Números 12

1 Maria e Aarão criticara Moisés por causa da mulher etíope que ele desposara. {Moisés tinha, com efeito, tomado uma mulher etíope.}

2 "Porventura é só por Moisés, diziam eles, que o Senhor fala? Não fala ele também por nós?" E o Senhor ouviu isso.

3 Ora, Moisés era um homem muito paciente, o mais paciente da terra.

4 Logo falou o Senhor a Moisés, a Aarão e a Maria: "Ide todos os três à tenda de reunião." E eles foram.

5 O Senhor desceu na coluna de nuvem e parou à entrada da tenda. Chamou Aarão e Maria, e eles aproximaram-se.

6 "Ouvi bem, disse ele, o que vou dizer: Se há entre vós um profeta, eu lhe aparecerei em visão; eu, o Senhor, é em sonho que lhe falarei.

7 Mas não é assim a respeito de meu servo Moisés, que é fiel em toda a minha casa.

8 A ele eu lhe falo face a face, manifesto-me a ele sem enigmas, e ele contempla o rosto do Senhor. Por que vos atrevestes, pois, a falar contra o meu servo Moisés?"

9 A cólera do Senhor se acendeu contra eles.

10 O Senhor partiu, e a nuvem retirou-se de sobre a tenda. No mesmo instante, Maria foi ferida por uma lepra branca como a neve. Aarão, olhando para ela, viu-a coberta de lepra.

11 Aarão disse então a Moisés: "Rogo-te, meu senhor, não nos faças levar o peso desse pecado que cometemos num momento de loucura, e do qual somos culpados.

12 Que ela não fique como um aborto que sai do ventre de sua mãe, com a carne já meio consumida!"

13 Moisés orou ao Senhor: "Ó Deus, disse ele, rogo-vos que a cureis."

14 O Senhor disse a Moisés: "Se seu pai lhe tivesse cuspido no rosto, não estaria ela coberta de vergonha durante sete dias? Que ela seja excluída do acampamento durante sete dias; depois será novamente reintegrada."

15 Maria foi, pois, excluída do acampamento durante sete dias e o povo não se moveu daquele lugar, enquanto ela não foi novamente reintegrada.

16 Depois disso, o povo partiu de Haserot, e acampou no deserto de Farã.

1 Locutaque est Maria et Aaron contra Moysen propter uxorem eius Aethiopissam

2 et dixerunt: " Num per solum Moysen locutus est Dominus? Nonne et per nos similiter est locutus? ". Quod cum audisset Dominus

3 ­ erat enim Moyses vir humillimus super omnes homines, qui morabantur in terra ­

4 statim locutus est ad eum et ad Aaron et Mariam: " Egredimini vos tantum tres ad tabernaculum conventus ". Cumque fuissent egressi,

5 descendit Dominus in columna nubis et stetit in introitu tabernaculi vocans Aaron et Mariam. Qui cum issent,

6 dixit ad eos:" Audite sermones meos!Si quis fuerit inter vos propheta Domini,in visione apparebo eivel per somnium loquar ad illum.

7 At non talis servus meus Moyses,qui in omni domo mea fidelissimus est!

8 Ore enim ad os loquor ei,et palam et non per aenigmata et figurasDominum videt!Quare ergo non timuistis detrahereservo meo Moysi? ".

9 Iratusque contra eos abiit,

10 nubes quoque recessit, quae erat super tabernaculum; et ecce Maria apparuit candens lepra quasi nix.Cumque respexisset eam Aaron et vidisset perfusam lepra,

11 ait ad Moysen: " Obsecro, domine mi, ne imponas nobis hoc peccatum, quod stulte commisimus,

12 ne fiat haec quasi mortua et ut abortivum, quod proicitur de vulva matris suae; ecce iam medium carnis eius devoratum est a lepra ".

13 Clamavitque Moyses ad Dominum dicens: " Deus, obsecro, sana eam! ".

14 Cui respondit Dominus: " Si pater eius spuisset in faciem illius, nonne debuerat saltem septem diebus rubore suffundi? Separetur septem diebus extra castra et postea revocabitur ".

15 Exclusa est itaque Maria extra castra septem diebus, et populus non est motus de loco illo, donec revocata est Maria.

16 Profectusque est populus de Aseroth, fixis tentoriis in deserto Pharan.