Salmos 17

1 Ouve, Senhor, minha súplica por justiça; atende a meu clamor por socorro. Escuta minha oração, pois ela vem de lábios sinceros.

2 Declara-me inocente, pois teus olhos veem com imparcialidade.

3 Tu puseste à prova meus pensamentos; durante a noite, examinaste meu coração. Tu me sondaste e não encontraste nenhum mal; estou decidido a não pecar com minhas palavras.

4 Quanto ao modo de agir, segui teus mandamentos, que me guardam de imitar as ações de pessoas cruéis.

5 Meus passos permaneceram em teu caminho, meus pés não se desviaram dele.

6 Clamo a ti, ó Deus, pois sei que responderás; inclina-te e ouve minha oração.

7 Mostra-me as maravilhas do teu amor; com teu poder, tu livras os que buscam em ti refúgio dos inimigos.

8 Protege-me, como a menina de teus olhos; esconde-me à sombra de tuas asas.

9 Guarda-me dos perversos que me atacam, dos inimigos mortais que me cercam.

10 Eles não têm compaixão; ouve como contam vantagem!

11 Seguem meus passos e me rodeiam, prontos para me derrubar.

12 São como leões famintos, ansiosos para me despedaçar, como jovens leões escondidos, de tocaia.

13 Levanta-te, ó Senhor! Enfrenta-os e faze-os cair de joelhos! Com tua espada, livra-me dos perversos!

14 Pelo poder de tua mão, Senhor, destrói os que buscam neste mundo sua recompensa. Satisfaz, porém, a fome dos que te são preciosos; que os filhos deles tenham fartura e deixem herança para os netos.

15 Porque sou justo, verei a ti; quando acordar, te verei face a face e me satisfarei.

Copyright© 2017 por Editora Mundo Cristão. Todos os direitos reservados em língua portuguesa. A Nova Versão Transformadora (NVT) e seu logotipo são marcas registradas. Usados com permissão.