Salmos 108

1 Preparado está o meu coração, ó Deus; cantarei e darei louvores até com a minha glória.

2 Despertai, saltério e harpa; eu mesmo despertarei ao romper da alva.

3 Louvar-te-ei entre os povos, Senhor, e a ti cantarei louvores entre as nações.

4 Porque a tua benignidade se estende até aos céus, e a tua verdade chega até às mais altas nuvens.

5 Exalta-te sobre os céus, ó Deus, e a tua glória sobre toda a terra.

6 Para que sejam livres os teus amados, salva-nos com a tua destra, e ouve-nos.

7 Deus falou na sua santidade; eu me regozijarei; repartirei a Siquém, e medirei o vale de Sucote.

8 Meu é Gileade, meu é Manassés; e Efraim a força da minha cabeça, Judá o meu legislador.

9 Moabe a minha bacia de lavar; sobre Edom lançarei o meu sapato, sobre a Filístia jubilarei.

10 Quem me levará à cidade forte? Quem me guiará até Edom?

11 Porventura não serás tu, ó Deus, que nos rejeitaste? E não sairás, ó Deus, com os nossos exércitos?

12 Dá-nos auxílio para sair da angústia, porque vão é o socorro da parte do homem.

13 Em Deus faremos proezas, pois ele calcará aos pés os nossos inimigos.

1 Cântico. Salmo de Davi. Meu coração está firme, ó Deus, meu coração está firme; vou cantar e salmodiar. Desperta-te, ó minha alma;

2 despertai-vos, harpa e cítara; quero acordar a aurora.

3 Entre os povos, Senhor, vos louvarei; salmodiarei a vós entre as nações,

4 porque acima dos céus se eleva a vossa misericórdia, e até as nuvens a vossa fidelidade.

5 Resplandecei, ó Deus, nas alturas dos céus, e brilhe a vossa glória sobre a terra inteira.

6 Para ficarem livres vossos amigos, ajudai-nos com vossa mão, ouvi-nos.

7 Deus falou no seu santuário: Triunfarei, e me apoderarei de Siquém, medirei com o cordel o vale de Sucot.

8 Minha é a terra de Galaad, minha a de Manassés; Efraim será o elmo de minha cabeça; Judá, o meu cetro;

9 Moab, a bacia em que me lavo. Sobre Edom porei minhas sandálias, cantarei vitória sobre a Filistéia.

10 Quem me conduzirá à cidade fortificada? Quem me levará até Edom?

11 Quem, senão vós, Senhor, que nos repelistes, e já não andais à frente dos nossos exércitos?

12 Dai-nos auxílio contra o inimigo, porque é vão qualquer socorro humano.

13 Com Deus faremos proezas, ele esmagará os nossos inimigos.