Isaías 28

1 Que aflição espera a orgulhosa cidade de Samaria, a coroa gloriosa dos bêbados de Israel! Fica na parte alta de um vale fértil, mas sua beleza gloriosa murchará como uma flor. Ela é o orgulho de um povo que o vinho derrubou.

2 O Senhor enviará um exército poderoso contra ela; como forte tempestade de granizo, chuva torrencial, ou violenta inundação, eles irromperão contra ela e a derrubarão por terra.

3 A orgulhosa cidade de Samaria, a coroa gloriosa dos bêbados de Israel, será pisoteada pelos inimigos.

4 Fica na parte alta de um vale fértil, mas sua beleza gloriosa murchará como uma flor. Quem a vir a apanhará, como o figo temporão que alguém apanha e come.

5 Naquele dia, o próprio S enhor dos Exércitos será a coroa gloriosa de Israel. Será o orgulho e a alegria do remanescente de seu povo.

6 Dará a seus juízes anseio pela justiça e coragem aos guerreiros que defendem seus portões.

7 Agora, porém, Israel é conduzida por bêbados, que vacilam por causa do vinho e cambaleiam por causa do álcool. Os sacerdotes e os profetas cambaleiam por causa da bebida forte e ficam tontos por causa do vinho. Vacilam quando têm visões e cambaleiam quando pronunciam suas decisões.

8 Suas mesas estão cobertas de vômito; há sujeira por toda parte.

9 Perguntam: "Quem o S enhor pensa que somos? Por que fala conosco dessa maneira? Acaso somos crianças pequenas, recém-desmamadas?

10 Ele nos diz as mesmas coisas repetidamente, uma linha de cada vez, uma linha mais uma vez, um pouco aqui, um pouco ali!".

11 Agora o S enhor terá de falar a seu povo por meio de opressores estrangeiros de língua estranha.

12 Ele disse a seu povo: "Este é o lugar de descanso; que os exaustos repousem aqui. Este é o lugar de conforto", mas eles não quiseram ouvir.

13 Por isso, mais uma vez, o S enhor lhes explicará sua mensagem, uma linha de cada vez, uma linha mais uma vez, um pouco aqui, um pouco ali, para que tropecem e caiam; serão feridos, pegos em armadilhas e capturados.

14 Portanto, ouçam esta mensagem do S enhor , vocês, governantes zombadores em Jerusalém.

15 Dizem: "Fizemos um acordo para enganar a morte, uma negociação para evitar a sepultura. A destruição que se aproxima jamais nos tocará, pois construímos um forte refúgio feito de mentiras e engano".

16 Por isso, assim diz o S enhor Soberano: "Vejam, ponho em Sião uma pedra angular, uma pedra firme e testada! É uma pedra angular preciosa, sobre a qual se pode construir com segurança; quem crer jamais será abalado.

17 Provarei vocês com a corda de medir da justiça e com o prumo da retidão. Porque seu refúgio é feito de mentiras, uma tempestade de granizo o derrubará. Porque é feito de engano, uma inundação o arrastará.

18 Cancelarei o acordo que fizeram para enganar a morte, acabarei com sua negociação para evitar a sepultura. Quando o terrível inimigo chegar, vocês serão pisoteados.

19 A inundação virá repetidamente, a cada manhã, dia e noite, até que sejam levados embora". Essa mensagem deixará seu povo aterrorizado.

20 A cama que vocês fizeram é curta demais para se deitarem, os cobertores são muito estreitos para se cobrirem.

21 O S enhor virá, como fez contra os filisteus no monte Perazim e contra os amorreus em Gibeão. Virá para fazer algo estranho, para realizar um ato incomum.

22 Pois o Soberano S enhor dos Exércitos disse claramente que está decidido a destruir toda a terra. Portanto, deixem de zombar, ou seu castigo será ainda maior.

23 Ouçam o que vou dizer; escutem e prestem muita atenção.

24 Acaso o agricultor vive arando a terra, mas nunca semeia? Vive preparando o solo, mas nunca planta?

25 Por fim, não lança as sementes de endro, cominho, trigo, cevada e trigo candeal, cada uma de maneira apropriada, cada uma em seu devido lugar?

26 O agricultor sabe exatamente o que fazer, pois Deus lhe deu entendimento.

27 Não se debulha o endro com uma marreta; ele é malhado com uma vara. Não se passa uma roda de trilhar sobre o cominho; ele é batido de leve com uma ripa.

28 É fácil moer o cereal para o pão, portanto ele não o soca demais. Ele o debulha sob as rodas de uma carroça, mas não o tritura até virar pó.

29 O S enhor dos Exércitos é excelente mestre e dá grande sabedoria ao agricultor.

Copyright© 2017 por Editora Mundo Cristão. Todos os direitos reservados em língua portuguesa. A Nova Versão Transformadora (NVT) e seu logotipo são marcas registradas. Usados com permissão.