Salmos 75

1 Graças te damos, ó Deus! Graças te damos porque estás próximo; em toda parte se fala de tuas maravilhas.

2 Tu disseste: “No tempo que determinei, julgarei com justiça.

3 Quando a terra e seus moradores estremecem, sou eu que mantenho firmes seus alicerces. Interlúdio

4 “Adverti aos orgulhosos: ‘Parem de contar vantagem!’. Disse aos perversos: ‘Não levantem os punhos!

5 Não levantem os punhos aos céus em rebeldia, nem falem com tamanha arrogância’”.

6 Pois ninguém na terra, de leste a oeste, nem mesmo no deserto, deve exaltar a si mesmo.

7 Somente Deus é quem julga; ele decide quem se levantará e quem cairá.

8 Pois o Senhor tem na mão um cálice cujo vinho espuma misturado com especiarias. Ele derrama o vinho, e todos os perversos o bebem até a última gota.

9 Quanto a mim, sempre anunciarei o que Deus tem feito; cantarei louvores ao Deus de Jacó.

10 Pois Deus disse: “Acabarei com a força dos perversos, mas farei crescer o poder dos justos”.

Copyright© 2017 por Editora Mundo Cristão. Todos os direitos reservados em língua portuguesa. A Nova Versão Transformadora (NVT) e seu logotipo são marcas registradas. Usados com permissão.