Salmos 83

1 Ó Deus, não fiques em silêncio! Não feches os ouvidos e não permaneças calado, ó Deus!

2 Não ouves o tumulto de teus adversários? Não vês que teus inimigos te desafiam?

3 Tramam com astúcia contra o teu povo; conspiram contra os teus protegidos.

4 Dizem: “Venham, exterminemos a nação de Israel, para que ninguém se lembre de sua existência”.

5 Sim, em unanimidade decidiram; fizeram um tratado e aliaram-se contra ti

6 os edomitas e os ismaelitas, os moabitas e os hagarenos,

7 os gebalitas, os amonitas e os amalequitas, os povos da Filístia e de Tiro.

8 A eles também se uniram os assírios e se aliaram aos descendentes de Ló. Interlúdio

9 Trata-os como trataste os midianitas, como trataste Sísera e Jabim no rio Quisom.

10 Foram destruídos em En-Dor; tornaram-se adubo para a terra.

11 Que seus nobres morram como Orebe e Zeebe, e todos os seus príncipes, como Zeba e Zalmuna,

12 pois disseram: “Vamos nos apossar das pastagens de Deus!”.

13 Ó meu Deus, espalha-os como folhas num redemoinho, como palha ao vento.

14 Assim como o fogo consome o bosque, como a chama incendeia os montes,

15 persegue-os com a tua tempestade, enche-os de medo com o teu vendaval.

16 Faze-os cair na desgraça mais profunda, até que se sujeitem ao teu nome, Senhor.

17 Sejam envergonhados e aterrorizados para sempre e morram em desonra.

18 Então aprenderão que somente tu és chamado Senhor, somente tu és o Altíssimo, supremo sobre toda a terra.

Copyright© 2017 por Editora Mundo Cristão. Todos os direitos reservados em língua portuguesa. A Nova Versão Transformadora (NVT) e seu logotipo são marcas registradas. Usados com permissão.