Isaías 21

1 Recebi esta mensagem acerca da Babilônia, o deserto junto ao mar: O desastre se aproxima, vindo do deserto, como um vendaval impetuoso que chega do Neguebe.

2 Tenho uma visão assustadora: vejo o traidor trair, o destruidor destruir. Prossigam, elamitas e medos, ataquem e cerquem as cidades. Porei fim a todos os gemidos que ela causou.

3 Sinto pontadas intensas no estômago; sou tomado de dores agudas, como as dores da mulher em trabalho de parto. Desfaleço quando ouço o que Deus planeja fazer; não consigo olhar de tanto medo.

4 Minha mente está confusa e meu coração dispara; desejava que a noite chegasse, mas agora a escuridão me aterroriza.

5 Eles preparam um grande banquete, estendem tapetes para que os convidados se sentem; todos comem e bebem. Rápido, levantem-se! Peguem seus escudos e preparem-se para a batalha!

6 Enquanto isso, o Senhor me disse: “Coloque um vigia no muro da cidade; ele deve anunciar em alta voz o que vê.

7 Deve ficar atento a carros de guerra puxados por pares de cavalos, e a cavaleiros montados em jumentos e em camelos. Que o vigia permaneça bem alerta!”.

8 Então o vigia gritou: “Meu senhor, todos os dias fico na torre de vigia, todas as noites permaneço em meu posto.

9 Agora, veja! Finalmente! Aí vem um homem num carro de guerra, com um par de cavalos!”. Então o vigia disse: “Ela caiu! A Babilônia caiu! Todos os ídolos da Babilônia estão despedaçados no chão”.

10 Ó meu povo, moído e peneirado, eu lhes anunciei tudo que o Senhor dos Exércitos disse, tudo que o Deus de Israel me falou.

11 Recebi esta mensagem acerca de Edom: Alguém em Edom grita para mim: “Guarda, quanto falta para amanhecer? Quando terminará a noite?”.

12 O guarda responde: “O amanhecer está próximo, mas logo a noite voltará; se quiser perguntar de novo, volte e pergunte”.

13 Recebi esta mensagem acerca da Arábia: Ó caravanas de Dedã, escondam-se nos bosques da Arábia.

14 Ó habitantes de Temã, tragam água para essa gente sedenta, alimento para esses refugiados exaustos.

15 Fugiram da espada, da espada desembainhada, do arco preparado e dos terrores da batalha.

16 O Senhor me disse: “Dentro de um ano, contando cada dia, toda a glória de Quedar chegará ao fim.

17 Somente alguns de seus arqueiros valentes sobreviverão. Eu, o Senhor, o Deus de Israel, falei!”.

Copyright© 2017 por Editora Mundo Cristão. Todos os direitos reservados em língua portuguesa. A Nova Versão Transformadora (NVT) e seu logotipo são marcas registradas. Usados com permissão.