Salmos 119

1 Como são felizes os íntegros, os que seguem a lei do Senhor!

2 Como são felizes os que obedecem a seus preceitos e o buscam de todo o coração.

3 Não praticam o mal e andam em seus caminhos.

4 Tu nos encarregaste de seguir fielmente tuas ordens.

5 Meu grande desejo é que minhas ações sempre reflitam teus decretos.

6 Então não ficarei envergonhado quando meditar em todos os teus mandamentos.

7 Eu te darei graças por viver corretamente, à medida que aprender teus justos estatutos.

8 Obedecerei a teus decretos; por favor, não desistas de mim! Bêt Bêt

9 Como pode o jovem se manter puro? Obedecendo à tua palavra.

10 De todo o meu coração te busquei; não permitas que eu me desvie de teus mandamentos.

11 Guardei tua palavra em meu coração, para não pecar contra ti.

12 Eu te louvo, ó Senhor; ensina-me teus decretos.

13 Recitei em voz alta todos os estatutos que nos deste.

14 Alegrei-me com o caminho apontado por teus preceitos tanto quanto com muitas riquezas.

15 Meditarei em tuas ordens e refletirei sobre teus caminhos.

16 Terei prazer em teus decretos e não me esquecerei de tua palavra. Guímel

17 Trata teu servo com bondade, para que eu viva e obedeça à tua palavra.

18 Abre meus olhos, para que eu veja as maravilhas de tua lei.

19 Sou estrangeiro na terra; não escondas de mim teus mandamentos.

20 Tenho sempre intenso desejo por teus estatutos.

21 Tu repreendes os arrogantes; são malditos os que se desviam de teus mandamentos.

22 Não permitas que zombem de mim e me desprezem, pois tenho obedecido a teus preceitos.

23 Até os príncipes se reúnem e falam contra mim, mas eu meditarei em teus decretos.

24 Tenho prazer em teus preceitos; eles me dão conselhos sábios. Dálet

25 Estou prostrado no pó; restaura minha vida com a tua palavra.

26 Relatei meus planos a ti, e me respondeste; agora, ensina-me teus decretos.

27 Ajuda-me a entender tuas ordens e eu meditarei em tuas maravilhas.

28 Minha alma chora de tristeza; fortalece-me com tua palavra.

29 Afasta de mim o caminho da mentira; dá-me o privilégio de conhecer tua lei.

30 Escolhi o caminho da verdade; decidi viver de acordo com teus estatutos.

31 Apego-me a teus preceitos; Senhor, não permitas que eu seja envergonhado!

32 Buscarei teus mandamentos, pois tu aumentas meu entendimento. He

33 Ensina-me teus decretos, ó Senhor, e eu os guardarei até o fim.

34 Dá-me entendimento e obedecerei à tua lei; de todo o coração a porei em prática.

35 Faze-me andar em teus mandamentos, pois neles tenho prazer.

36 Dá-me entusiasmo por teus preceitos, e não pela ganância!

37 Desvia meus olhos de coisas inúteis e restaura-me por meio de tua palavra.

38 Confirma a teu servo a tua promessa, que fizeste aos que te temem.

39 Afasta-me de meus caminhos vergonhosos, pois teus estatutos são bons.

40 Anseio por obedecer às tuas ordens; restaura minha vida por tua justiça. Vav

41 Senhor, dá-me o teu amor, a salvação que me prometeste.

42 Então poderei responder aos que me insultam, pois confio em tua palavra.

43 Não retires de mim a palavra da verdade, pois teus estatutos são minha esperança.

44 Continuarei a obedecer à tua lei para todo o sempre.

45 Andarei em liberdade, pois me dediquei às tuas ordens.

46 Falarei de teus preceitos a reis, e não me envergonharei.

47 Como tenho prazer em teus mandamentos! Como eu os amo!

48 Celebro teus mandamentos, que amo, e em teus decretos medito. Zain

49 Lembra-te da promessa que fizeste a este teu servo; ela é minha esperança.

50 Tua promessa renova minhas forças; ela me consola em minha aflição.

51 O tempo todo os orgulhosos me desprezam, mas eu não me desvio de tua lei.

52 Medito em teus estatutos tão antigos; ó Senhor, eles me consolam!

53 Fico furioso com os perversos, pois eles rejeitam tua lei.

54 Teus decretos são o tema de minhas canções, na casa onde tenho vivido.

55 À noite, penso em quem tu és, Senhor; portanto, obedeço à tua lei.

