Salmos 3

1 Senhor, como se têm multiplicado os meus adversários! São muitos os que se levantam contra mim.

2 Muitos dizem da minha alma: Não há salvação para ele em Deus. (Selá.)

3 Porém tu, Senhor, és um escudo para mim, a minha glória, e o que exalta a minha cabeça.

4 Com a minha voz clamei ao Senhor, e ouviu-me desde o seu santo monte. (Selá.)

5 Eu me deitei e dormi; acordei, porque o Senhor me sustentou.

6 Não temerei dez milhares de pessoas que se puseram contra mim e me cercam.

7 Levanta-te, Senhor; salva-me, Deus meu; pois feriste a todos os meus inimigos nos queixos; quebraste os dentes aos ímpios.

8 A salvação vem do Senhor; sobre o teu povo seja a tua bênção. (Selá.)

1 Salmo de Davi, quando fugia de Absalão, seu filho. Senhor, como são numerosos os meus perseguidores! É uma turba que se dirige contra mim.

2 Uma multidão inteira grita a meu respeito: Não, não há mais salvação para ele em seu Deus!

3 Mas vós sois, Senhor, para mim um escudo; vós sois minha glória, vós me levantais a cabeça.

4 Apenas elevei a voz para o Senhor, ele me responde de sua montanha santa.

5 Eu, que me tinha deitado e adormecido, levanto-me, porque o Senhor me sustenta.

6 Nada temo diante desta multidão de povo, que de todos os lados se dirige contra mim.

7 Levantai-vos, Senhor! Salvai-me, ó meu Deus! Feris no rosto todos os que me perseguem, quebrais os dentes dos pecadores.

8 Sim, Senhor, a salvação vem de vós. Desça a vossa bênção sobre vosso povo.