Salmos 73

1 Verdadeiramente bom é Deus para com Israel, para com os limpos de coração.

2 Quanto a mim, os meus pés quase que se desviaram; pouco faltou para que escorregassem os meus passos.

3 Pois eu tinha inveja dos néscios, quando via a prosperidade dos ímpios.

4 Porque não há apertos na sua morte, mas firme está a sua força.

5 Não se acham em trabalhos como outros homens, nem são afligidos como outros homens.

6 Por isso a soberba os cerca como um colar; vestem-se de violência como de adorno.

7 Os olhos deles estão inchados de gordura; eles têm mais do que o coração podia desejar.

8 São corrompidos e tratam maliciosamente de opressão; falam arrogantemente.

9 Põem as suas bocas contra os céus, e as suas línguas andam pela terra.

10 Por isso o povo dele volta aqui, e águas de copo cheio se lhes espremem.

11 E eles dizem: Como o sabe Deus? Há conhecimento no Altíssimo?

12 Eis que estes são ímpios, e prosperam no mundo; aumentam em riquezas.

13 Na verdade que em vão tenho purificado o meu coração; e lavei as minhas mãos na inocência.

14 Pois todo o dia tenho sido afligido, e castigado cada manhã.

15 Se eu dissesse: Falarei assim; eis que ofenderia a geração de teus filhos.

16 Quando pensava em entender isto, foi para mim muito doloroso;

17 Até que entrei no santuário de Deus; então entendi eu o fim deles.

18 Certamente tu os puseste em lugares escorregadios; tu os lanças em destruição.

19 Como caem na desolação, quase num momento! Ficam totalmente consumidos de terrores.

20 Como um sonho, quando se acorda, assim, ó Senhor, quando acordares, desprezarás a aparência deles.

21 Assim o meu coração se azedou, e sinto picadas nos meus rins.

22 Assim me embruteci, e nada sabia; fiquei como um animal perante ti.

23 Todavia estou de contínuo contigo; tu me sustentaste pela minha mão direita.

24 Guiar-me-ás com o teu conselho, e depois me receberás na glória.

25 Quem tenho eu no céu senão a ti? e na terra não há quem eu deseje além de ti.

26 A minha carne e o meu coração desfalecem; mas Deus é a fortaleza do meu coração, e a minha porção para sempre.

27 Pois eis que os que se alongam de ti, perecerão; tu tens destruído todos aqueles que se desviam de ti.

28 Mas para mim, bom é aproximar-me de Deus; pus a minha confiança no Senhor DEUS, para anunciar todas as tuas obras.

1 Certamente Deus é bom para Israel, para os puros de coração.

2 Quanto a mim, os meus pés quase tropeçaram; por pouco não escorreguei.

3 Pois tive inveja dos arrogantes quando vi a prosperidade desses ímpios.

4 Eles não passam por sofrimento e têm o corpo saudável e forte.

5 Estão livres dos fardos de todos; não são atingidos por doenças como os outros homens.

6 Por isso o orgulho lhes serve de colar, e se vestem de violência.

7 Do seu íntimo brota a maldade; da sua mente transbordam maquinações.

8 Eles zombam e falam com más intenções; em sua arrogância ameaçam com opressão.

9 Com a boca arrogam a si os céus, e com a língua se apossam da terra.

10 Por isso o seu povo se volta para eles e bebem suas palavras até saciar-se.

11 Eles dizem: "Como saberá Deus? Terá conhecimento o Altíssimo? "

12 Assim são os ímpios; sempre despreocupados, aumentam suas riquezas.

13 Certamente foi-me inútil manter puro o coração e lavar as mãos na inocência,

14 pois o dia inteiro sou afligido, e todas as manhãs sou castigado.

15 Se eu tivesse dito "falarei com eles", teria traído os teus filhos.

16 Quando tentei entender tudo isso, achei muito difícil para mim,

17 até que entrei no santuário de Deus, e então compreendi o destino dos ímpios.

18 Certamente os pões em terreno escorregadio e os fazes cair na ruína.

19 Como são destruídos de repente, completamente tomados de pavor!

20 São como um sonho que se vai quando a gente acorda; quando te levantares, Senhor, tu os farás desaparecer.

21 Quando o meu coração estava amargurado e no íntimo eu sentia inveja,

22 agi como insensato e ignorante; minha atitude para contigo era a de um animal irracional.

23 Contudo, sempre estou contigo; tomas a minha mão direita e me susténs.

24 Tu me diriges com o teu conselho, e depois me receberás com honras.

25 A quem tenho nos céus senão a ti? E na terra, nada mais desejo além de estar junto a ti.

26 O meu corpo e o meu coração poderão fraquejar, mas Deus é a força do meu coração e a minha herança para sempre.

27 Os que te abandonam sem dúvida perecerão; tu destróis todos os infiéis.

28 Mas, para mim, bom é estar perto de Deus; fiz do Soberano Senhor o meu refúgio; proclamarei todos os teus feitos.