Provérbios 21

1 O coração do rei é como canais de águas controlados pelo Senhor; ele os conduz para onde quer.

2 Ainda que as pessoas se considerem corretas, o Senhor examina o coração de cada um.

3 O Senhor se agrada mais ao fazermos o que é certo e justo do que ao lhe oferecermos sacrifícios.

4 Olhos arrogantes, coração orgulhoso e atos perversos: tudo isso é pecado.

5 Quem planeja bem e trabalha com dedicação prospera; quem se apressa e toma atalhos fica pobre.

6 A riqueza obtida por meio de mentiras é neblina que se dissipa e armadilha mortal.

7 A violência dos perversos os destruirá, pois se recusam a fazer o que é justo.

8 O culpado anda por um caminho tortuoso; o inocente percorre uma estrada reta.

9 É melhor viver sozinho no canto de um sótão que morar com uma esposa briguenta numa bela casa.

10 O perverso deseja o mal e não tem compaixão do próximo.

11 Quando o zombador é castigado, o ingênuo se torna sábio; quando o sábio é instruído, adquire ainda mais conhecimento.

12 Deus, o Justo, sabe o que se passa na casa dos perversos e trará desgraça sobre eles.

13 Quem fecha os ouvidos aos clamores dos pobres será ignorado quando passar necessidade.

14 O presente entregue em segredo acalma a ira; o suborno oferecido às escondidas abranda a fúria.

15 A justiça é alegria para o justo, mas causa pavor nos que praticam o mal.

16 Quem se desvia do caminho da prudência acabará na companhia dos mortos.

17 Quem ama os prazeres ficará pobre; quem ama o vinho e o luxo nunca enriquecerá.

18 Os perversos são castigados em lugar dos justos, e os desleais, em lugar dos honestos.

19 É melhor viver sozinho no deserto que morar com uma esposa briguenta que só sabe reclamar.

20 O sábio possui riqueza e luxo, mas o tolo gasta tudo que tem.

21 Quem busca a justiça e o amor encontra vida, justiça e honra.

22 O sábio conquista a cidade dos fortes e derruba a fortaleza em que eles confiam.

23 Cuide da língua e fique de boca fechada, e você não se meterá em apuros.

24 O zombador é orgulhoso e convencido e age com extrema arrogância.

25 O preguiçoso deseja muitas coisas, mas acaba em ruína, pois suas mãos se recusam a trabalhar.

26 Algumas pessoas cobiçam o tempo todo, mas o justo gosta de repartir o que tem.

27 O sacrifício do perverso é detestável, especialmente quando oferecido com más intenções.

28 A testemunha falsa será morta; a testemunha confiável terá permissão de falar.

29 A teimosia do perverso transparece em seu rosto, mas o justo pensa antes de agir.

30 Não há sabedoria, entendimento, nem conselho humano capaz de resistir ao Senhor.

31 O cavalo é preparado para o dia da batalha, mas quem dá a vitória é o Senhor.

Copyright© 2017 por Editora Mundo Cristão. Todos os direitos reservados em língua portuguesa. A Nova Versão Transformadora (NVT) e seu logotipo são marcas registradas. Usados com permissão.