56 Assim passo meus dias: obedecendo às tuas ordens. Hêt

57 Senhor, tu és minha herança; prometo obedecer às tuas palavras!

58 Busco teu favor de todo o coração; tem misericórdia de mim, como prometeste.

59 Refleti sobre o rumo de minha vida e resolvi seguir teus preceitos.

60 Eu me apressarei e, sem demora, obedecerei a teus mandamentos.

61 Os perversos tentam me arrastar, mas não me esquecerei de tua lei.

62 Levanto-me à meia-noite para te dar graças por teus justos estatutos.

63 Sou amigo de todos que te temem, dos que obedecem às tuas ordens.

64 Ó Senhor, o teu amor enche a terra; ensina-me teus decretos. Tét

65 Muitas coisas boas me tens feito, Senhor, como prometeste.

66 Ensina-me bom senso e dá-me conhecimento, pois creio em teus mandamentos.

67 Antes de me disciplinares, eu vivia desviado; agora, porém, sigo tua palavra de perto.

68 Tu és bom e fazes somente o bem; ensina-me teus decretos.

69 Os arrogantes mentem a meu respeito, mas eu obedeço às tuas ordens de todo o coração.

70 O coração deles é tolo e insensível, mas eu tenho prazer em tua lei.

71 O sofrimento foi bom para mim, pois me ensinou a dar atenção a teus decretos.

72 Tua lei é mais valiosa para mim que milhares de peças de ouro e de prata. Iode

73 Tu me fizeste, tu me formaste; dá-me entendimento para aprender teus mandamentos.

74 Que eu seja motivo de alegria para os que te temem, pois em tua palavra depositei minha esperança.

75 Eu sei, ó Senhor, que teus estatutos são justos; tu me disciplinaste por tua fidelidade.

76 Agora, que o teu amor me console, como prometeste a este teu servo.

77 Cerca-me de tua compaixão, para que eu viva, pois tenho prazer em tua lei.

78 Sejam envergonhados os arrogantes que mentiram a meu respeito; eu, porém, meditarei em tuas ordens.

79 Unam-se a mim todos que te temem, os que conhecem teus preceitos.

80 Que eu seja inculpável na obediência a teus decretos; então jamais serei envergonhado. Kaf

81 Estou exausto de tanto esperar por teu livramento, mas depositei minha esperança em tua palavra.

82 Meus olhos se esforçam para ver tua promessa se cumprir; quando me consolarás?

83 Mesmo enrugado, como uma vasilha de couro na fumaça, não me esqueci de teus decretos.

84 Até quando terei de esperar? Quando castigarás os que me perseguem?

85 Os arrogantes, que não seguem tua lei, abriram covas fundas para me pegar.

86 Todos os teus mandamentos são confiáveis; protege-me dos que me perseguem sem motivo.

87 Quase acabaram comigo, mas eu não abandonei tuas ordens.

88 Por teu amor, preserva minha vida; então continuarei a obedecer a teus preceitos. Lâmed

89 Tua palavra eterna, ó Senhor, está firme nos céus.

90 Tua fidelidade se estende de uma geração a outra, duradoura como a terra que estabeleceste.

91 Teus estatutos permanecem até hoje, pois tudo está a serviço de teus planos.

92 Se tua lei não fosse meu prazer, eu teria morrido em meu sofrimento.

93 Jamais me esquecerei de tuas ordens, pois é por meio delas que me dás vida.

94 Sou teu; salva-me, pois tenho buscado tuas ordens.

95 Embora os perversos fiquem à espreita para me matar, meditarei em teus preceitos.

96 Percebi que até mesmo a perfeição tem limite, mas não há limite para teu mandamento. Mem

97 Como eu amo a tua lei; penso nela o dia todo!

98 Teus mandamentos me fazem mais sábio que meus inimigos, pois sempre me guiam.

99 Sim, tenho mais prudência que meus mestres, pois vivo a meditar em teus preceitos.

100 Tenho mais entendimento que os anciãos, pois obedeço às tuas ordens.

101 Recuso-me a andar em todo caminho mau, a fim de obedecer à tua palavra.

102 Não me afastei de teus estatutos, pois tu me ensinaste bem.

103 Como são doces as tuas palavras; são mais doces que o mel!

104 Tuas ordens me dão discernimento; por isso odeio todo caminho falso. Nun

105 Tua palavra é lâmpada para meus pés e luz para meu caminho.

106 Prometi uma vez e volto a prometer: obedecerei a teus justos estatutos.

107 Sofri muito, ó Senhor; restaura minha vida, como prometeste.

108 Senhor, aceita minha oferta de louvor e ensina-me teus estatutos.

109 Minha vida está sempre por um fio, mas não me esquecerei de tua lei.

110 Os perversos me prepararam armadilhas, mas não me desviarei de tuas ordens.

111 Teus preceitos são meu tesouro permanente; são o prazer do meu coração.

112 Estou decidido a cumprir teus estatutos para sempre, até o fim. Sâmeq

113 Odeio pessoas inconstantes, mas amo a tua lei.

114 Tu és meu refúgio e meu escudo; tua palavra é minha esperança.

115 Afastem-se de mim, vocês que praticam o mal, pois obedecerei aos mandamentos de meu Deus.

116 Sustenta-me como prometeste, Senhor, para que eu viva; não permitas que minha esperança seja frustrada.

