Salmos 120

1 Na minha angústia clamei ao SENHOR, e me ouviu.

2 Senhor, livra a minha alma dos lábios mentirosos e da língua enganadora.

3 Que te será dado, ou que te será acrescentado, língua enganadora?

4 Flechas agudas do poderoso, com brasas vivas de zimbro.

5 Ai de mim, que peregrino em Meseque, e habito nas tendas de Quedar.

6 A minha alma bastante tempo habitou com os que detestam a paz.

7 Pacífico sou, mas quando eu falo já eles procuram a guerra.

1 Cântico das peregrinações. Na hora da tribulação, clamei ao Senhor e ele me atendeu.

2 Senhor, livrai minha alma dos lábios mentirosos e da língua pérfida.

3 Que ganharás, qual será teu proveito, ó língua pérfida?

4 Flechas agudas de guerreiro, carvões ardentes de giesta.

5 Ai de mim por habitar em Mesec e viver em meio às tendas de Cedar!

6 Por muito tempo minha alma tem vivido com aqueles que detestam a paz.

7 Só quero a paz, mas quando dela lhes falo, eles se dispõem para a guerra.