Salmos 62

1 Em silêncio diante de Deus, minha alma espera, pois dele vem minha vitória.

2 Somente ele é minha rocha e minha salvação, minha fortaleza onde jamais serei abalado.

3 São tantos os inimigos contra um só homem; todos tentam me matar. Para eles, não passo de um muro inclinado ou uma cerca prestes a cair.

4 Planejam me derrubar de minha posição elevada; têm prazer em contar mentiras. Diante de mim, me elogiam; em seu coração, porém, me amaldiçoam. Interlúdio

5 Que minha alma espere em silêncio diante de Deus, pois nele está minha esperança.

6 Somente ele é minha rocha e minha salvação, minha fortaleza onde não serei abalado.

7 Minha vitória e minha honra vêm somente de Deus; ele é meu refúgio, uma rocha segura.

8 Ó meu povo, confie nele em todo tempo; derrame o coração diante dele, pois Deus é nosso refúgio. Interlúdio

9 As pessoas são vazias e enganosas, como uma rajada de vento. Se fosse colocada numa balança, toda a humanidade pesaria menos que um sopro.

10 Não ganhem a vida por meio da extorsão, nem ponham sua esperança em coisas roubadas. Se suas riquezas aumentarem, não façam delas o centro de sua vida.

11 Deus falou claramente, e eu ouvi várias vezes: O poder, ó Deus, pertence a ti;

12 o amor, Senhor, é teu. Certamente retribuirás a cada um conforme suas ações.

Copyright© 2017 por Editora Mundo Cristão. Todos os direitos reservados em língua portuguesa. A Nova Versão Transformadora (NVT) e seu logotipo são marcas registradas. Usados com permissão.