117 Sustenta-me e serei salvo; então meditarei continuamente em teus decretos.

118 Rejeitaste, porém, todos que se afastam de teus decretos, os que só enganam a si mesmos.

119 Removes os ímpios da terra como coisa desprezível; por isso, amo teus preceitos.

120 Estremeço de medo de ti; tenho temor reverente por teus estatutos. Áin

121 Não me entregues a meus inimigos, pois tenho feito o que é justo e certo.

122 Garantas o bem deste teu servo; não permitas que os arrogantes me oprimam.

123 Meus olhos se esforçam para ver teu livramento, o cumprimento de tua promessa de justiça.

124 Sou teu servo; trata-me conforme o teu amor e ensina-me os teus decretos.

125 Dá discernimento a este teu servo; então entenderei teus preceitos.

126 Senhor, é tempo de agires, pois violaram a tua lei.

127 Por isso amo teus mandamentos, mais que o ouro, mais que o ouro puro.

128 Cada um de teus mandamentos é reto; por isso, odeio todo caminho falso. Pê

129 Teus preceitos são maravilhosos; por isso eu lhes obedeço!

130 O ensinamento de tua palavra esclarece, e até os ingênuos entendem.

131 Abro a boca e suspiro, pois anseio por teus mandamentos.

132 Vem e mostra-me tua misericórdia, como fazes por todos que amam o teu nome.

133 Firma meus passos conforme a tua palavra, para que o pecado não me domine.

134 Livra-me da opressão das pessoas; então poderei obedecer às tuas ordens.

135 Olha para mim com favor; ensina-me teus decretos.

136 Rios de lágrimas brotam de meus olhos, porque as pessoas não cumprem tua lei. Tsade

137 Tu, Senhor, és justo, e imparciais são teus estatutos.

138 Teus preceitos são perfeitos, de todo confiáveis.

139 Sou tomado de indignação, pois meus inimigos desprezam tuas palavras.

140 Tua promessa foi plenamente comprovada; por isso este teu servo tanto a ama.

141 Sou insignificante e desprezado, mas não me esqueço de tuas ordens.

142 Tua justiça é eterna, e tua lei é verdadeira.

143 Quando aflição e angústia pesam sobre mim, encontro prazer em teus mandamentos.

144 Teus preceitos são sempre justos; ajuda-me a entendê-los, para que eu viva! Qof

145 Oro de todo o coração; responde-me, Senhor! Obedecerei a teus decretos.

146 Clamo a ti; livra-me, para que eu obedeça a teus preceitos.

147 Levanto-me cedo, antes de o sol nascer; clamo e ponho minha esperança em tuas promessas.

148 Desperto de madrugada, para refletir em tuas palavras.

149 Por teu amor, ó Senhor, ouve meu clamor; restaura minha vida conforme teus estatutos.

150 Pessoas más aproximam-se para me atacar; elas estão distantes de tua lei.

151 Mas tu, Senhor, estás perto, e todos os teus mandamentos são verdadeiros.

152 Sei, há muito tempo, que teus preceitos durarão para sempre. Rêsh

153 Vê meu sofrimento e livra-me, pois não me esqueci de tua lei.

154 Defende minha causa e liberta-me; protege minha vida, como prometeste.

155 Os perversos estão longe da salvação, pois não dão importância a teus decretos.

156 Senhor, como é grande a tua misericórdia; restaura minha vida conforme teus estatutos!

157 São muitos os que me perseguem e me afligem, mas não me desviei de teus preceitos.

158 Ver esses traidores me dá desgosto, pois não obedecem à tua palavra.

159 Vê, Senhor, como eu amo tuas ordens; restaura minha vida por causa do teu amor.

160 A própria essência de tuas palavras é verdade; todos os teus justos estatutos permanecerão para sempre. Shin

161 Os poderosos me perseguem sem motivo, mas só diante de tua palavra meu coração treme.

162 Alegro-me em tua palavra, como quem descobre um grande tesouro.

163 Odeio e detesto a falsidade, mas amo a tua lei.

164 Sete vezes por dia te louvarei, porque teus estatutos são justos.

165 Os que amam tua lei estão totalmente seguros e não tropeçam.

166 Anseio por teu livramento, Senhor; tenho cumprido teus mandamentos.

167 Tenho obedecido a teus preceitos, pois os amo muito.

168 Sim, obedeço às tuas ordens e aos teus preceitos, pois vês tudo que faço. Tau

169 Ó Senhor, ouve meu clamor; dá-me entendimento, como prometeste.

170 Ouve minha oração; livra-me, conforme tua palavra.

171 Que louvor transborde de meus lábios, pois tu me ensinas teus decretos.

172 Que minha língua cante sobre tua palavra, pois todos os teus mandamentos são justos.

173 Estende a tua mão para me ajudar, pois escolhi seguir tuas ordens.

174 Ó Senhor, anseio por teu livramento; tua lei é meu prazer.

175 Que eu viva para poder te louvar, e que teus estatutos me ajudem.

176 Andei sem rumo, como ovelha perdida; vem buscar teu servo, pois não me esqueci de teus mandamentos.

Copyright© 2017 por Editora Mundo Cristão. Todos os direitos reservados em língua portuguesa. A Nova Versão Transformadora (NVT) e seu logotipo são marcas registradas. Usados com permissão.