,donec veniat ille, cuius est,et cui erit oboedientia gentium;

11 ligans ad vineam pullum suumet ad vitem filium asinae suae,lavabit in vino stolam suamet in sanguine uvae pallium suum;

12 nigriores sunt oculi eius vinoet dentes eius lacte candidiores.

13 Zabulon in litore maris habitabitet in statione navium,pertingens usque ad Sidonem.

14 Issachar asinus fortis,accubans inter caulas

15 vidit requiem quod esset bona,et terram quod optima;et supposuit umerum suum ad portandumfactusque est tributis serviens.

16 Dan iudicabit populum suumsicut una tribuum Israel.

17 Fiat Dan coluber in via,cerastes in semita,mordens calcanea equi,ut cadat ascensor eius retro.

18 Salutare tuum exspectabo, Domine!

19 Gad, latrones aggredientur eum,ipse autem aggredietur calcaneum eorum.

20 Aser, pinguis panis eius,et praebebit delicias regales.

21 Nephthali cerva emissa,dans cornua pulchra.

22 Arbor fructifera Ioseph,arbor fructifera super fontem:rami transcendunt murum.

23 Sed exasperaverunt eum et iurgati sunt,et adversati sunt illi habentes iacula.

24 Et confractus est arcus eorum,et dissoluti sunt nervi brachiorum eorumper manus Potentis Iacob,per nomen Pastoris, Lapidis Israel.

25 Deus patris tui erit adiutor tuus,et Omnipotens benedicet tibibenedictionibus caeli desuper,benedictionibus abyssi iacentisdeorsum,benedictionibus uberum et vulvae.

26 Benedictiones patris tui confortatae suntsuper benedictiones montium aeternorum,desiderium collium antiquorum;fiant in capite Iosephet in vertice nazaraei inter fratres suos.

27 Beniamin lupus rapax;mane comedet praedamet vespere dividet spolia ".

28 Omnes hi in tribubus Israel duodecim. Haec locutus est eis pater suus benedixitque singulis benedictionibus propriis.

29 Et praecepit eis dicens: " Ego congregor ad populum meum; sepelite me cum patribus meis in spelunca Machpela, quae est in agro Ephron Hetthaei

30 contra Mambre in terra Chanaan, quam emit Abraham cum agro ab Ephron Hetthaeo in possessionem sepulcri;

31 ibi sepelierunt eum et Saram uxorem eius, ibi sepultus est Isaac cum Rebecca coniuge sua, ibi et Lia condita iacet ".

32 Finitisque mandatis, quibus filios instruebat, collegit pedes suos super lectulum et obiit; appositusque est ad populum suum.