Salmos 106

1 Louvai ao SENHOR. Louvai ao SENHOR, porque ele é bom, porque a sua misericórdia dura para sempre.

2 Quem pode contar as obras poderosas do Senhor? Quem anunciará os seus louvores?

3 Bem-aventurados os que guardam o juízo, o que pratica justiça em todos os tempos.

4 Lembra-te de mim, Senhor, segundo a tua boa vontade para com o teu povo; visita-me com a tua salvação.

5 Para que eu veja os bens de teus escolhidos, para que eu me alegre com a alegria da tua nação, para que me glorie com a tua herança.

6 Nós pecamos como os nossos pais, cometemos a iniqüidade, andamos perversamente.

7 Nossos pais não entenderam as tuas maravilhas no Egito; não se lembraram da multidão das tuas misericórdias; antes o provocaram no mar, sim no Mar Vermelho.

8 Não obstante, ele os salvou por amor do seu nome, para fazer conhecido o seu poder.

9 Repreendeu, também, o Mar Vermelho, e este se secou, e os fez caminhar pelos abismos como pelo deserto.

10 E os livrou da mão daquele que os odiava, e os remiu da mão do inimigo.

11 E as águas cobriram os seus adversários; nem um só deles ficou.

12 Então creram nas suas palavras, e cantaram os seus louvores.

13 Porém cedo se esqueceram das suas obras; não esperaram o seu conselho.

14 Mas deixaram-se levar à cobiça no deserto, e tentaram a Deus na solidão.

15 E ele lhes cumpriu o seu desejo, mas enviou magreza às suas almas.

16 E invejaram a Moisés no campo, e a Arão, o santo do Senhor.

17 Abriu-se a terra, e engoliu a Datã, e cobriu o grupo de Abirão.

18 E um fogo se acendeu no seu grupo; a chama abrasou os ímpios.

19 Fizeram um bezerro em Horebe e adoraram a imagem fundida.

20 E converteram a sua glória na figura de um boi que come erva.

21 Esqueceram-se de Deus, seu Salvador, que fizera grandezas no Egito,

22 Maravilhas na terra de Cão, coisas tremendas no Mar Vermelho.

23 Por isso disse que os destruiria, não houvesse Moisés, seu escolhido, ficado perante ele na brecha, para desviar a sua indignação, a fim de não os destruir.

24 Também desprezaram a terra aprazível; não creram na sua palavra.

25 Antes murmuraram nas suas tendas, e não deram ouvidos à voz do Senhor.

26 Por isso levantou a sua mão contra eles, para os derrubar no deserto;

27 Para derrubar também a sua semente entre as nações, e espalhá-los pelas terras.

28 Também se juntaram com Baal-Peor, e comeram os sacrifícios dos mortos.

29 Assim o provocaram à ira com as suas invenções; e a peste rebentou entre eles.

30 Então se levantou Finéias, e fez juízo, e cessou aquela peste.

31 E isto lhe foi contado como justiça, de geração em geração, para sempre.

32 Indignaram-no também junto às águas da contenda, de sorte que sucedeu mal a Moisés, por causa deles;

33 Porque irritaram o seu espírito, de modo que falou imprudentemente com seus lábios.

34 Não destruíram os povos, como o Senhor lhes dissera.

35 Antes se misturaram com os gentios, e aprenderam as suas obras.

36 E serviram aos seus ídolos, que vieram a ser-lhes um laço.

37 Demais disto, sacrificaram seus filhos e suas filhas aos demônios,

38 E derramaram sangue inocente, o sangue de seus filhos e de suas filhas que sacrificaram aos ídolos de Canaã; e a terra foi manchada com sangue.

39 Assim se contaminaram com as suas obras, e se corromperam com os seus feitos.

40 Então se acendeu a ira do Senhor contra o seu povo, de modo que abominou a sua herança.

41 E os entregou nas mãos dos gentios; e aqueles que os odiavam se assenhorearam deles.

42 E os seus inimigos os oprimiram, e foram humilhados debaixo das suas mãos.

43 Muitas vezes os livrou, mas o provocaram com o seu conselho, e foram abatidos pela sua iniqüidade.

44 Contudo, atendeu à sua aflição, ouvindo o seu clamor.

45 E se lembrou da sua aliança, e se arrependeu segundo a multidão das suas misericórdias.

46 Assim, também fez com que deles tivessem misericórdia os que os levaram cativos.

47 Salva-nos, Senhor nosso Deus, e congrega-nos dentre os gentios, para que louvemos o teu nome santo, e nos gloriemos no teu louvor.

