Salmos 58

1 Será que vocês, poderosos, falam de fato com justiça? Será que vocês, homens, julgam retamente?

2 Não! No coração vocês tramam a injustiça, e na terra as suas mãos espalham a violência.

3 Os ímpios erram o caminho desde o ventre; desviam-se os mentirosos desde que nascem.

4 Seu veneno é como veneno de serpente; tapam os ouvidos, como a cobra que se faz de surda

5 para não ouvir a música dos encantadores, que fazem encantamentos com tanta habilidade.

6 Quebra os dentes deles, ó Deus; arranca, Senhor, as presas desses leões!

7 Desapareçam como a água que escorre! Quando empunharem o arco, caiam sem força as suas flechas!

8 Sejam como a lesma que se derrete pelo caminho; como feto abortado, não vejam eles o sol!

9 Os ímpios serão varridos antes que as suas panelas sintam o calor da lenha, esteja ela verde ou seca.

10 Os justos se alegrarão quando forem vingados, quando banharem seus pés no sangue dos ímpios.

11 Então os homens comentarão: "De fato os justos têm a sua recompensa; com certeza há um Deus que faz justiça na terra".

1 Do you rulers indeed speak justly? Do you judge people with equity?

2 No, in your heart you devise injustice, and your hands mete out violence on the earth.

3 Even from birth the wicked go astray; from the womb they are wayward, spreading lies.

4 Their venom is like the venom of a snake, like that of a cobra that has stopped its ears,

5 that will not heed the tune of the charmer, however skillful the enchanter may be.

6 Break the teeth in their mouths, O God; LORD, tear out the fangs of those lions!

7 Let them vanish like water that flows away; when they draw the bow, let their arrows fall short.

8 May they be like a slug that melts away as it moves along, like a stillborn child that never sees the sun.

9 Before your pots can feel the heat of the thorns — whether they be green or dry —the wicked will be swept away. [^1]

10 The righteous will be glad when they are avenged, when they dip their feet in the blood of the wicked.

11 Then people will say, "Surely the righteous still are rewarded; surely there is a God who judges the earth."