Salmos 46

1 Deus é o nosso refúgio e fortaleza, socorro bem presente na angústia.

2 Portanto não temeremos, ainda que a terra se mude, e ainda que os montes se transportem para o meio dos mares.

3 Ainda que as águas rujam e se perturbem, ainda que os montes se abalem pela sua braveza. (Selá.)

4 Há um rio cujas correntes alegram a cidade de Deus, o santuário das moradas do Altíssimo.

5 Deus está no meio dela; não se abalará. Deus a ajudará, já ao romper da manhã.

6 Os gentios se embraveceram; os reinos se moveram; ele levantou a sua voz e a terra se derreteu.

7 O Senhor dos Exércitos está conosco; o Deus de Jacó é o nosso refúgio. (Selá.)

8 Vinde, contemplai as obras do Senhor; que desolações tem feito na terra!

9 Ele faz cessar as guerras até ao fim da terra; quebra o arco e corta a lança; queima os carros no fogo.

10 Aquietai-vos, e sabei que eu sou Deus; serei exaltado entre os gentios; serei exaltado sobre a terra.

11 O Senhor dos Exércitos está conosco; o Deus de Jacó é o nosso refúgio. (Selá.)

1 Magistro chori. Filiorum Core. Secundum " Virgines... ". Canticum.

2 Deus est nobis refugium et virtus,adiutorium in tribulationibus inventus est nimis.

3 Propterea non timebimus, dum turbabitur terra,et transferentur montes in cor maris.

4 Fremant et intumescant aquae eius, conturbentur montes in elatione eius.

5 Fluminis rivi laetificant civitatem Dei,sancta tabernacula Altissimi.

6 Deus in medio eius, non commovebitur;adiuvabit eam Deus mane diluculo.

7 Fremuerunt gentes, commota sunt regna;dedit vocem suam, liquefacta est terra.

8 Dominus virtutum nobiscum,refugium nobis Deus Iacob.

9 Venite et videte opera Domini,quae posuit prodigia super terram.Auferet bella usque ad finem terrae,

10 arcum conteret et confringet armaet scuta comburet igne.

11 Vacate et videte quoniam ego sum Deus:exaltabor in gentibus et exaltabor in terra.

12 Dominus virtutum nobiscum,refugium nobis Deus Iacob.