48 Bendito seja o Senhor Deus de Israel, de eternidade em eternidade, e todo o povo diga: Amém. Louvai ao Senhor.

1 ALLELUIA.Confitemini Domino, quoniam bonus,quoniam in saeculum misericordia eius.

2 Quis loquetur potentias Domini,auditas faciet omnes laudes eius?

3 Beati, qui custodiunt iudiciumet faciunt iustitiam in omni tempore.

4 Memento nostri, Domine, in beneplacito populi tui,visita nos in salutari tuo,

5 ut videamus bona electorum tuorum,ut laetemur in laetitia gentis tuae,ut gloriemur cum hereditate tua.

6 Peccavimus cum patribus nostris,iniuste egimus, iniquitatem fecimus.

7 Patres nostri in Aegypto non intellexerunt mirabilia tua,non fuerunt memores multitudinis misericordiarum tuarumet irritaverunt ascendentes in mare, mare Rubrum.

8 Et salvavit eos propter nomen suum,ut notam faceret potentiam suam. -

9 Et increpuit mare Rubrum, et exsiccatum est,et deduxit eos in abyssis sicut in deserto.

10 Et salvavit eos de manu odientiset redemit eos de manu inimici.

11 Et operuit aqua tribulantes eos:unus ex eis non remansit.

12 Et crediderunt verbis eiuset cantaverunt laudem eius.

13 Cito obliti sunt operum eiuset non sustinuerunt consilium eius;

14 et concupierunt concupiscentiam in desertoet tentaverunt Deum in inaquoso.

15 Et dedit eis petitionem ipsorumet misit saturitatem in animas eorum.

16 Et zelati sunt Moysen in castris,Aaron sanctum Domini.

17 Aperta est terra et deglutivit Dathanet operuit super congregationem Abiram.

18 Et exarsit ignis in synagoga eorum,flamma combussit peccatores.

19 Et fecerunt vitulum in Horebet adoraverunt sculptile;

20 et mutaverunt gloriam suamin similitudinem tauri comedentis fenum.

21 Obliti sunt Deum, qui salvavit eos,qui fecit magnalia in Aegypto,

22 mirabilia in terra Cham,terribilia in mari Rubro.

23 Et dixit quia disperderet eos,nisi affuisset Moyses electus eius:stetit in confractione in conspectu eius,ut averteret iram eius, ne destrueret eos.

24 Et pro nihilo habuerunt terram desiderabilem,non crediderunt verbo eius.

25 Et murmuraverunt in tabernaculis suis,non exaudierunt vocem Domini.

26 Et elevavit manum suam super eos,ut prosterneret eos in deserto

27 et ut deiceret semen eorum in nationibuset dispergeret eos in regionibus.

28 Et adhaeserunt Baalphegoret comederunt sacrificia mortuorum;

29 et irritaverunt eum in adinventionibus suis,et irrupit in eos ruina.

30 Et stetit Phinees et fecit iudicium,et cessavit quassatio,

31 et reputatum est ei in iustitiamin generationem et generationem usque in sempiternum.

32 Et irritaverunt eum ad aquas Meriba,et vexatus est Moyses propter eos,

33 quia exacerbaverunt spiritum eius,et temere locutus est in labiis suis.

34 Non disperdiderunt gentes,quas dixit Dominus illis.

35 Et commixti sunt inter genteset didicerunt opera eorum.

36 Et servierunt sculptilibus eorum,et factum est illis in scandalum.

37 Et immolaverunt filios suoset filias suas daemoniis.

38 Et effuderunt sanguinem innocentem,sanguinem filiorum suorum et filiarum suarum,quas sacrificaverunt sculptilibus Chanaan.Et infecta est terra in sanguinibus,

39 et contaminati sunt in operibus suiset fornicati sunt in adinventionibus suis.

40 Et exarsit ira Dominus in populum suumet abominatus est hereditatem suam

41 et tradidit eos in manus gentium,et dominati sunt eorum, qui oderunt eos.

42 Et tribulaverunt eos inimici eorum,et humiliati sunt sub manibus eorum.

43 Saepe liberavit eos;ipsi autem exacerbaverunt eum in consilio suoet corruerunt in iniquitatibus suis.

44 Et vidit tribulationem eorum,cum audivit clamorem eorum. -

45 Et memor fuit testamenti suiet paenituit eum secundum multitudinem misericordiae suae.

46 Et dedit eos in miserationesin conspectu omnium, qui captivos duxerant eos.

47 Salvos nos fac, Domine Deus noster,et congrega nos de nationibus,ut confiteamur nomini sancto tuoet gloriemur in laude tua.

48 Benedictus Dominus, Deus Israel, a saeculo et usque in saeculum.Et dicet omnis populus: "Fiat, fiat".